Conversão de Vendas: o guia completo para vender mais

por 21 out 2020Logística e Vendas

Para qualquer negócio crescer e expandir suas vendas, é preciso falar sobre conversão de vendas. Afinal, esse processo envolve diversas áreas da sua empresa e consiste na melhora dos resultados da sua equipe de marketing e vendas.

Porém, aumentar sua conversão de vendas é um processo que exige planejamento e preparação na sua gestão financeira. Afinal, a melhora da conversão atinge quase todas as áreas do seu negócio e pode ser determinante para bater suas metas.

Por isso, hoje trazemos o guia completo sobre conversão de vendas para sua empresa vender mais e melhor. Continue lendo!

Conteúdo

O que é conversão no funil de vendas?

O funil de vendas é uma estratégia que divide o público em segmentos, desenvolvendo estratégias de vendas, marketing e conteúdo para cada um deles. O objetivo é atrair um cliente potencial a partir do topo do funil, carregando-o até a base para que ele faça uma boa decisão de compra, adquirindo o produto ou serviço oferecido pela sua empresa.

Quando todas essas etapas do funil estão bem definidas, é possível compreender melhor quais são os momentos fundamentais para os consumidores, onde é possível melhorar e como otimizar todos os processos levando sua organização a vender mais.

Como funciona uma conversão?

Sempre que uma venda acontece, podemos dizer que o lead foi convertido. Afinal, provavelmente esse consumidor passou por diversas etapas entre conhecer seu produto, entender a necessidade e se convencer da compra. 

Um exemplo é quando um consumidor em potencial conhece sua marca pelo Instagram, a partir de um anúncio. Ao clicar, ele é direcionado para sua loja ou site, escolhendo o modelo e finalizando a compra. Só nessa sequência, ele passou por algumas etapas do funil, como descobrimento, consideração e conversão.

O mesmo pode acontecer com clientes B2B, ao se deparar com conteúdos no seu site, faz contato pelo site, pede um orçamento e fecha um negócio – isso se torna um conversão a partir do funil. 

Vale mencionar que as estratégias de conversão também seguem no pós-vendas, com técnicas de aplicação para cobrar clientes e manter uma boa assistência.

Quais são os componentes do funil de conversão?

Como mencionamos, o funil de conversão pode ter muitas etapas – que diferem dependendo da estratégia estabelecida e os objetivos do seu negócio. Porém, apesar das divergências entre os métodos, existem alguns elementos comuns entre os funis.

Confira os principais componentes que estão inclusas dentro do funil de conversão e que podem ajudar a escalar seu negócio:

Usuários

Também chamados de visitantes, são as pessoas que têm um contato primário com sua marca. Pode ser através de um anúncio em redes sociais, do conteúdo em blog ou uma ação de marca o seu processo de captação e conversão começa ao atingir um usuário.

Leads

Uma vez que seu usuário estabelece uma relação após o contato inicial, ele se torna um lead. Isso não significa uma conversão imediata, mas é o primeiro passo para que ele realize a compra ou contratação na última etapa.

Como lead, você terá o contato desse usuário e poderá voltar a atingir sua atenção com novos anúncios ou conteúdos, até que ele chegue a etapa de consideração e compra.

MQLs

O MQL é uma sigla em inglês para lead qualificado de marketing. Esse elemento do funil corresponde a um lead que já passou pela fase de descoberta do problema e entende que existe uma solução para ele. 

Ele já teve uma boa dose de contato com sua empresa, mas ainda está procurando por informações que o ajude a tomar decisões.

SQLs

Por outro lado, o SQL é a sigla em inglês para lead qualificado de vendas. Ele representa um lead que está mais próximo para compra. Além de conhecer o problema, esse usuário já definiu o tipo que aquilo que sua empresa oferece é ideal para ele. 

Como lead, ele já está bem nutrido de contatos, por isso está muito próximo da conversão.

Clientes

Todo usuário pode se tornar um lead e, após a conversão, passar a ser um cliente. Porém, muitas vezes é necessário classificar as etapas em que esse lead se encontra para tornar seu planejamento estratégico mais assertivo.

Para um lead passar a ser um cliente, às vezes é necessário chegar até ele com mais de um meio de comunicação ou com estratégias de retargeting (quando o anúncio é feito mais de uma vez). Por isso, também podemos separar um usuário dentro do funil em Suspect e Prospect. 

