• Home
  • |
  • Pix
  • |
  • Pix para empresas (Pix PJ): como funciona o pagamento instantâneo para pessoa jurídica

Pix para empresas (Pix PJ): como funciona o pagamento instantâneo para pessoa jurídica

Por Redação Asaas
Publicado em 24 de setembro, 2021 | Atualizado em 19 de outubro, 2021

O Pix chegou em 2020 e mudou a forma como pessoas e empresas efetuam pagamentos e transações financeiras. Rapidamente ultrapassou os antigos TED e DOC, atingindo milhões de usuários no país.

Desde então, muito foi noticiado sobre o Pix para pessoa física, mas e para pessoa jurídica? Cobra tarifas? Afinal, quais os benefícios do Pix para uma empresa, loja física ou e-commerce?

Continue acompanhando e descubra quais as vantagens do Pix para empresas.

Conteúdo

Como funciona o Pix para pessoa jurídica?

O Pix também veio para revolucionar a forma que uma loja, seja física ou online, recebe e processa os pagamentos. Dinheiro na conta instantaneamente, disponível todos os dias, independente de horário, e taxas mais baixas são algumas das vantagens para os empreendedores.

E não para por aí! Ao eliminar parte dos custos das transações, sua empresa também pode economizar ao efetuar pagamentos para fornecedores, salários dos funcionários e até tributos federais.

O Pix para pessoa jurídica funciona da mesma forma que para pessoa física: basta ter uma conta em um banco, fintech ou plataforma de pagamentos, registrar sua chave Pix e sua empresa está pronta para efetuar transações instantâneas.

Lembrando que não há restrições quanto ao tamanho do empreendimento: desde microempreendedores individuais (MEIs) até grandes corporações poderão participar do sistema.

Como começar a usar o Pix na minha empresa?

Um dos objetivos do Banco Central ao criar o Pix foi democratizar e facilitar o acesso a transações financeiras para todos. Logo, não seria diferente com o Pix para pessoa jurídica.

Abaixo te ajudaremos a criar o Pix da sua empresa:

  • Para começar a usar, tenha uma conta transacional (conta-corrente, poupança ou de pagamento) em uma instituição financeira ou de pagamentos, como banco, fintech ou plataforma de pagamentos.  
  • Crie o cadastro Pix na instituição escolhida. Pode ser via internet banking ou aplicativo.
  • Escolha uma chave Pix: ela facilitará as transações ao representar os dados da conta da sua empresa, como um “apelido”. Aqui, você pode escolher entre o CNPJ, e-mail, número de celular ou um código aleatório.
  • De um aplicativo para outro, alguns passos podem mudar, mas basta ler atentamente. Em quase todas as instituições, o cadastro é parecido. 
  • Pronto! Basta começar a usar.

Quais as diferenças em relação ao Pix para pessoa jurídica?

O novo modelo de pagamento instantâneo trouxe mais agilidade e eficiência para os brasileiros. Agora, é possível realizar transações a qualquer hora e dia, por qualquer pessoa ou empresa.

No entanto, existem algumas diferenças em relação ao Pix PJ. Abaixo você confere quais são:

Receba via QR Code

Além das já conhecidas chaves Pix, com um Pix PJ você pode gerar um QR Code. Com ele, basta que o cliente aponte a câmera do celular para identificar seu Pix e efetuar o pagamento. Pessoas físicas também podem receber via QR code, mas o mais comum é as empresas se beneficiarem dessa modalidade, seja QR code dinâmico ou estático.

Pix PJ pode ser taxado

O Pix para empresas pode cobrar tarifas e os valores são definidos pela instituição financeira ou de pagamentos. Ainda assim, continua sendo muito mais barato que TED ou DOC.

Por que usar o Pix em minha empresa?

Todas as empresas podem utilizar o Pix, independente do tamanho, segmentação ou valor. A única exigência é que elas possuam uma conta ou carteira digital em alguma instituição participante.

Abaixo listamos quais vantagens você terá ao adotar o Pix como meio de pagamento para sua empresa:

Dinheiro na hora

Com envio e recebimento instantâneo e disponibilidade 24/7, o Pix é compensado em poucos segundos. Ou seja, quando seu cliente efetuar um pagamento, você receberá o valor em sua conta imediatamente.

O Pix fica à frente de métodos como TED, DOC e até cartão de débito.

Gaste menos

O Pix dispensa intermediários na transação do dinheiro, por isso é mais rápido e também menos custoso. Então, mesmo que o Pix para PJ possa cobrar taxa, os valores são muito menores.

Você poderá utilizar o Pix tanto para receber pagamentos dos clientes, quanto para pagar fornecedores, salários de funcionários e tributos federais.

Mais segurança

O sistema Pix é muito seguro, pois utiliza tecnologias de criptografia, autenticação mútua e assinatura digital. Além disso, um QR Code é muito mais difícil de ser fraudado em comparação a um código de barras, por exemplo.

Mais uma forma de pagamento

Ofereça uma nova forma de pagamento para seus clientes. Agora não é mais necessário um cartão para compensação instantânea no e-commerce, por exemplo.

Melhore a experiência de seus clientes com um método de pagamento 100% digital e sem burocracias.

Como fazer uma cobrança usando o Pix PJ?

Agora que você já sabe como cadastrar o Pix da sua empresa e suas vantagens, vamos para a parte que importa: como realizar uma cobrança usando o Pix.

Existem algumas formas de gerar a cobrança. Abaixo você confere quais são e seus benefícios:

QR code estático

O QR code estático pode ser usado mais de uma vez para efetuar pagamentos. Você poderá definir um valor fixo ou o cliente poderá digitar um valor ao escanear com a câmera do celular.

Ideal para microempreendedores que vendem produtos ou serviços. Ainda pode ser impresso e exposto nos pontos de venda.

QR code dinâmico

O QR code dinâmico é exclusivo para cada transação. Muito comparado ao boleto bancário, essa opção já vem com um valor específico e informações como data de vencimento e juros por atraso.

Chave Pix

Caso prefira, também é possível compartilhar sua chave Pix com seus clientes. Nesse caso, você pode optar pelo uso do CNPJ, e-mail, número de celular ou um código aleatório.

Como funciona o Pix no e-commerce e no varejo?

As facilidades do Pix vão beneficiar, e muito, o comércio. Tanto em lojas virtuais quanto no varejo. A seguir explicaremos como funciona em cada um deles e quais são suas vantagens.

Pix no e-commerce

Agora, é possível efetuar pagamentos sem burocracia e com compensação imediata. Ou seja, não é mais necessário um cartão para que seu dinheiro seja enviado na hora. Basta escolher o método de pagamento Pix e pronto!

Pix no varejo

Mesmo com pagamento via cartão de débito, um varejista receberia o dinheiro no terceiro dia útil. Com o Pix, isso não vai mais acontecer.

Basta que o cliente pague via QR Code ou chave Pix, e o valor será creditado em sua conta em poucos segundos. E você ainda economiza, pois o Pix é muito mais barato.

Como você pode ver, o Pix é capaz de desburocratizar a interação entre clientes e empresas, ao efetuar pagamentos diretos e rápidos.

Continue acompanhando nosso blog para mais informações sobre o Pix, assim como outras dicas e conteúdos do universo financeiro!

Simplifique o recebimento de cobranças com o Asaas