Tudo sobre Pix: manual com 125 perguntas e respostas

por Pix

Publicado em 16 de fevereiro, 2024 | Atualizado em 13 de março, 2024

O Pix é uma ferramenta inovadora dentro do mercado brasileiro. Conforme dados da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), nos últimos dois anos, esse foi o meio de pagamento mais utilizado entre os consumidores.

A popularização desse método de cobrança fez com que novas regras e ferramentas fossem desenvolvidas, visando garantir a segurança e agilidade nas transações.

Para te ajudar a entender todos os procedimentos envolvidos nas transações via Pix, produzimos este manual completo e didático. Se ficou interessado em saber mais informações sobre esse meio de pagamento, continue a leitura!.

Navegue pelo conteúdo

1. O que é o Pix?

O Pix é um sistema de pagamento instantâneo, responsável por realizar transferências financeiras de forma imediata. Atualmente, esse método tem se destacado como uma das opções mais acessíveis de pagamento no Brasil.

Conforme uma pesquisa realizada pela conta digital Asaas, em 2022, o Pix foi utilizado no pagamento de 27 milhões das faturas emitidas pelo seu sistema. Em 2023, esse número chegou a 114 milhões, apontando um aumento de 314,82% no uso do Pix em um ano.

2. Para que serve o Pix?

O Pix é um sistema utilizado para pagamentos de contas, recebimentos de cobranças e, até mesmo, em doações. Por meio dele, é possível realizar transferências financeiras de forma imediata, utilizando apenas um aplicativo financeiro.

Essa modalidade de pagamento pode ser utilizada em vendas presenciais e no comércio online. Geralmente, apresenta taxas de recebimentos menores do que outros meios, conforme acordado com sua instituição financeira.

No Asaas, por exemplo, você não paga por emissão, mas sim por recebimento. Ou seja, você pode criar cobranças ilimitadas com o Pix, pagando a taxa apenas se o seu cliente realizar o pagamento daquela fatura.

3. Quem criou o Pix?

O Pix foi criado em 2020, pelo Banco Central do Brasil (Bacen), que é o órgão responsável por garantir a estabilidade econômica do país. 

Esse novo sistema de pagamentos instantâneos foi criado para melhorar a tecnologia envolvida nas transações, trazendo maior rapidez e segurança ao mercado.  

Antes do Pix, as transações demoravam um dia útil (ou mais) para serem efetuadas. Hoje, em poucos segundos, é possível fazer uma transação via Pix pela palma da sua mão, em qualquer lugar e horário.

4. Como foi criado o Pix?

O Banco Central começou a desenvolver o sistema Pix ainda em 2018. O objetivo era aproveitar a evolução tecnológica para o aprimoramento das ferramentas financeiras, agregando mais eficiência e praticidade às transações. 

Após diversas pesquisas baseadas em sistemas de pagamentos instantâneos instalados em outros países, o Pix foi desenvolvido para atender às necessidades do mercado brasileiro.

5. Como o Pix funciona?

O Pix é um método de transferência financeira que transaciona valores de uma conta bancária para outra por meio de uma chave Pix, de forma segura e imediata.

Por meio do seu aplicativo financeiro, você cria e ativa a chave Pix. Assim, você pode receber ou efetuar pagamentos de forma instantânea, utilizando a chave Pix ou QR codes. 

Todo o processo do Pix é online, sendo responsabilidade da instituição financeira utilizada.

6. Como usar o Pix?

O Pix pode ser utilizado para pagar suas contas ou receber pagamentos. Você pode usar o Pix em formato de QR code (estático e dinâmico), link de pagamento ou Pix Copia e Cola.

Basta cadastrar uma chave Pix para poder fazer transferências de forma instantâneas.

7. Quem pode ter Pix?

Para poder fazer transferências via Pix, é necessário que o usuário tenha:

  • Conta bancária em bancos ou instituições financeiras;
  • Chave Pix própria e do destinatário;
  • Acesso ao aplicativo financeiro;
  • Conexão com internet;

Vale lembrar que o sistema Pix não tem restrição de idade. Desde que cumpram com os requisitos acima, todos podem utilizar o Pix, sejam pessoas físicas ou jurídicas, como empresas, associações, igrejas, escolas, etc.

A imagem mostra a comparação das vantagens da conta PJ Asaas e as contas PJ em bancos tradicionais

8. Pix cobra taxa?

O Pix não cobra taxa para pessoas físicas, somente para pessoas jurídicas. Nesse caso, a taxa do Pix para contas PJs pode variar conforme a instituição financeira envolvida. 

Por isso, é fundamental conhecer as tabelas de preço e as vantagens oferecidas pelo seu banco ou conta digital. Assim, você entenderá qual é o melhor para o seu negócio. 

No Asaas, por exemplo, você tem 30 transações grátis todo mês para usar em Pix, transferências e pagamento por QR code estático. Além disso, você só é taxado após seu cliente realizar o pagamento da fatura.

9. O que é o sistema de pagamento Pix?

O Pix é um sistema brasileiro de pagamentos instantâneos desenvolvido pelo Banco Central do Brasil, lançado em novembro de 2020. Dentre suas principais características estão:

  • Instantaneidade;
  • Disponibilidade a qualquer momento;
  • Diversidade de canais para pagamento;
  • Integração com diversos sistemas;
  • Transações seguranças;
  • Praticidade de pagamento por QR code.

As funcionalidades adicionais do Pix são entregues conforme cada instituição financeira, como cobrança automática ou emissão de nota fiscal.

10. Quais são as desvantagens do Pix?

Ainda que seja um recurso inovador, o Pix apresenta algumas desvantagens em suas operações, como:

11. Quais são as vantagens do Pix?

O Pix é um recurso que apresenta diversos benefícios para empresas ou pessoas que precisam receber pagamentos. Dentre as principais vantagens, estão:

  • Rapidez e instantaneidade da transferência;
  • Facilidade de uso;
  • Taxas de cobrança menores;
  • Popularização e alta adesão do mercado;
  • Pode ser usado em vendas online e presenciais.

12. Quais as regras do Pix?

Após a grande popularização da ferramenta, o Bacen anunciou a integração de regras no uso do Pix, buscando fortalecer a segurança das transações financeiras. As novidades são ligadas principalmente ao horário e limite de valor por transferência. 

  • Pix noturno: O Pix pode ser feito em qualquer horário, tendo restrição de valores nas operações noturnas (das 20h às 6h ou das 22h às 6h). Porém, tanto o horário quanto o valor limite da transação são definidos pelo cliente junto à instituição. 
  • Limite de valor por transferência via Pix: Cada usuário deve estabelecer um limite de valor por transação e limite diário do Pix. Lembrando que esse valor pode ser alterado pelo portador da conta, caso seja necessário.
  • Limites nas modalidades Pix Saque e Pix Troco: O valor máximo das transações de Pix Saque e Pix Troco é de R$ 3 mil durante todo o dia e de R$ 1 mil no período noturno.
  • Redução de limite imediata: Caso você queira aumentar o valor do limite estabelecido, o tempo da operação pode levar até 48 horas. Porém, nos casos de redução desse limite, a operação é feita de forma imediata.

13. O que é a chave Pix?

A chave Pix é como se fosse o nome da sua conta dentro do sistema de pagamentos.

Para que a transação fosse mais acessível para todos, além da rapidez e baixo custo, também era preciso uma identificação de fácil memorização. Por isso, o Banco Central decidiu por implementar a chave Pix.

Assim, você pode fazer operações de compra e venda, ou até mesmo transferências de dinheiro entre suas próprias contas, de forma rápida e prática. 

14. O que é chave aleatória do Pix?

A chave aleatória do Pix é uma sequência aleatória de números e letras, gerada pelo sistema emissor da cobrança. Neste caso, a chave pode ser criada para uma única transição, ou pode ser fixa, podendo ser utilizada mais vezes.

Ela é recomendada para casos onde o usuário não quer divulgar seus dados pessoais, como o e-mail ou número de telefone, para receber ou efetuar transações.