Suspect

O suspect é um “suspeito comprador” do seu serviço ou produto. Ele se enquadra no seu público-alvo e pode ter deixado de ser um lead, tornando-se um cliente no futuro. O suspect demonstra ter algum interesse na sua marca, mas não demonstrou uma intenção objetiva de compra. 

Na prática, são visitantes recorrentes do seu blog ou seguidores da sua rede social, por exemplo.

Prospect

O prospect é um contato em fase de decisão de compra, muito próximo de se tornar um cliente. Ele pode estar em negociação e talvez precise de algum incentivo para converter

Ele também pode ter interesse no seu produto/serviço, mas ainda não definiu se a conversão irá solucionar sua necessidade.

Quais são os principais erros na conversão de vendas?

Sendo um processo complexo, a conversão de vendas é uma estratégia que deve fazer parte do seu plano de negócios. Afinal, você deve estar preparado para contornar problemas e erros que podem aparecer no meio do caminho.

Existem muitas situações e erros que podem prejudicar o desempenho das suas vendas. Confira quais são os principais erros que você deve evitar:

Checkout demorado

Um dos principais motivos que levam ao abandono de carrinhos durante compras online são os processos lentos de checkout. Segundo algumas pesquisas, a taxa de abandono nessa etapa final de conversão de vendas pode chegar a 70%.

Por isso você deve investir em ferramentas disponíveis via API de pagamentos, que focam em otimizar esse processo e melhoram a experiência do seu cliente.

Redirecionamento de páginas

Outra ocorrência que atrapalha no desenvolvimento dos processos de conversão, é o redirecionamento excessivo das páginas. Tirar os usuários do seu site para uma nova página de checkout pode ocasionar quedas da conexão, erros de redirecionamento e desistência das compras.

Frete mínimo para entrega

O frete também é um fator que atrapalha a conversão do seu cliente. Embora muitas vezes não seja possível oferecer o frete gratuito, exigir uma compra mínima ou valor de frete mínimo para entrega pode causar desistência da compra.

Além disso, segundo o Moosend, o alto valor do frete é responsável por 60% dos abandonos de carrinho. Por isso, sempre que possível, é importante garantir que os valores de frete sejam competitivos e condizentes com o mercado.

Problemas de usabilidade

A usabilidade trata da relação entre usuário e plataforma. Seja no seu blog, landing page, e-commerce ou página de checkout – todos os ambientes que participam das etapas de conversão precisam ser otimizados e funcionais, aumentando a satisfação do cliente em todos os momentos.

Diferença de preços

Outro fator que atrapalha a efetivação de conversão de vendas é a diferença entre preços anunciados com os preços finais. Seu lead está sendo preparado durante algumas etapas para a conversão a partir de informações pré comunicadas.

Ou seja, pode ser muito frustrante chegar à fase final de conversão para descobrir que os preços estão mais altos do que os anunciados anteriormente. Por isso, suas campanhas e estratégias devem estar sempre atualizadas para garantir a coerência das informações, especialmente quanto à precificação.

Forma de pagamento indisponível

Por fim, um dos fatores mais frustrantes para o consumidor durante a etapa final de conversão é não encontrar uma opção de pagamento disponível. Muitos clientes planejam suas compras utilizando um método específico de pagamento.

Caso sua loja não ofereça pagamento via Pix, cartão de crédito ou boleto bancário, pode acabar perdendo uma grande quantidade de clientes. Vale comentar que está cada vez mais fácil oferecer pagamento via Pix – que já é o principal método de pagamento no Brasil.

Além disso, o cartão de crédito ainda é líder na modalidade de parcelamentos, o que também consegue atrair e fidelizar consumidores. Por isso, planeje e ofereça as principais formas de pagamento e parcelamento para seus clientes.

Como fazer conversão de vendas?

Agora que você já conhece os principais erros a serem corrigidos durante a conversão de vendas, é importante entender quais são as melhores práticas durante esse processo

Confira dicas de conversão, separadas entre produtos e serviços, sendo que cada uma delas apresenta particularidades:

Conversão de vendas de produtos

Otimizar seu funil de vendas para produtos tem algumas particularidades. Para os consumidores, aqui pesa muito o sentimento de necessidade e gatilhos, como os da escassez.

