O que é Payment as a Service e quando vale a pena investir?

Por Joás Garcia
Publicado em 10 de março, 2022 | Atualizado em 29 de setembro, 2022

Você já ouviu falar em Payment as a Service? O termo também é conhecido como PaaS e tem sido uma opção para empresas que buscam facilidade para os processos de pagamento.

Mas será que uma solução como essa vale a pena para a sua empresa? O que é preciso avaliar para tomar essa decisão? 

Neste artigo, explicamos o que é Payment as a Service (PaaS) e como você pode descobrir se esse tipo de serviço é relevante para o seu negócio

Para ficar por dentro do que é esse recurso e o que ele pode fazer pela sua empresa, continue a leitura.

Conteúdo:

O que é Payment as a Service (PaaS)?

O Payment as a Service (PaaS), ou Pagamento como Serviço, é um serviço que as empresas contratam para facilitar o controle de pagamentos. Uma única solução integra recursos que possibilitam à empresa utilizar várias opções de cobrança.

A proposta desse tipo de solução é oferecer à empresa funcionalidades que podem ser combinadas. Dessa forma, é possível fazer o acompanhamento dos pagamentos de acordo com as necessidades específicas do negócio.

Tudo isso a partir de um serviço em nuvem, que é facilmente implementado na empresa e cuja cobrança de taxas é realizada apenas em relação às transações recebidas. 

Ou seja, a empresa que contrata o PaaS não paga uma mensalidade fixa. A cada mês, o serviço é cobrado de acordo com as operações financeiras realizadas.

De acordo com estudo do Gartner, até 2025, 51% dos gastos com TI devem migrar das soluções tradicionais para a nuvem pública. Dos gastos com software de aplicativo, 65,9% devem ser direcionados para tecnologias de nuvem em 2025, acima dos 57,7% em 2022.

Quais são as vantagens do Payment as a Service para a empresa?

Quando a empresa opta por uma solução de Payment as a Service, tem a vantagem de que a implantação é bem mais rápida do que um sistema instalado localmente

Modalidade baseada na nuvem

O funcionamento de um serviço como esse é pela web, uma vez que é uma modalidade baseada na nuvem, sem a necessidade de adquirir servidores.

Acesso pela internet

O dia a dia de uma empresa com uma solução de PaaS se torna mais prático. É possível acessá-la pela internet, os colaboradores podem utilizá-la de qualquer lugar e com vários usuários trabalhando ao mesmo tempo.

Atualização constante

Além disso, também há a vantagem de que a solução recebe atualizações constantes, oferecendo fácil acesso a inovações.

Diversidade nas formas de pagamento

Falando em facilidade, a solução de Payment as a Service também simplifica outros processos. Além de integrações, a oferta de uma maior variedade de formas de pagamento é uma grande vantagem para a empresa e seus clientes.

Quando vale a pena contratar um Payment as a Service?

Agora que você já sabe o que é uma solução de PaaS e como ela funciona, precisa descobrir se é um investimento que vale a pena fazer em sua empresa.

Para te ajudar a tomar essa decisão, listamos a seguir as principais situações em que é recomendado o uso de um sistema PaaS.

1. Quando a empresa quer oferecer mais recursos de pagamentos para os clientes

Um dos principais motivos pelos quais as empresas optam por uma solução de Payment as a Service é para garantir mais formas de pagamento para os clientes.

Com o pagamento como serviço, a empresa pode ter recursos integrados por API dentro do seu próprio sistema ou website. Alguns exemplos são o pagamento por cartão de débito e crédito, boleto, link de pagamento etc.

Tudo isso de forma ágil, simples, segura e com uma visão ampla das transações realizadas, facilitando a gestão financeira.

2. Quando há necessidade de fazer integrações

Uma das possibilidades mais eficientes de uma solução de pagamento como serviço é a de fazer integrações que sejam relevantes para os processos financeiros da empresa.

Por exemplo, se a empresa precisa de uma página de pagamentos própria, mas não quer ou não pode investir alto, uma opção é a integração whitelabel.

Nesse caso, não é necessário desenvolver do zero as funcionalidades de que precisa, podendo fazer uma integração a partir de uma solução PaaS.

3. Quando há demanda de cobranças em alta escala

Uma solução de Payment as a Service também é interessante quando a empresa possui um alto volume de cobranças. Como o sistema automatiza processos, é possível ganhar produtividade quando ele é utilizado.

Portanto, é uma opção inteligente até mesmo para tornar o negócio ainda mais escalável. Afinal, otimizar as atividades com um sistema libera os profissionais para trabalharem em tarefas mais estratégicas.

4. Quando a empresa quer passar mais confiança para seus clientes

Uma solução de Payment as a Service permite que a empresa ofereça uma melhor experiência de compra para os clientes.

Um exemplo é o checkout transparente em e-commerces. Ele garante ao consumidor a conclusão do pagamento de uma compra na mesma página da loja, sem precisar ser redirecionado.

Esse recurso transmite mais credibilidade para os clientes, que estão cada dia mais atentos em relação a fraudes na internet.

E, então, o Payment as a Service é uma opção interessante para a sua empresa? Como vimos, é um serviço com muitos recursos e que possibilita bastante facilidade para o dia a dia. 

Quer saber mais sobre um desses recursos? Leia o conteúdo completo sobre checkout transparente, entenda melhor o que é e por que usá-lo no seu negócio.

No Asaas você tem cobrança por ligação telefônica