15. O que é portabilidade de chave Pix?

A portabilidade do Pix permite que os usuários transfiram a vinculação da chave Pix de uma instituição financeira para outra. Ou seja, mantém a mesma chave, mas muda a conta vinculada. 

Vale ressaltar que é impossível ter a mesma chave Pix em dois bancos ou fintechs diferentes. Por isso, caso você queira mudar a conta anexada a uma chave Pix específica, você deve:

  1. Pedir a portabilidade da chave Pix em sua nova instituição financeira ou de pagamentos;
  2. O antigo portador irá te notificar da solicitação, basta aceitar;
  3. Pronto! Sua chave Pix já está pronta para o uso em sua nova conta.

Lembrando que a portabilidade é gratuita e todo banco ou fintech deve oferecer.

16. O que é reivindicação de chave Pix?

Em caso de número de celular antigo ou e-mail desatualizado, é possível que a chave já pertença a outro usuário. Para resolver essa questão, basta pedir a reivindicação da chave Pix ao seu banco ou instituição de pagamento.

Nesse processo, você solicita no próprio suporte online do banco o uso daquela chave Pix específica, caso ela esteja cadastrada na conta de outra instituição.

O processo leva em torno de sete dias corridos, onde o dono original pode confirmar a posse. Caso contrário, ela será repassada a você.

17. Quais são os tipos de chave Pix?

Existem quatro tipos de chaves Pix:

  • E-mail;
  • Número de celular;
  • CPF ou CNPJ;
  • Chave aleatória.

A partir dessas chaves, é possível enviar cobranças por meio de imagens (QR code) ou por meio de mensagens de texto (link de pagamento ou Pix Copia e Cola).

18. Chave aleatória Pix é seguro?

Sim. A chave Pix aleatória é segura, assim como as outras opções de chaves. A diferença é que, neste caso, é possível garantir a privacidade dos seus dados para contato, como e-mail ou número de telefone.

19. Qual chave Pix é mais segura?

Não existe um tipo de chave Pix melhor ou mais confiável. Todas exigem confirmação e oferecem o mesmo nível de segurança, utilizando mecanismos como: identificação de usuário (por CPF e biometria), criptografia de dados e sistema antifraude.

20. Como funciona a chave aleatória do Pix?

A chave aleatória é formada por uma sequência aleatória de caracteres, gerada por um sistema de pagamento autorizado, assim como o Asaas. 

Por meio dessa chave, você pode receber ou realizar pagamentos utilizando QR code ou links para pagamentos. 

Essas chaves podem ser chaves únicas, deixando de funcionar depois de utilizadas pela primeira vez, ou chaves fixas, podendo funcionar várias vezes.

21. Como cadastrar a chave Pix?

Você pode registrar sua chave Pix pela plataforma digital da sua instituição, ou seja, no internet banking ou aplicativo financeiro. 

Dentro da seção Pix do seu App, você poderá escolher a melhor opção de chave Pix para o seu negócio. Em cada um dos casos, será necessário confirmar a posse de seus dados, assim com descrito abaixo:

  • E-mail: Para isso, deverá inserir no aplicativo ou internet banking um código de confirmação enviado ao seu endereço eletrônico.
  • Número de celular: Um SMS será enviado com o código de confirmação. Basta inserir o código na solicitação da chave Pix.
  • CNPJ/CPF: Não é necessário confirmação. Entretanto, só é possível usar o mesmo número de documento cadastrado na conta, podendo levar 1 dia para a validação.
  • Chave aleatória: Pode variar conforme a instituição. Geralmente, não exige confirmação.

Caso você precise mudar alguma dessas informações, deverá excluir essa chave e cadastrá-la novamente.

22. Como cadastrar CNPJ no Pix?

A chave Pix é cadastrada por meio do seu aplicativo bancário. No caso da chave Pix CNPJ, basta acessar a sua conta empresarial e:

  1. Encontre a seção Pix;
  2. Clique em “cadastrar chave”;
  3. Selecione a opção “CNPJ”;
  4. Insira os dados do CNPJ;
  5. Aguarde a validação (até 1 dia).

23. Como mudar a chave Pix?

As chaves Pix não são editáveis. Isso significa que não é possível mudar ou editar a identificação da chave. Nessas situações, para mudar uma determinada chave Pix é necessário:

  1. Excluir a chave Pix desejada;
  2. Criá-la novamente da forma correta.

24. Posso passar minha chave Pix para qualquer pessoa?

Sim, você pode. As chaves Pix foram criadas com o intuito de serem compartilhadas, visando proporcionar agilidade nas transações. Todas as opções de chaves foram estudadas pelo Bacen e escolhidas para garantir a segurança dos envolvidos.

Porém, para facilitar ainda mais as transferências, por meio dessas chaves é possível criar QR codes ou links de pagamento com as informações de compra. Dessa forma, não é necessário passar as informações da chave, garantindo sua privacidade. 

25. Posso ter duas chaves Pix no mesmo banco?

Você tem de 1 a 4 chaves Pix ativadas em seus aplicativos financeiros (e-mail, número de telefone, CNPJ/CPF e chave aleatória). O limite total de chaves ativas pode variar conforme a instituição financeira utilizada.

26. Posso ter a mesma chave Pix em bancos diferentes?

É impossível ter a mesma chave Pix em dois bancos ou fintechs diferentes. Isso ocorre porque cada chave é anexada a uma conta específica. Assim, caso você queira utilizar uma chave Pix já anexada em outra conta, é preciso pedir a portabilidade de chave Pix.

27. Como saber em qual banco está minha chave Pix?

Para saber em quais bancos suas chaves Pix estão registradas, você pode utilizar o sistema Registrato, um serviço oferecido pelo Banco Central. Ele pode ser acessado se você tiver uma conta prata no site do Governo.

Para isso, você precisa:

  1. Abrir uma conta no sistema do Gov.;
  2. Cumprir com os requisitos de segurança, para alcançar a conta prata;
  3. Acessar o Registrato no Internet Banking ou pelo site oficial do Bacen; 
  4. Clicar na opção ‘Consultar’ na aba ‘Chaves Pix’.

28. O que fazer com chave Pix com inconsistência?

Quando o sistema indica inconsistência na chave Pix, geralmente é porque a Chave Pix não é reconhecida pelo sistema. Isso ocorre por três motivos principais:

  1. Erro de digitalização: a Chave Pix pode ser sido digitada de forma errada;
  2. Formato errado: alguns aplicativos pedem para informar o tipo de chave. Caso a informação esteja errada, como um CPF no lugar de telefone, o sistema indicará inconsistência. 
  3. Chave Pix não cadastrada: se a chave em questão não é cadastrada no sistema, então ela não existe no banco de dados do Pix, indicando inconsistência da chave.

29. O que é API Pix?

A API Pix é uma interface de programação que permite a automação e o gerenciamento de transações financeiras. Por meio dessa ferramenta, é possível integrar uma variedade de operações relacionadas a pagamentos e recebimentos utilizando o Pix.

Ela é responsável por soluções como: 

  • Geração de cobranças;
  • Envio de notificações;
  • Configuração de chaves de identificação
  • Criação de QR code;
  • Divisão de pagamentos.

30. Como funciona a integração API Pix?

Embora os bancos tenham sido os primeiros a implementar o Pix, a API Pix não é exclusiva deles. Atualmente, existem diversas empresas que oferecem esse serviço e cada uma tem uma forma de realizar a integração, conforme seu próprio produto. 

O Asaas, por exemplo, é uma conta digital completa que oferece a API Pix como solução financeira aos clientes, com fácil integração. Além disso, você tem acesso a outros, que facilitará toda a gestão financeira do negócio.

31. O que é um QR code Pix?

O QR code Pix é uma forma de pagamento que utiliza um código QR (Quick Response) para realizar a transação financeira

Existem dois tipos de QR codes que são frequentemente utilizados em transações Pix: QR Code Pix Estático e QR code Dinâmico.

Nesse caso, o usuário escaneia código de barras bidimensional – geralmente quadrado – com a câmera do celular e realiza o pagamento diretamente da sua conta bancária. 