Ser atrativo, oferecer preços competitivos e investir em praticidade podem fazer toda a diferença durante sua estratégia de vendas

1. Utilize imagens atrativas

Conforme mencionamos, os gatilhos da atração podem ser fundamentais para melhorar suas conversões de produtos. O apelo visual de um e-commerce é um de seus principais diferenciais.

A qualidade de conteúdos e produtos que atendam as necessidades do público também são fundamentais, mas chamar a atenção de potenciais consumidores pode ser o segredo do sucesso.

Nesse sentido, imagens são grandes aliadas para ajudar a fechar um negócio. Por isso, realize estudos em relação às pessoas, suas necessidades e qual a melhor maneira de se comunicar com elas.

2. Invista em Inbound Marketing

O Inbound Marketing permite que os diferenciais da empresa sejam promovidos de forma indireta, por diferentes canais e de maneira atraente à persona. Os formatos mais utilizados são blogposts, podcasts, vídeos, e-books, newsletters e SEO.

Cada uma dessas opções promove uma comunicação leve e um relacionamento eficiente com o público, educando-o em relação a soluções que ele muitas vezes nem estava ciente de que precisava ou de que estavam disponíveis.

3. Aposte em estratégias de SEO para as descrições

Em Inbound falamos sobre Search Engine Optimization, conhecido como SEO. Essa solução trata-se de um conjunto de estratégias que otimizam suas publicações para mecanismos de pesquisa, como o Google. 

Com isso, seu ranqueamento é aprimorado, aumentando suas chances de aparecer nos primeiros resultados e maximizando suas chances de conversão.

4. Otimize o site para dispositivos móveis

Há alguns anos o Google anunciou que seria Mobile First. Na prática isso significou que a plataforma passou a priorizar sites que investissem mais em formatos para dispositivos móveis.

Por isso, seu site ou loja virtual precisa priorizar acessos de consumidores via smartphones. Dessa forma, funcionam as mesmas práticas de melhora de checkout e etapas de conversão.

5. Ofereça condições especiais de entrega

Como mencionamos, o frete muitas vezes se torna o vilão para inúmeras empresas. Afinal, os consumidores não conseguem entender as taxas das operadoras de entrega. 

Por isso, ofertar condições especiais de entrega pode diferenciar sua empresa e ser considerada uma vantagem competitiva. Lembre-se de oferecer condições como:

  • cupons de primeira compra;
  • descontos de fidelidade;
  • frete grátis acima de determinado valor;
  • opções de frete que agilizam a entrega;
  • diferentes métodos de pagamento etc.

6. Aposte em programas de fidelização

Outra forma de melhorar o desempenho da sua conversão de vendas, é criando um programa de fidelização. Com isso, você pode manter seus consumidores por mais tempo, o que acaba criando um relacionamento a longo prazo.

Os programas de fidelização e modelos por assinatura são ótimas estratégias de fidelização, pois aumentam as chances de que você seja um dos únicos “fornecedores” de seus clientes em relação a uma solução específica.

7. Ofereça diferentes formas de pagamento

Como falamos, os principais meios de pagamento no Brasil giram em torno das modalidades do Pix e cartão de crédito. Porém, o boleto bancário e cartão de débito ainda são fortes opções para os consumidores.

Por isso, é necessário ofertar os principais meios de pagamento. Além disso, também vale a pena investir em alternativas como parcelamento, link de pagamento e boleto parcelado (carnê).

8. Faça promoções

Promoções também são fundamentais para aumentar seu ticket médio e melhorar suas taxas de conversão. É importante focar em datas com grande impacto no mercado – como Black Friday e Natal, dependendo do seu produto.

Também vale analisar seu estoque e fluxo de caixa, para entender quais são os produtos com menor ou maior saída – desenvolvendo estratégias para otimizar as conversões daqueles que podem trazer melhores resultados.

9. Monte e ofereça kits de produtos

A partir do seu controle de estoque, é possível desenvolver algumas estratégias como criar kits de produtos. Eles podem ser utilizados para aumentar o ticket médio e potencializar suas vendas.

Além disso, ao relacionar esse fator com ofertas é possível otimizar sua conversão de vendas.

10. Tenha um programa de checkout transparente

Uma boa API de pagamentos pode ser a solução para os problemas de checkout. Com ela você pode estabelecer recursos como checkout transparente que melhoram o desempenho do seu site.

