Como gerar boleto sendo MEI? Conheça aqui o passo a passo

Você sabe como gerar boleto sendo MEI? Se ainda não usa essa forma de pagamento, saiba que é grande a chance de estar perdendo clientes. Isso porque a pesquisa 2019 do Sebrae sobre comércio eletrônico aponta que o boleto bancário é a forma de pagamento mais aceita para 75% das lojas virtuais.

E tudo bem se você é um prestador de serviços ou trabalha de casa — aliás, a maioria dos MEIs trabalha home-based, segundo o Sebrae. Ainda assim, contar com o boleto entre as opções de pagamento amplia suas possibilidades de negócio, por um motivo muito simples: quanto mais alternativas e facilidades você oferece, mais clientes tende a atrair.

Por isso, neste artigo, nós vamos expor o que você ganha ao aderir a essa modalidade de recebimento, os tipos de boleto disponíveis no mercado e um passo a passo para emissão. Então, vamos nessa?

As vantagens da utilização do boleto

Além da aceitação, utilizar boleto bancário como forma de recebimento representa a entrada de receitas em sua conta-corrente em um período relativamente curto. Nesse caso, é importante ter atenção para o tempo decorrido entre a confirmação, normalmente de um dia útil, e o posterior envio do valor pago para a conta do cedente, no caso, você. No total, o processo leva cerca de 3 dias para ser concluído.

Outro aspecto que vale destacar é que com as mudanças nas regras pela Febraban em 2018, os pagamentos por boleto tornaram-se muito mais seguros. Foi nesse ano que a entidade instituiu a obrigatoriedade de registro para boletos, o que reduziu bastante os casos de golpes e fraudes com boletos falsos ou adulterados.

Ademais, para quem trabalha com um público de rendimentos mais baixos, ampliar ao máximo o leque de opções de pagamentos é fundamental. Isso porque, de acordo com uma pesquisa do Instituto Locomotiva, um em cada três brasileiros não tem conta bancária.

Vale ressaltar, ainda, que as novas regras trouxeram uma mudança muito bem-vinda. No caso, o fim da recusa por parte dos bancos em receber boletos cujos cedentes sejam ligados a outras instituições.

Lembra de quando você ia ao banco Y pagar o boleto em nome do banco X e ele era recusado? Então, isso não acontece mais. Bom para quem paga e, principalmente, bom para você, que tem um motivo a mais para aderir ao boleto bancário.

Os tipos de boleto bancário

Antes de aprender como gerar boleto sendo MEI, vale abrir um breve parêntese para explicar quais são os tipos de boleto bancário comumente utilizados. Nesse sentido, é importante saber também que esse é um meio de pagamento tanto físico quanto virtual. Ou seja: você pode tanto emitir boletos em papel quanto, eletrônicos e ambos serão rigorosamente iguais em termos de prazos e regras a cumprir.

Não custa nada relembrar que todo boleto bancário consiste em um título de cobrança cujo objetivo é viabilizar o pagamento. Trata-se de um documento e, como tal, nele precisam ser incluídos dados sobre quem receberá a compensação, o valor-base, quem liquidará a cobrança, multa, juros, código de barras e a data de vencimento. Dito isso, vamos conhecer os tipos de boletos mais comuns.

Boleto avulso

Se a cobrança é única, portanto, paga à vista, então o boleto avulso é a opção mais indicada. Ele é usado para pagamentos não recorrentes, sendo assim, quase todo tipo de transação pode ser paga por esse meio.

É importante saber que, de acordo com as novas normas, boletos com valores acima de R$ 10 mil não podem ser pagos em dinheiro. Foi uma medida adotada para dificultar fraudes e o crime de lavagem de dinheiro.

Assim sendo, se seu negócio não trabalha com pagamento parcelado ou não faz vendas em grandes volumes, o boleto avulso é a opção padrão.

Boleto em carnê

Em contrapartida, se sua empresa é um pouco mais estruturada — ou mesmo pessoa física — e você já oferece a possibilidade de compras parceladas, então o boleto em carnê é uma boa. Ele é indicado para cobranças periódicas e tem como principal atrativo a economia gerada. Com ele, todas as parcelas são geradas de uma só vez e enviadas para o cliente no formato de carnê.

Dessa forma, é bom para prestadores de serviços contínuos ou que gerem cobranças de acordo com o período de utilização da aplicação. O único cuidado a ser tomado é na hora de definir o número de boletos que serão inclusos no carnê, que deverá respeitar o tempo pelo qual o serviço será fornecido.

Passo a passo: como gerar boleto sendo MEI

A essa altura, possivelmente você deve estar pensando se poderá emitir boletos trabalhando nas ruas ou onde o cliente estiver. A boa notícia, nesse caso, é que até mesmo pelo celular um boleto pode ser emitido. Isso porque existem softwares e aplicativos como o Asaas, disponível para download no site ou no Google Play, que fazem essa operação.

De qualquer forma, são necessários alguns passos preliminares, caso você prefira emitir pela via convencional. Veja quais são, nos tópicos seguintes.

Abertura de conta bancária

Sendo MEI, para emitir boletos você precisará de uma conta bancária em que serão creditados os valores pagos. É uma etapa muito importante na qual uma boa pesquisa é indicada, pois, cada banco cobra taxas distintas. Uma alternativa, nesse caso, é trabalhar com uma empresa que faça a intermediação no processo de emissão, como a Asaas.

Repasse de dados

Todo boleto deve ser preenchido com dados do sacado (quem paga) e do avalista que, por sua vez, devem ser informados por você. No caso, devem constar em cada documento seu CNPJ, razão social, contato telefônico e outros a critério da instituição financeira.

Emissão

Uma vez concluído o processo cadastral, você estará pronto para emitir boletos com segurança e sem burocracia. E se você precisar de uma solução imediata e direta, conte sempre com a Asaas. Aqui, você pode gerar seus boletos na hora, sem nem precisar de conta em banco. Não é bom?

Agora que você já sabe como gerar boleto sendo MEI, esperamos que você tenha ótimos resultados e que essa modalidade traga muitos lucros para você. Sucesso!

E se você quiser saber mais sobre a emissão de boletos de forma rápida e descomplicada, entre em contato com a Assas!

O Autor
Vice-presidente no Asaas
Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.