32. Como funciona o QR code?

O QR code Pix é a ferramenta ideal para ganhar agilidade e eficiência em suas vendas. Ele pode ser facilmente criado através do aplicativo da sua instituição de pagamentos, sendo dinâmico ou estático.

Uma vez criado, basta tornar o QR code acessível ao seu cliente para que ele possa efetuar o pagamento. Muitos estabelecimentos deixam o código impresso próximo do caixa, facilitando o contato dos clientes com o código.

33. Quais são os tipos de QR code?

O QR code é um tipo de código de barras bidimensional, geralmente em formato quadrangular. Esse tipo de código pode ser utilizado para passar informações de transações Pix por meio de dois formatos: dinâmico e estático.

34. O que é QR code dinâmico?

O QR Code Dinâmico é um tipo de código gerado para transações momentâneas, ou seja, ele é exclusivo para uma transação específica. Ele é ideal para transações pontuais e únicas, tendo em vista seu tempo de permanência.

Neste caso, o código pode possuir um valor fixo ou não, sendo utilizado em vendas ou doações. 

35. O que é QR code estático?

O QR code Estático é um tipo de código que pode ser utilizado múltiplas vezes, podendo conter um valor fixo ou não. Geralmente, é utilizado em situações em que a empresa vai receber seus pagamentos em diferentes momentos.

Neste caso, é recomendável imprimir ou salvar a imagem do código, para poder utilizá-lo mais vezes.

geração do QR Code Estático está disponível apenas no Aplicativo do Asaas

36. Como gerar QR code para receber Pix?

Você pode criar um QR code Pix para receber pagamentos online e presenciais por meio de uma instituição financeira regulamentada, assim como o Asaas.

O passo a passo pode variar conforme o aplicativo da empresa. No Asaas, seguimos o seguinte passo a passo:

  1. Clique em “Criar cobrança”.
  2. Depois vá em “O que cobrar?”, e insira o valor e a descrição da cobrança.
  3. Selecione “Qual será a forma de pagamento”, escolha “À vista ou parcelado” ou “Assinatura”.
  4. Coloque o número de parcelas ou se será à vista
  5. Preencha o campo com a data de vencimento da cobrança.
  6. Acesse “Como seu cliente poderá pagar?”, selecione “Boleto Bancário / Pix”.
  7. Preencha, se necessário, juros, multa e desconto.
  8. Selecione como a cobrança será enviada (e-mail, SMS, impresso ou Correios).
  9. Preencha os dados do cliente que será cobrado.
  10. Selecione as notificações que serão enviadas.
  11. Finalize a criação da cobrança.

Pronto! Com o gerador de QR code Pix do Asaas, seu cliente só precisa escanear o código para realizar o pagamento, sem precisar digitar os dados da conta manualmente.

37. Qual é o melhor gerador de QR code Pix?

O melhor gerador de QR code Pix é aquele que oferece mais agilidade e o melhor custo-benefício à sua empresa. Geralmente, empresas que oferecem o gerador de QR code também agregam outros tipos de ferramentas financeiras empresariais.

Um exemplo disso é o Asaas, uma instituição de pagamentos completa, preparada para facilitar os recebimentos das empresas. Por meio desse sistema, você tem acesso a diversas ferramentas que tornam a rotina financeira mais ágil e funcional, como:

38. Como fazer a leitura do QR code pelo celular?

Existem duas formas de fazer a leitura do QR code Pix. Em alguns dispositivos, é possível fazer a leitura diretamente pela câmera do celular.  

Caso o celular não tenha essa função, você pode utilizar uma ferramenta, como o próprio aplicativo do banco ou Google Lens.

Para completar a leitura, é preciso apenas apontar a câmera do seu celular para o QR code, seja por aplicativos ou não, e ele irá te direcionar para a página de pagamentos.

39. O que é Pix parcelado?

Essa modalidade de pagamento é oferecida por instituições bancárias autorizadas, que permitem o pagamento parcelado de diferentes serviços ou produtos através do Pix.

Essa é uma função que opera por meio de linha de crédito. Por isso, é importante consultar sua instituição para entender quais são as políticas de parcelamento por Pix, como os limites, juros e multas cobrados.

40. Como funciona o Pix parcelado?

O Pix parcelado é uma modalidade de pagamento por crédito oferecida por algumas instituições financeiras. Por meio desse recurso, os clientes pagam a fatura parceladamente, com juros e multas definidos, funcionando como um empréstimo.

Funciona assim: o valor do Pix é creditado em parcelas diretamente da conta do comprador, sendo recebido de forma instantânea pelo destinatário. 

Vale ressaltar que é preciso ter uma linha de crédito pré-aprovada junto à instituição financeira para optar por essa modalidade.

41. Como fazer Pix parcelado?

Cada instituição de pagamentos pode ter regras diferentes para o uso do Pix parcelado. Geralmente, ele acaba operando de modo parecido ao empréstimo. Neste caso, a instituição usa o cartão de crédito do cliente para permitir o parcelamento da compra via Pix.

Para vender por Pix parcelado no Asaas, siga o passo a passo abaixo:

  1. Clique em “Criar cobrança”;
  2. Vá em “O que cobrar?”, e insira o valor e a descrição da cobrança;
  3. Selecione “Qual será a forma de pagamento”, escolha “À vista ou parcelado”;
  4. Coloque o número de parcelas necessárias;
  5. Preencha o campo com a data de vencimento da cobrança;
  6. Acesse “Como seu cliente poderá pagar?”, selecione “Boleto Bancário / Pix”;
  7. Preencha, se necessário, juros, multa e desconto;
  8. Selecione como a cobrança será enviada (e-mail, SMS, impresso ou Correios).
  9. Preencha os dados do cliente que será cobrado.
  10. Selecione as notificações que serão enviadas.
  11. Finalize a criação da cobrança!

Lembre-se que os passos podem alterar conforme o aplicativo da instituição utilizada.

42. O que é Pix agendado?

O Pix Agendado, ou Pix Programado, é uma ferramenta lançada pelo Banco Central (Bacen) com outras funcionalidades do Pix. Ela permite aos usuários programem transações financeiras para serem realizadas em datas futuras, de forma automática.

Assim, o Pix programado proporciona praticidade, permitindo que sua empresa mantenha a organização das suas finanças, evitando juros e multas por inadimplências.

43. Como funciona o agendamento do Pix?

Nessa modalidade, é possível coordenar pagamentos, transferências e até mesmo programar recorrências, definindo a data e o horário em que a transação será efetuada.

O agendamento é feito no momento de finalizar a operação via Pix, dentro do aplicativo da sua instituição financeira. Neste caso, o valor da transferência fica retido na conta emissora, sendo liberada ao destinatário no momento definido pelo pagador.

44. Como agendar Pix?

É comum que esse pedido de agendamento Pix apareça ao final da operação, no momento de verificação das informações de transferência. Por isso, para agendar o Pix, você precisa primeiro inserir todas as informações de compra.

No sistema Asaas, o Pix pode ser agendado seguindo este passo a passo:

  1. Encontre a seção “Pix”, no menu lateral do Asaas.
  2. Depois, clique sobre o botão “Enviar Pix”.
  3. Preencha os dados de transferência, como valor, se será à vista ou parcelado, descrição, etc;
  4. Edite o campo “Data” e insira o dia desejado para a efetivação do Pix;
  5. Caso a data escolhida seja diferente da data atual, será informado que a transação é um Pix agendado.
  6. Clique no botão “Continuar”, tendo certeza dos dados preenchidos;
  7. Para continuar, basta inserir nos passos seguintes o token SMS que será enviado ao seu celular.
  8. Ao final do processo, aparecerá na tela “Pix agendado com sucesso”.

45. Qual horário cai o Pix agendado?

Após a confirmação da operação Pix agendado, a transferência ficará retida dentro da conta até chegar o dia e horário definido pelo pagador. Após a data, o valor é liberado e a operação é finalizada de forma imediata, enviando o valor para a conta do destinatário

46. Como cancelar o Pix agendado?

As empresas regulamentadas que oferecem o Pix já tem a opção de cancelamento de Pix agendado. Para isso, basta entrar no aplicativo da empresa e procurar por Lançamentos Agendados ou Pagamentos Agendados.