Com um checkout transparente, é possível evitar o redirecionamento do seu consumidor, mantendo a etapa de checkout na mesma página. Isso torna o processo mais rápido e eficiente, potencializando as chances de sucesso na conversão do seu consumidor.

11. Invista no one click buy

Por fim, falando sobre a etapa de checkout, a ferramenta de one click buy também atua na fase final do funil de vendas. Ela permite que seu consumidor realize a compra com um único clique.

Esse procedimento aumenta as chances de conversão porque diminui a quantidade de procedimentos que precisam ser feitos para finalizar as vendas, além de evitar erros recorrentes na etapa de checkout e no carrinho de compras.

Conversão de vendas de serviço

Melhorar a conversão de vendas em serviço traz desafios para sua empresa. Afinal, oferecer serviços é muitas vezes mais abstrato e intangível do que oferecer um produto, embora o objetivo de vender seja o mesmo que o de produtos.

Para aumentar seus lucros e conversão de vendas em serviços é fundamental que sua equipe esteja bem treinada e disposta a encontrar o cliente ideal. Além disso, o consumidor de um serviço pode estar mais disposto a negociações e eles não precisam pagar por demandas como o frete, o que torna a dinâmica diferente.

Confira como melhorar sua conversão de vendas em serviços:

1. Mapeie a jornada de compra

Antes de começar, tenha em mente todas as etapas que seu consumidor irá passar até contratar o serviço da sua empresa. Você precisa compreender quais são os momentos chave de conversão, quais são as melhores formas de contato e quais soluções serão propostas para um potencial cliente.

Além disso, não se esqueça de investir em bons canais de comunicação, permitindo que sua marca alcance um público qualificado. Também vale ressaltar que a jornada de compra continua após a conversão, afinal, prestar uma boa assistência no pós-venda fideliza seu consumidor.

2. Crie landing pages amigáveis e atraentes

As landing pages são essenciais em qualquer estratégia de funil online. É nelas que os usuários se tornam leads ou interagem com os recursos oferecidos pela sua empresa, trocando informações pessoais que podem ser captadas para estratégias futuras de vendas.

Além disso, eles também podem acabar convertendo a partir dessas páginas, contratando os serviços que sua empresa presta.

3. Otimize a conversão nos diferentes pontos de contato

Além das landing pages, você precisa otimizar o processo de conversão para todos os pontos de contato com seus clientes. Ou seja, todo contato que seu lead tiver com sua marca precisa estar pronto para captar e responder às suas necessidades.

4. Faça uso de gatilhos mentais

O uso de gatilhos mentais pode parecer um detalhe dentro da sua estratégia de vendas, porém esses recursos são mais importantes do que você imagina. Afinal, um bom gatilho pode ser a diferença entre convencer a compra ou perder um cliente.

Entre os gatilhos mentais mais utilizados dentro do mercado estão:

  • Escassez: convencer o cliente que aquela oferta é limitada e precisa ser aproveitada
  • Autoridade: sua empresa e seu serviço são a melhor solução para aquele problema, são referência no assunto e os mais adequados para ajudar seu consumidor
  • Coerência: explore frases que se baseiam em verdades universais: “é sempre bom economizar, certo?”, “quanto mais eficiente, melhor”, “todo mundo sabe que um bom atendimento faz a diferença”.
  • Prova social: demonstrar que seu serviço teve aprovação do público ou alguma figura importante, como materiais de jornais, alto número de contratações etc.

Além desses, existem outros gatilhos que podem ser explorados, como efeito Halo, gatilho de dor etc. É importante entender qual atende melhor os objetivos do seu negócio e

5. Invista na automação de marketing

Os sistemas de automação tornam os processos de marketing mais eficientes. Invista em ferramentas que permitam automatizar as etapas burocráticas e simples da sua estratégia, permitindo que sua equipe foque na demanda mais importante.

6. Faça uma boa prospecção

A fase de prospecção é fundamental para entender qual o público certo que seu negócio precisa buscar. A partir dela é possível entender sua persona, suas necessidades e quais as melhores práticas para atraí-la ao seu negócio.

Embora seja importante possuir bons gatilhos, landing page e budget para campanhas, tudo começa na fase de prospecção de vendas.

7. Envie leads qualificados para o time de vendas

Com estratégias de marketing corretas e automatização de processos você torna toda a fase de funil mais otimizada. Isso permite que o lead chegue qualificado para a atuação do time de vendas.