Vale lembrar que cada sistema tem seu próprio processo para solicitar o cancelamento de pagamentos futuros. No Asaas, o passo a passo para cancelar Pix Agendado é:

  1. Acesse “Pix” no menu lateral esquerdo da plataforma
  2. Vá até o bloco “Agendados” e localize o Pix que você deseja cancelar
  3. Clique no botão de situação “Agendado”;
  4. Você será direcionado para a página onde poderá cancelar a transferência clicando em “Cancelar agendamento”.
  5. Após confirmar a ação, a situação da transferência mudará de “Agendado” para “Cancelado”.

47. O que é Pix programado?

O Pix Programado, ou Pix Agendado, é uma modalidade do Pix lançada pelo Banco Central (Bacen). Neste caso, os usuários podem programar operações financeiras para serem realizadas em datas futuras.

Por meio dessa modalidade, sua empresa mantém a organização das finanças, facilitando o pagamento das contas fixas de sua empresa.

48. Como funciona o Pix programado?

Nessa modalidade, é possível programar seus pagamentos. Ao final da operação Pix, você estabelece um dia e horário para o pagamento de determinada conta. Esse valor fica retido, sendo liberado ao destinatário no momento definido pelo pagador.

49. Como fazer Pix programado?

O Pix pode ser programado no momento em que a operação Pix é finalizada. Sendo assim, o processo de agendar/programar um Pix pode variar conforme a sua instituição financeira

No sistema Asaas, o Pix pode ser agendado seguindo este passo a passo:

  1. Encontre a seção “Pix”, no menu lateral do Asaas.
  2. Depois, clique sobre o botão “Enviar Pix”.
  3. Preencha os dados de transferência, como valor, se será à vista ou parcelado, descrição, etc;
  4. Edite o campo “Data” e insira o dia desejado para a efetivação do Pix;
  5. Caso a data escolhida seja diferente da data atual, será informado que a transação é um Pix agendado.
  6. Clique no botão “Continuar”, tendo certeza dos dados preenchidos;
  7. Para continuar, basta inserir nos passos seguintes o token SMS que será enviado ao seu celular.
  8. Ao final do processo, aparecerá na tela “Pix agendado com sucesso

Pronto! Após isso, o sistema fará o pagamento de forma automática, assim que chegar a data marcada.

50. O que é Pix recorrente?

O Pix recorrente é uma modalidade muito utilizada para a venda de serviços de assinatura ou pagamentos constantes, como aplicativos de músicas ou mensalidades escolares. 

No Pix recorrente, o vendedor inclui um QR code em seus boletos ou carnê de cobrança, que pode ser estático ou dinâmico. Assim, basta que o pagador direcione a câmera para o código para efetuar o pagamento.

51. Como funciona o Pix recorrente?

Cada instituição financeira tem um processo próprio de funcionamento do Pix recorrente. No Asaas, por exemplo, o Pix recorrente é enviado em formato de QR code, anexado ao boleto de cobrança.

Há uma nova funcionalidade sendo desenvolvida pelo Banco Central chamada de Pix Automático, que pretende melhorar a função de recorrência do Pix. Porém, ainda não há uma data oficial de lançamento dessa ferramenta.

52. O que é Pix copia e cola?

Ao utilizar o Pix copia e cola, o cliente não precisa digitar os dados da chave Pix. Ele precisa apenas copiar o código Pix e colá-lo no aplicativo financeiro para efetuar o pagamento, tornando o processo mais rápido e menos suscetível a erros.

53. Como funciona o Pix copia e cola?

O Pix copia e cola é uma forma fácil e prática de encaminhar cobranças. Depois de inserir e confirmar as informações de compra, a própria instituição escolhida dará as opções de compartilhamento de cobrança por QR code, link de pagamento ou Pix copia e cola.

Funciona assim:

  1. Você preenche os campos de cobrança por Pix com as informações da venda;
  2. Depois escolhe a opção de código por Pix Copia e Cola;
  3. Envie o código para o cliente;
  4. O cliente vai copiar o código, entrar na área Pix do banco e colar o código no campo apropriado.
  5. Feito isso, é só confirmar os dados e finalizar a operação!

54. Como pagar com Pix copia e cola?

Caso você seja o comprador, após fechar a compra, o vendedor deve gerar e encaminhar o código do Pix Copia e Cola para o pagador. Com o código em mãos, você deve:

  1. Acessar seu aplicativo do banco;
  2. Entrar na área Pix;
  3. Escolher a opção Copia e Cola;
  4. Colar o código encaminhado pelo vendedor;
  5. Confirmar os dados e finalizar a operação!

55. O que é Pix saque?

O Pix Saque é uma funcionalidade que permite que os clientes saquem dinheiro em comércios. Ou seja, em vez de ir a uma agência bancária, ele pode parar em um estabelecimento, fazer o Pix e receber o mesmo valor transferido na hora.

56. Como funciona o Pix saque?

O Pix Saque pode ser utilizado em momentos onde o consumidor precisa de dinheiro físico e não há agência bancária por perto. Basicamente, o cliente paga um valor em Pix para um comércio e a quantia é devolvida na forma física

Para utilizar a funcionalidade Pix Saque, basta:

  1. Ir até um comércio ou estabelecimento de sua preferência;
  2. Verificar se o local possui o valor físico necessário para a operação;
  3. Efetuar um Pix com o valor que gostaria de sacar;
  4. Receber o valor transferido no Pix em dinheiro físico.

57. O que é Pix troco?

O Pix Troco permite que seu cliente, na hora de pagar pela compra, realize um Pix com o valor maior do que o do produto e receba troco em dinheiro. Assim, o consumidor não precisa recorrer a um caixa eletrônico para retirar pequenos valores. 

58. Como funciona o Pix troco?

O Pix troco é utilizado em operações onde já há um processo de compra e venda. Por exemplo: seu cliente compra um produto de 45 reais. Ao efetuar o Pix, ele transaciona 50 reais para sua empresa, fazendo com que ele receba um troco de 5 reais.

Essa modalidade é utilizada para evitar idas desnecessárias às agências bancárias, agilizando o acesso ao dinheiro físico dos consumidores.

59. Como funciona o boleto Pix?

Em algumas instituições financeiras, é possível emitir um boleto com um QR code Pix ou um código Copia e Cola. Assim, serão duas formas de cobrança em uma só, aumentando as chances do recebimento do pagamento imediato

Para efetuar o pagamento, basta que seu cliente insira o código dentro do aplicativo bancário, seja apontando a câmera para o QR code ou colando o código Pix.

Geralmente, o seu próprio sistema de pagamento já vai oferecer essa opção. No Asaas, por exemplo, o boleto com QR Code fica igual à imagem abaixo, podendo alterar a logo para a da sua empresa.

a imagem mostra o boleto com qr code pix do Asaas

60. Como gerar boleto com QR code Pix?

Cada instituição financeira tem seus próprios métodos para gerar um boleto com QR code Pix. Na plataforma do Asaas, por exemplo, você seleciona “criar cobrança” e insere as informações conforme os passos abaixo:

  1. Indique o valor e a descrição da cobrança;
  2. Selecione se o pagamento será à vista, parcelado ou por assinatura;
  3. Informe a data de vencimento da cobrança;
  4. Marque a opção “boleto bancário / Pix” em “como seu cliente poderá pagar?
  5. Inclua dados de juros, multa e desconto;
  6. Indique o envio da cobrança: e-mail, SMS, impresso ou Correios;
  7. Preencha as informações do cliente;
  8. Pronto! É só finalizar a sua cobrança para envio automático

Além da facilidade na emissão de cobranças, sua empresa ganha 30 transações gratuitamente todo mês para usar em transferências via Pix.

Se você procura uma plataforma que ofereça meios de pagamento variados e ferramentas eficazes para a gestão de cobrança, conheça o Asaas e ganhe facilidade nas suas vendas.

61. Como pagar boleto pelo Pix?

Pagar boleto por Pix é rápido, fácil e prático. Basta que você:

  1. Acesse o seu aplicativo financeiro;
  2. Entre na seção Pix do aplicativo;
  3. Selecione a opção “Ler QR code” ou “Pagar por QR code;
  4. Aponte a câmera do seu celular para o código do boleto;
  5. Confira os dados de pagamento
  6. Confirme o pagamento.

Pronto! Sua cobrança foi enviada com sucesso, sem complicações e evitando a inadimplência de pagamentos.

62. Como funciona o Pix no cartão de crédito?

Quando o pagamento Pix é feito no crédito, o valor da compra passa a ser cobrado junto à fatura do cartão de crédito, e a transação continua sendo recebida de forma imediata.

Vale lembrar que: conforme definido com sua instituição financeira, podem ser acrescentados juros a essa cobrança. Por isso, atente-se às taxas de uso dessa modalidade.

63. Como fazer Pix com cartão de crédito?

Para fazer um Pix com cartão de crédito, primeiramente, é necessário conferir se há limite de crédito na conta para a operação. Se o limite estiver dentro do necessário, você pode:

  1. Abrir o seu aplicativo financeiro
  2. Acesse a seção “Pix”.
  3. Inserir os dados da operação e a chave Pix;
  4. Selecionar o cartão de crédito como pagamento;
  5. Inserir o número de parcelas;
  6. Confirmar a operação.

Lembre-se de buscar uma instituição financeira que realmente possa colaborar com suas operações empresariais. No Asaas, por exemplo, você tem a possibilidade de pedir a antecipação de seus recebíveis, podendo ser uma opção mais eficaz que o crédito.

64. O que é Pix consolidado?

Chamar de “Pix consolidado” é uma forma de mostrar a presença do Pix no mercado. Conforme a pesquisa feita pelo Asaas, de 2022 a 2023 o uso do Pix triplicou, sendo usado em cerca de 114 milhões das transações, apontando um crescimento de 314% no uso do Pix.

65. O que é Pix estornado?

O Pix estornado é a ação de devolução ou cancelamento do pagamento efetuado por Pix. Isso pode ocorrer em algumas situações específicas, principalmente em casos de suspeitas de golpes e fraudes na conta bancária.

Para realizar esse tipo de processo, você deve relatar o motivo de requerer o estorno do Pix para a instituição onde a transferência foi realizada. Caso seja entendido que foi uma situação de fraude ou golpe, o valor transferido estorna em até 96 horas.

66. O que é Pix diurno?

São chamados de Pix diurno todas as transações realizadas durante o dia, nos períodos matutino e vespertino (manhã e tarde). 

Para essas transações Pix terem uma maior garantia de segurança, é possível estabelecer limites para as operações diurnas, facilitando o controle do dinheiro e evitando roubos. Porém, não é uma ação obrigatória.

67. O que é Pix automático?

O Pix automático, ou Pix recorrente, será uma nova função da modalidade de pagamentos instantâneos, que ainda não tem data de lançamento. Por meio desta funcionalidade, será possível programar seus pagamentos para serem realizados de forma automática.

Vale ressaltar que o Pix automático só poderá ser feito para pessoas jurídicas ou CNPJ. Ou seja, clientes pessoas físicas poderão agendar seus pagamentos apenas para pagar as empresas.

68. O que é Pix garantido?

O Pix garantido é uma modalidade de pagamento, que ainda será lançada. Na teoria, ela permitirá que compras sejam parceladas pelo Pix. Ou seja, a partir de um valor limite, cada pessoa poderá parcelar uma compra em até 24x.

Ainda não existe definição dos limites de cada pagador, porém, esse serviço deve dispensar o cartão de crédito.

Vale ressaltar que também será necessário existir instituições financeiras habilitadas para intermediar a transação. Assim, o banco garante que o estabelecimento vai receber o valor total da compra, mesmo que o cliente não tenha dinheiro na conta para pagar.

69. O que acontece quando contestamos um Pix?

Para facilitar a contestação de pagamentos, o Banco Central criou o Mecanismo Especial de Devolução (MED). Essa ferramenta tem como objetivo aumentar as chances de vítimas de golpes ou de falhas de transação recuperarem seu dinheiro das operações Pix.

Basicamente, ao contestar o pagamento na instituição onde a transferência foi realizada, o banco leva 7 dias para analisar se o seu caso faz parte do MED.

Se confirmado fraude, quem recebeu o Pix tem o valor bloqueado em sua conta e o valor é estornado em até 96 horas (de forma parcial ou integral). 

70. Como contestar Pix?

O processo para fazer a contestação de um Pix funciona apenas para os casos de fraudes ou tentativas de golpes. A situação precisa se encaixar dentro das regras do Mecanismo Especial de Devolução (MED), criado pelo Banco Central. 

O processo é assim:

  1. Você relata a contestação do Pix para a instituição onde a transferência foi realizada.
  2. O banco irá avaliar o pedido;
  3. Caso seja entendido que a situação se encaixa no MED, o valor transferido será bloqueado;
  4. O banco vai analisar a contestação em até 7 dias;
  5. Se o banco confirmar a fraude, o valor pode ser estornado em até 96 horas (de forma parcial ou integral).

71. É possível cancelar um Pix depois de feito

A modalidade tradicional do Pix não permite cancelamento depois de confirmada a transação, apenas na modalidade de Pix Agendado. 

Para conseguir recuperar o valor já transferido, é preciso fazer a contestação de pagamento, que é aceito apenas em casos de roubo ou fraude. 

Outra solução é tentar negociar com o recebedor do Pix, que pode transferir o valor novamente para sua conta. Porém, vale lembrar que o recebedor não é obrigado a fazer isso.

72. Como cancelar Pix em processamento?

É impossível cancelar um Pix já confirmado, mesmo que ele esteja em processamento. Isso ocorre porque o Pix é um sistema instantâneo, ou seja, a transferência ocorre de forma imediata.

Para tentar recuperar o seu dinheiro, espere a transação ser confirmada (ou não) e tente negociar com o recebedor a devolução. Caso não chegue em um acordo, contate sua instituição financeira para entender quais as medidas cabíveis para sua situação.

73. Como cancelar Pix enviado?

O Pix é um método de pagamento instantâneo. Ou seja, depois de confirmar o processo de pagamento, é impossível cancelar o envio do Pix. 

Para evitar perder todo o seu dinheiro, você pode tentar negociar a devolução com o recebedor ou conversar com a instituição financeira, para entender o que pode ser feito.

74. Como cancelar Pix errado?

Após confirmar o envio do Pix, não é possível cancelar. Dentre as opções para recuperar seu dinheiro estão: 

  1. Entrar em contato com o recebedor e negociar devolução do valor; ou
  2. Relatar a situação para sua instituição financeira, buscando entender quais procedimentos podem ser tomados.

Vale ressaltar que vítimas de fraudes ou golpes têm maiores chances de receber o estorno do Pix. Por isso, é importante conferir todas as informações do destinatário antes de confirmar o pagamento.

75. Pix pode ser feito a qualquer hora?

Sim! O Pix pode ser feito 24h por dia, todos os dias da semana, incluindo sábados, domingos e feriados. A única atenção necessária é em relação ao limite de valores no horário noturno.

76. Posso fazer Pix de madrugada?

Sim, o Pix pode ser feito de madrugada, operando na modalidade Pix Noturno (das 20h às 6h ou das 22h às 6h). Vale lembrar que esse horário Pix tem um limite de valores em cada transação e um limite de valor total das transações efetuadas naquele período.

Neste caso, tanto o limite de valores, quanto o horário estabelecido podem ser alterados pelo portador da conta, no próprio aplicativo financeiro.

77. Qual horário limite para Pix?

O Pix não tem um limite de horário, podendo ser feito em qualquer momento do dia. Sua única restrição é em relação ao limite de valores transacionado. Assim, o Pix atua em dois tipos de modalidades de horários:

  • Diurno: manhã e tarde
  • Noturno: começa às 20h ou 22h e encerra às 6h

O limite de valores e o horário dessas modalidades é pré-definido pela instituição financeira e pode ser alterada pelo dono da conta, caso seja necessário, dentro de 48h.