Por isso, sua estratégia precisa ser coerente, para entender qual o público certo, como impacta-lo, capturar sua atenção e quebrar objeções. Quando esse lead encontrar a fase final do funil e seu time de vendas entrar em ação, ele precisa estar pronto para converter.

8. Construa um bom funil de vendas

Todas essas etapas que comentamos levam a construção de um bom funil de vendas. Ele deve começar atraindo e apresentando sua marca para os usuários, oferecendo materiais ricos em troca de dados. 

Invista em marketing de conteúdo e SEO, e depois passe para anúncios que possam captar leads potenciais. A partir da conquista do interesse desse lead, apresente as vantagens do seu negócio e quebre objeções.

Assim, seu lead estará qualificado ao chegar na etapa final – pronto para converter e contratar seus serviços.

9. Tenha um bom sistema de pagamento e cobrança

Por fim, não existe possibilidade de aumentar a conversão sem oferecer boas opções de pagamento e um sistema de gestão eficiente. Permita que seu cliente tenha autonomia de escolher a melhor forma de negociar a contratação do serviço.

Utilize os principais canais de vendas como WhatsApp e redes sociais, usando links de pagamento para finalizar a contratação. Embora seu lead esteja qualificado quando chegar na etapa final, ele ainda pode desistir da contratação caso seu sistema de cobrança não seja sólido e eficiente.

Por isso é fundamental investir em recursos que possibilitem o melhor sistema para vendas.

10. Facilite o pagamento recorrente

Muitas empresas de serviço não consideram a importância em facilitar as opções de cobrança recorrente. Porém, se o cliente pode se tornar recorrente, fidelizar através de um formato de pagamento recorrente ou sistema de assinatura pode ser ideal.

Nesse caso, vale a pena investir em medidas como vendas pelo cartão de crédito ou pelo boleto parcelado, que permite inserção do QR Code Pix para facilitar o pagamento.

Como calcular a taxa de conversão de vendas?

O objetivo da taxa de conversão em vendas é calcular quantos leads se tornaram clientes. Sendo assim, basta dividir o número de conversões pelo número de visitas ou contatos totais. 

Se em um mês houve 1.000 visitas e 100 envios de formulários (ações de conversão), sua taxa de conversão para leads é de 10%. 

Dessa forma, se desses 100 leads, 5 se tornaram clientes efetivamente a taxa de conversão de vendas é de 5%.

Qual a média ideal de conversão de vendas?

Para definir qual a taxa de conversão ideal para sua empresa você precisa definir quais são os objetivos para seu negócio. Afinal, não existe um número definitivo que funcione para todos os negócios. 

Para entender melhor qual taxa de conversão funciona para sua empresa, conheça quais são as taxas principais por segmento e como seus concorrentes operam no seu nicho de atuação.

No mercado de e-commerce, por exemplo, muitas vezes se considera como uma taxa de conversão ideal em cerca de 1,33%. Porém, é sempre válido realizar um benchmarking (análise de concorrência) para comparar os seus resultados com os números do mercado e de outros concorrentes.

Qual a importância de acompanhar as taxas de conversão?

Acompanhando a taxa de conversão do seu negócio e dos principais concorrentes você pode ter uma ideia de como o desempenho das estratégias de negócio estão impactando na sua capacidade de gerar leads e converter clientes.

A partir dessa análise é possível recalcular suas estratégias, caso sua empresa apresente um resultado inferior à concorrência. Porém, também é importante manter a iniciativa mesmo com taxas muito relevantes.

Afinal, aumentar sua conversão de vendas em determinados períodos pode gerar uma boa receita de caixa, permitindo que sua empresa passe por momentos de queda no desempenho de vendas sem sentir impactos negativos.

Como melhorar as taxas de conversão?

Já comentamos bastante sobre os processos que compõem o funil e conversão de vendas. Porém, existem alguns passos que sua empresa pode seguir para que todo o processo seja otimizado.

Porém, se você já aplicou sua estratégia de conversão e não obteve os resultados esperados, essas dicas podem ser úteis para que seu número de vendas melhore na sua próxima campanha.

Afinal, criar um plano estratégico de conversão leva tempo e exige atenção aos detalhes. Por isso, quanto mais preparado estiver sua equipe e quanto mais esforço for colocado em cada etapa, mais chance de sucesso você terá ao final do processo.

Confira algumas dicas de como melhorar as taxas de conversão da sua empresa:

Mapeie os leads qualificados

Embora nem todos os seus consumidores convertam no final da jornada de compra, muitas vezes alguns deles ainda são leads qualificados e potenciais clientes. Por isso você não deve perder o contato com essas pessoas.

Mantenha mapeado quem são esses leads para que possam ser atingidos de maneiras diferentes em campanhas futuras.

Faça remarketing

Falando em campanhas futuras, o remarketing é uma forte estratégia para isso. Ao manter nutrida sua base de contatos, leads e potenciais clientes você pode desenvolver estratégias para quebrar suas objeções.

Classifique e entenda em quais etapas do funil esses leads desistiram de seguir na jornada, e criar materiais e anúncios que consigam atingi-los de forma personalizada. 

Além disso, identifique quais os fatores que impediram seus consumidores de comprar ou contratar seus serviços e faça ajustes no seu plano de negócios.

Otimize suas formas de negociação

Por fim, otimize suas técnicas de negociação. Onde é possível oferecer descontos? Quais produtos podem fazer parte de kits? Como diminuir a taxa de frete? Você deve aumentar a possibilidade de parcelamento?

Todas essas respostas podem ser usadas como manobras para facilitar a conversão dos seus clientes, aumentar o ticket médio ou até mesmo fidelizar consumidores.

Como uma plataforma de pagamentos pode ajudar na conversão de vendas?

Neste artigo, falamos sobre muitas técnicas e maneiras de potencializar sua estratégia de conversão de vendas. Porém, seria muito difícil aplicar essas técnicas sem os recursos e as ferramentas para vender mais.

Por isso, ter o auxílio de uma plataforma de pagamentos é tão importante durante a conversão. Ela pode ser fundamental para oferecer aos seus leads as melhores opções de pagamento, um checkout otimizado e a segurança de comprar com conforto e tranquilidade.

Além disso, uma plataforma de pagamentos como o Asaas permite que sua empresa cresça e venda cada vez mais. 

Ela também permite que sua empresa realize funções importantes para sua rotina financeira: como cobrar consumidores, enviar notificações de pagamento, pagar fornecedores, solicitar antecipação de recebíveis e até fazer a negativação no Serasa direto da plataforma.

Confira as principais vantagens de uma plataforma de pagamentos para otimizar sua conversão de vendas:

Disponibiliza diferentes formas de pagamento

Existe uma grande importância em ser eficiente no momento final da conversão de vendas. Tudo precisa funcionar adequadamente para seu cliente poder fechar a compra com facilidade, rapidez e segurança.

Além disso, ele também precisa ter autonomia para entender que pode escolher a melhor forma de pagamento. Por isso seu negócio precisa estar pronto para oferecer os principais métodos de pagamento disponíveis no mercado.

Uma plataforma de pagamentos permite que você disponibilize pagamentos via cartão de crédito, débito, boleto, Pix e outras condições vantajosas – como o parcelamento ou possibilidade de pagamento recorrente.

Entenda quais desses métodos são mais importantes para seus consumidores e os objetivos do seu negócio e procure uma plataforma que disponibilize todos eles durante o checkout.

Aumenta a segurança do usuário com white label de pagamentos

A segurança e credibilidade também podem ser fatores de quebra de objeções durante a jornada de compra do seu cliente. Isso significa que sua empresa precisa oferecer um ambiente sólido, especialmente quando fora de um e-commerce que já tenha a confiança do público.

Utilizar uma plataforma de white label de pagamentos pode ser a solução para oferecer mais segurança ao usuário no momento da compra.

Com uma white label seu site pode utilizar um sistema externo de pagamentos neutro e eficiente, com a roupagem da sua marca. Dessa forma, seu cliente tem contato apenas com sua marca, mas pode pagar com tranquilidade utilizando uma plataforma segura e completa.

Agora você conhece todos os principais aspectos da conversão de vendas e entende como uma plataforma de pagamentos ajuda durante o processo. Porém, vale ressaltar que um dos recursos mais importante para uma boa conversão é o funil de vendas.

Por isso, não deixe de conferir nosso artigo sobre a importância do funil de vendas e como utilizá-lo para escalar seus negócios!

No Asaas você tem cobrança por ligação telefônica