78. Qual horário do Pix noturno?

O Pix noturno, de forma padrão, inicia às 20h ou 22h e termina às 6h da manhã, podendo ser alterado conforme a necessidade do portador da conta. Assim que o horário noturno encerra, o diurno inicia.

79. Qual o horário do Pix diurno?

O Pix diurno, de forma pré-definida pelo banco, inicia às 6h da manhã e termina às 20h ou 22h, podendo ser alterado pelo portador da conta. Após o horário diurno, o sistema entra na modalidade de Pix noturno, com limite de valor por transação.

80. A partir de que horas o Pix é limitado?

O Pix noturno tem limites de valores, podendo iniciar às 20h ou 22h. A partir desse horário, o Pix tem um limite de valores por transação, para garantir a segurança do seu dinheiro. 

Tanto o horário quanto o valor limite por transação são pré-estabelecidos pela instituição financeira, podendo ser alterado pelo responsável pela conta.

81. Qual o valor máximo de um Pix?

Conforme o Banco Central, o limite máximo de um Pix noturno (20h às 6h) pré-definido é de R$1.000, que pode ser alterado pelo portador da conta se necessário. No Pix diurno, você também tem a opção de colocar essa restrição, porém ela não é obrigatória.

82. Qual valor mínimo do Pix?

O Pix não tem um valor mínimo de transferência, permitindo a transições a partir de R$0,01. Independente da quantia enviada, o sistema entrega segurança e instantaneidade aos pagamentos via Pix, garantindo agilidade e eficácia nas operações.

83. Qual o limite de Pix por dia?

O limite diário pré-definido das transações Pix é de R$ 3.000 durante o período diurno e R$ 1.000 durante a noite (das 20h às 6h). Caso seja necessário, os clientes podem alterar esses limites, sem qualquer problema burocrático.

Os limites podem ser alterados pelos clientes, na opção “Meus Limites Pix”. Lembrando que a redução de limite é imediata, mas o aumento depende da avaliação da instituição, podendo levar entre 24 e 48 horas para aprovação.

84. O que é o golpe do Pix?

O golpe do Pix é uma fraude que se tornou comum no Brasil. Basicamente, esse golpe consiste em enganar o usuário para que ele faça uma transferência de dinheiro

No caso do Pix, como o pagamento precisa ser confirmado pelo dono da conta, os golpistas precisam utilizar de manipulação direta. Isso envolve convencer a vítima a transferir o dinheiro voluntariamente, sob um falso pretexto.

85. Quais são os tipos de golpes no Pix?

Existem diversos tipos de golpes do Pix. Os mais comuns são:

  1. Golpe do WhatsApp Clonado: Os golpistas fazem a clonagem do WhatsApp de suas vítimas por meios de links ou códigos enganosos. Depois, o criminoso entra em contato com os números salvos pedindo ajuda financeira por Pix, aplicando golpe generalizado em amigos e parentes das vítimas.
  2. Golpe das Falsas Centrais de Atendimento: Criminosos, se passam por agentes bancários e induzem suas vítimas a realizar Pix por meio de chaves específicas, para “validação”. Assim, elas acabam fazendo transações que não serão devolvidas, caindo no golpe Pix.
  3. Golpe Bug do Pix: Golpistas divulgam “bugs” fictícios no Pix, prometendo ganhos ao realizar transferências para chaves específicas. Porém, as transferências acabam sendo depositadas nas contas dos criminosos, fazendo com que a vítima perca seu dinheiro.
  4. Golpe do QR Code Falso: Criminosos substituem QR codes originais em vídeos ou imagens populares por versões fraudulentas. Assim, ao utilizarem o QR code falso, as vítimas transferem seus dinheiros para os golpistas.
  5. Golpe do Arquivo Falso: golpistas utilizam sites falsos para coletar informações dos usuários. Com esses dados, eles criam chaves Pix em bancos próprios, utilizando as informações pessoais de suas vítimas para movimentar dinheiro.
  6. Golpe do Comprovante Falso: neste caso, os golpistas forjam comprovantes de transação em situações de vendas online e física. Ao alegarem ter pago, tentam convencer o vendedor a entregar seus produtos.

Lembre-se de sempre confirmar todos os pagamentos e transferências realizadas. Em caso de qualquer dúvida, entre em contato com sua instituição financeira.

86. O que fazer quando cai no golpe do Pix?

Se você foi vítima de algum tipo de golpe do Pix e efetuou o pagamento aos criminosos, é importante saber que o processo de devolução é burocrático e pode demorar

A primeira coisa a fazer é realizar a denúncia, registrar um boletim de ocorrência, e relatar o ocorrido à sua instituição de confiança

Para esses casos, o ideal é fornecer o máximo de informações possíveis sobre o golpe. Anote dados como a hora e data da transação, valores envolvidos, chave Pix utilizada e o nome da pessoa ou empresa para quem o valor foi depositado.

87. O que é o robô do Pix?

O Robô do Pix nada mais é do que outra forma de fraude, parecida com o “bug”. Neste caso, essa modalidade de golpe divulga a ideia de ajudar as vítimas a ganhar sorteios nas redes sociais, pagando um determinado valor ao criminoso.

88. Como criar um Pix para igreja?

Para criar um Pix para sua igreja, o primeiro passo é abrir uma conta digital específica para esse caixa. Dessa forma, além de manter a organização das suas finanças, será possível oferecer diversos meios de pagamento.

Para criar um Pix para sua igreja, você vai precisar:

  1. Acessar seu aplicativo financeiro;
  2. Escolher melhor a melhor opção para a chave Pix (CNPJ, e-mail, número de telefone ou aleatória);
  3. Passar pela validação da chave;

Pronto! Use a chave Pix para receber suas doações ou efetuar o pagamento de suas cobranças.

89. Como consultar Pix?

Você pode cadastrar mais de uma chave no mesmo banco, desde que ela não esteja vinculada à outra conta. Para consultar suas chaves Pix já cadastradas, pode consultar o Registrato do BC, ou:

  1. Acessar o Aplicativo ou Internet Banking;
  2. Encontrar a Seção do Pix;
  3. Selecionar “Minhas Chaves” ou Equivalente;
  4. Visualizar Suas Chaves Pix.

Além de visualizar as chaves, alguns aplicativos permitem que você edite ou exclua chaves Pix, se necessário.

90. Como aumentar o limite do Pix?

O limite do Pix pode ser alterado por meio dos aplicativos financeiros, instalados em celulares ou acessados de forma online. Geralmente, as instituições têm uma categoria específica para o Pix dentro de suas plataformas, onde é possível fazer a mudança.

No Asaas, por exemplo, os clientes podem alterar seu limite diretamente pelo aplicativo. Basta acessar a área de limites do Pix e solicitar o aumento ou redução do valor.

91. Como bloquear um Pix?

O processo para bloquear um Pix pode variar conforme o banco ou instituição financeira que você utiliza. Geralmente, o bloqueio Pix é uma medida de segurança para os casos de perda de celular, suspeita de uso indevido ou outras situações de risco.

Geralmente, o processo é:

  1. Acesse o Aplicativo ou Internet Banking;
  2. Encontre a Seção do Pix;
  3. Selecione a Opção de Segurança ou Bloqueio;
  4. Escolha a Chave Pix a ser bloqueada;
  5. Confirme o Bloqueio;
  6. Entre em contato com o Suporte.

Vale lembrar que não é possível bloquear diretamente um Pix de outra pessoa, apenas o seu.

92. O que precisa para fazer um Pix?

Para que a transação via Pix seja efetuada com sucesso, basta que os envolvidos na operação tenham:

  • Conta bancária em bancos ou instituições financeiras;
  • Chave Pix própria e do destinatário;
  • Acesso ao aplicativo financeiro;
  • Conexão com internet;

Vale lembrar que o sistema Pix não tem restrição de idade. Desde que cumpram com os requisitos acima, todos podem utilizar o Pix, sejam pessoas físicas ou jurídicas, como empresas, associações, igrejas, escolas, etc.

93. O que fazer quando enviar um Pix errado?

Assim que confirmado, o Pix não pode ser cancelado. Caso um Pix seja enviado errado, a única coisa que pode ser feita é tentar negociar com o recebedor do Pix. 

Dependendo da situação em que o Pix foi enviado, informe sua instituição financeira e veja quais medidas são cabíveis ao seu contexto.

94. O que fazer quando o Pix não cai na conta?

Se uma transação Pix não caí na conta, o primeiro passo a fazer é conferir se o pagamento foi efetuado. Depois de confirmar que o valor foi transferido, você deve:

  • Verificar o extrato do banco do destinatário;
  • Consulte o suporte do banco;
  • Registre a informação;
  • Entre em contato com banco do destinatário;
  • Consulte a validade da sua chave Pix e do recebedor.

Caso seja necessário, procure sua instituição financeira o mais rápido possível para regularizar sua situação.

95. Como fazer estorno de Pix?

Para requerer o estorno de Pix, sua situação precisa se encaixar dentro das regras do Mecanismo Especial de Devolução (MED). Esse é um sistema criado pelo Banco Central para combater os golpes e fraudes no Pix. 

A solicitação do estorno funciona assim:

  1. Você relata o motivo de requerer estorno do Pix para a instituição onde a transferência foi realizada.
  2. O banco irá avaliar o pedido;
  3. Caso seja entendido que a situação se encaixa no MED, o valor transferido será bloqueado;
  4. O banco vai analisar a contestação em até 7 dias;
  5. Se o banco confirmar a fraude, deve estornar o valor em até 96 horas.

96. Como fazer pagamento com Pix?

Existem duas formas principais para fazer um pagamento via Pix. Por meio de um QR code ou chave Pix. Para utilizar esse método de pagamento, você deve:

  1. Acessar seu aplicativo financeiro;
  2. Ir à seção Pix;
  3. Informar o tipo de chave (e-mail, CPF/CNPJ, número de telefone, ou chave aleatória) ou apontar a câmera para o QR code;
  4. Inserir os dados da compra;
  5. Confirmar a transação.

Pronto! Assim você terá feito um pagamento com Pix.

97. Como fazer Pix para quem não tem Pix?

As regras principais para fazer um Pix são: ter conta em instituição financeira e ter chave Pix cadastrada. Caso você ou o destinatário não tenha Pix ativo, a transação será inválida ou será enviada para a conta de terceiros, que tenham a chave inserida vinculada.

Para cadastrar a chave Pix, você só precisa:

  • Ir até a seção Pix do seu aplicativo financeiro, 
  • Escolher uma das chaves (e-mail, Número de celular, CPF/ CNPJ ou chave aleatória);
  • Confirmar e ativar a chave Pix.

Pronto! Assim você terá uma chave Pix para receber e pagar suas faturas.

98. Posso fazer um Pix para mim mesmo?

Sim. Você pode ter chaves Pix cadastradas em diversos tipos de conta. Assim, é possível fazer Pix para você mesmo, entre suas contas ativas

A única regra é que as chaves não podem ser repetidas, ou seja, cada chave Pix deve estar vinculada a uma única conta.

99. Em quais países existe o Pix?

O Pix é uma plataforma de pagamento instantâneo desenvolvida pelo Banco Central do Brasil e, portanto, é uma ferramenta disponível apenas no Brasil. 

Fora do Brasil, existem outros tipos de sistemas de pagamentos instantâneos, que foram criados e adequados conforme seus respectivos países de origem.

100. Como funciona o Pix internacional

O Pix Internacional é um recurso ainda em fase de desenvolvimento, que ainda não tem previsão para lançamento.

Conhecido também como “projeto Nexus”, a ideia é conectar o sistema de pagamento instantâneo de mais de 60 países diferentes

Além de facilitar transferências internacionais, esse recurso visa a integração do Brasil com outros países, estimulando a compra de produtos entre as nações.

101. Posso fazer Pix estando no exterior?

O Pix é um sistema exclusivo para clientes de instituições financeiras do Brasil. Assim, só é possível fazer Pix nas contas ativas vinculadas às instituições financeiras brasileiras. 

Para fazer Pix de fora do Brasil, é necessário ter acesso a ferramentas ou plataformas específicas neste tipo de transação.

102. Quem tem conta poupança pode ter Pix?

Sim. O Pix é um sistema de pagamento disponível para todos os tipos de contas bancárias, sejam elas contas poupança, correntes, de pagamentos ou de recebimentos. 

A única regra para o uso do Pix é que a conta utilizada precisa ter vínculo com uma instituição financeira autorizada pelo Bacen.

103. Quem usa Pix tem dinheiro a receber?

Não. O fato de alguém utilizar o Pix como meio de pagamento não indica que essa pessoa tem dinheiro para receber

Por isso, caso você tenha recebido esse tipo de informação, tome cuidado, pois pode se tratar de um golpe. Faça a sua denúncia e fique atento!

104. Precisa de conta no banco para ter Pix?

Sim. Para efetuar qualquer transação via Pix, é necessário ter uma conta no banco, vinculada a uma chave Pix. Só dessa forma será possível receber seus pagamentos ou quitar suas faturas via transferências Pix.

105. Precisa ter dinheiro na conta para fazer Pix?

Atualmente, existe uma modalidade chamada Pix crédito. Neste caso, o valor da compra passa a ser cobrado junto à cobrança da fatura do cartão de crédito, permitindo que o pagador faça a transação mesmo sem dinheiro na conta. 

Para evitar o pagamento de juros por crédito, o Asaas oferece a solução de antecipação de recebíveis, que permite a solicitação do dinheiro de pagamentos futuros. Assim, você não precisa pagar juros ou faturas por crédito.

106. O que é conta primária Pix?

A Conta primária Pix é como chamamos a conta principal do recebedor, que está sendo utilizada para operar a transferência. 

Nesse caso, é possível alterar o nome da conta primária no sistema Pix. Assim, na hora do pagamento, o nome da conta primária será o nome da sua empresa ou o seu nome profissional. 

Para isso, você só precisa excluir a chave Pix em questão e cadastrá-la novamente com o nome que desejar.

107. O que é número da conta Pix?

O número da conta Pix refere-se ao número de identificação da conta responsável pela transição. Nesse caso, para o número da conta Pix podem ser utilizados o número da sua conta bancária ou a chave Pix cadastrada

Você irá encontrar essas identificações da seguinte forma:

  • Para consultar todas as suas chaves Pix, você pode consultar o Registro do Banco Central. 
  • Para saber o número da sua conta bancária, basta entrar no perfil do seu aplicativo bancário.

108. O que é PSP do recebedor Pix?

O Prestador de Serviço de Pagamento (PSP) do recebedor do Pix está associado ao intermediador do pagamento Pix. Ou seja, é a instituição responsável por oferecer os serviços para a pessoa ou entidade que está recebendo o Pix.

109. A partir de quando o Pix vai ser cobrado?

Atualmente, o Pix não cobra taxa para pessoas físicas e nem tem previsão para ser taxado.  Apenas pessoas jurídicas precisam pagar taxas para receber por Pix PJs, que podem variar conforme a instituição financeira envolvida. 

No Asaas, por exemplo, sua empresa ganha 30 transações gratuitamente todo mês para usar em Pix, transferências e pagamento por QR Code estático. 

Além disso, suas cobranças só serão taxadas após seu cliente realizar o pagamento da fatura.

110. A partir de quantos anos pode ter Pix?

Não há idade mínima para ter Pix. Basta ter uma conta ativa em uma instituição financeira para poder usar o Pix.

Neste caso, vale lembrar que é permitido a abertura de contas para menores de idade, desde que haja um representante legal, como um dos pais ou responsável.

111. Bancos podem cobrar tarifa do Pix?

Sim. Os bancos podem cobrar tarifa do Pix, especialmente para contas PJs. Por isso, é fundamental conhecer as tabelas de preço e as vantagens oferecidas pelo seu banco ou conta digital. Assim, você entenderá qual é o melhor negócio.

O Asaas é uma instituição financeira que não cobra mensalidade, tendo apenas a taxa de recebimento dos pagamentos. Além disso, você tem acesso a diversos serviços de automação como: API de pagamento, checkout transparente, emissão de nota fiscal, etc.

112. Pix é seguro?

Sim, o Pix é seguro! Todas as informações pessoais utilizadas nas transações estão protegidas pelo sigilo bancário, assegurado pela Lei Complementar nº 105 e pela Lei Geral de Proteção de Dados.

Além disso, o Pix também conta com a segurança dos próprios aplicativos dos bancos, como a senha e a biometria. Por isso, podemos dizer que o Pix é seguro e deve ser utilizado sem preocupação. 

113. É seguro fazer Pix para desconhecidos?

Independentemente de quem seja o recebedor, toda transição Pix é segura. Apenas se lembre de confirmar se os dados do recebedor e da compra estão corretos, para evitar o envio de Pix para contas erradas.

Caso você queira preservar a privacidade de contato, evitando chaves como e-mail e número de celular, você pode utilizar um QR code Pix, facilitando a transferência.

114. Whatsapp Pix é confiável?

Recentemente, o WhatsApp lançou uma nova função: o WhatsApp Pay. Essa funcionalidade opera de forma semelhante ao Pix, possibilitando transferências financeiras dentro do próprio aplicativo de mensagens.

Para cuidar de seus pagamentos, o melhor é contar com uma instituição financeira qualificada e segura, assim como o Asaas

Além de oferecer diversos tipos de pagamentos, no Asaas você também tem acesso a ferramentas de automação e integração para seu negócio.

115. Devolução de Pix demora quanto tempo?

Na devolução de um Pix, o banco leva aproximadamente 7 dias para analisar seu pedido. Se o banco permitir a devolução, o valor pode ser estornado em até 96 horas (de forma parcial ou integral).

116. O que é Pix cobrança?

O Pix Cobrança é um método de pagamento utilizado por estabelecimentos, empresas e prestadores de serviços que geram cobranças para seus clientes. Por meio dessa modalidade, é possível enviar cobranças por Pix Copia e Cola, link de pagamento ou QR code.

117. Como funciona a cobrança via Pix?

O Pix é um método de transferência financeira que transaciona valores de uma conta bancária para outra. Para fazer a cobrança via Pix, basta:

  1. Cadastrar a chave Pix de sua preferência: CNPJ, e-mail, numero de telefone ou sequência aleatória;
  2. Selecionar uma das opções: “QR code”,”Link de pagamento”, “Boleto Pix” ou “Pix copia e cola”;
  3. Disponibilizar Pix para o cliente: mostre o QR code ou encaminhe a mensagem de texto ao cliente.

118. Quais são as vantagens do Pix para empresas

O Pix é uma ferramenta inovadora no sistema de pagamento brasileiro. Antes de sua criação, as transações financeiras demoravam até 1 dia útil para serem compensadas. Sendo assim, suas principais vantagens do Pix são:

  • Rapidez e instantaneidade da transferência;
  • Facilidade de uso;
  • Taxas de cobrança menores;
  • Popularização e alta adesão do mercado;
  • Pode ser usado em vendas online e presenciais.

119. Qual a taxa do Pix PJ?

A taxa do Pix para contas PJs pode variar conforme a instituição financeira envolvida. Por isso, é fundamental conhecer as tabelas de preço e as vantagens oferecidas pelo seu banco ou conta digital. 

No Asaas, por exemplo, além de não precisar pagar mensalidade, você ganha 30 transações grátis todo mês para usar em transferências via Pix. Outra vantagem é que você só é taxado após seu cliente realizar o pagamento da fatura.

Conheça todas as vantagens que só o Asaas tem e abra sua conta digital agora mesmo!

120. Como receber pelo Pix?

Para receber pelo Pix, você precisa primeiro cadastrar sua chave Pix (CNPJ, e-mail, número de telefone ou sequência aleatória). Depois, escolha uma das opções abaixo para disponibilizar Pix para o cliente:

  • QR code
  • Link de pagamento
  • Pix copia e cola.
  • Boleto Pix

121. Como gerar link de pagamento Pix?

A forma de gerar link de pagamento Pix pode variar conforme a instituição financeira utilizada. Dentro da plataforma do Asaas, basta entrar na sua conta digital e:

  1. Acessar o painel principal: Na coluna da esquerda, selecione a opção de link de pagamento.
  2. Preencher as informações: Coloque todos os dados importantes, como valor,  nome do link de pagamento Asaas, uma descrição opcional sobre a cobrança e imagem, se necessário.
  3. Escolher a forma de pagamento: Nesta etapa, você informa se o pagamento será à vista, parcelado ou assinatura e a forma de pagamento (boleto bancário, Pix e cartão de crédito). 
  4. Enviar o link: envie o link de pagamento Pix para o cliente por meio de um canal de comunicação da sua empresa, como e-mail ou whatsapp.
Interface do Asaas na criação do link de pagamento. Segunda etapa: Como o seu cliente poderá pagar? À vista, parcelado ou por assinatura?

122. Como oferecer Pix no e-commerce?

Para utilizar o Pix no e-commerce de forma eficiente, você precisa primeiro encontrar um sistema de pagamento seguro e eficiente, que faça a integração dos meios de pagamento.

O Asaas, por exemplo, além de permitir cobrança pelos meios de pagamento mais populares (Pix, boleto e cartão de crédito), também oferece recursos vantajosos para e-commerces, como:

  • Gateway de pagamentos: O gateway de pagamentos é responsável por processar as compras online, garantindo segurança e eficiência na transferência de dinheiro.
  • API Pix: Empresas podem utilizar a API Pix para integrar funcionalidades de pagamento instantâneo em seus sistemas.
  • Checkout Transparente: Processo feito em compras online, onde o cliente não é redirecionado para outro site para efetuar o pagamento.
  • White label de pagamentos: Serviço que permite a personalização da interface de pagamento, possibilitando que a empresa utilize qualquer solução com sua própria identidade visual.
  • One click buy: Método de compra online onde as informações de pagamento são armazenadas de forma segura, permitindo que o cliente conclua a compra com apenas um clique.
  • Split de pagamentos: Mecanismo que permite a divisão do valor total de uma transação entre diferentes destinatários.

123. Como funciona o Pix no e-commerce?

O Pix é uma ótima forma de pagamento para e-commerces. Assim que o cliente autoriza a transferência, o valor já está disponível na conta da sua empresa. Ou seja, não há a necessidade de esperar pelo tempo de compensação.

Vale lembrar que, conforme o sistema de pagamento utilizado, sua empresa pode ter que pagar uma taxa de recebimento. Por isso, é importante escolher bem a plataforma de pagamento para e-commerce, evitando serviços ineficientes e caros para o seu negócio.

124. Qual o melhor aplicativo para fazer Pix?

O Asaas é o melhor aplicativo para fazer Pix para empresas. Por meio de um sistema integrado, é possível fazer o controle de suas contas a pagar e receber, tendo o Pix como um dos principais meios de pagamento.

No Asaas, além de ganhar integração entre seus sistemas, você também tem acesso a ferramentas como:

  • Notificação de cobranças automáticas; 
  • API de pagamentos;
  • Emissão de notas fiscais automática;
  • Checkout transparente;
  • Split de pagamentos;
  • Antecipação de recebíveis;
  • Gateway de pagamento.
A imagem mostra a tela de criar cobrança do Aplicativo do Asaas: Cobrar Agora

125. Qual é o melhor gateway de pagamento Pix?

O melhor gateway de pagamento é aquele que atende as necessidades da sua empresa e que está disposto a dar o suporte necessário para a solução de seus problemas.

Asaas, por exemplo, oferece o gateway de pagamentos completo e online por meio de uma API de pagamento. Isso permite que o sistema seja utilizado em outras plataformas do seu sistema, podendo realizar funções como:

  • Criar cadastro de clientes;
  • Emitir cobranças;
  • Solicitar transferências;
  • Configurar e emitir notas fiscais;
  • Configurar notificações;
  • Solicitar antecipações e recuperações;
  • Criar subcontas (contas-filhas);
  • Recuperar informações.

Se você ficou interessado em ter as melhores funcionalidades de uma API, conheça mais sobre os produtos Asaas. Abra sua conta e receba por Pix agora mesmo!

Simplifique o recebimento de cobranças com o Asaas

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.