• Home
  • |
  • Gestão Financeira
  • |
  • Antecipação de recebíveis online: garanta dinheiro no caixa e fique sempre no verde

Antecipação de recebíveis online: garanta dinheiro no caixa e fique sempre no verde

Por Diego Contezini
Publicado em 7 de novembro, 2018 | Atualizado em 21 de junho, 2021

Em um cenário ideal, uma empresa sempre deveria ter dinheiro no caixa para cobrir todas as suas despesas e ainda gerar um percentual de lucro para pagar os sócios ou realizar investimentos, certo? No entanto, isso nem sempre acontece, e os micro e pequenos negócios são os que mais sofrem com a escassez de recursos financeiros.

Desde o início da pandemia de covid-19, cerca de 6,7 milhões de empreendedores tentaram obter crédito para manter pequenos negócios. No entanto, apenas 15% conseguiram o dinheiro. É o que aponta um levantamento feito pelo Sebrae em parceria com a FGV. A saída encontrada? Recorrer a linhas de crédito alternativas, como a antecipação de recebíveis.

Conforme a ABFintechs, houve um aumento de 70% na demanda por antecipação de recebíveis em startups especializadas no segmento financeiro. O Asaas, por exemplo, teve um aumento de 167% no número de clientes usando a modalidade e antecipou mais de R$ 51 milhões, conforme matéria de O Globo.

Mas será que a antecipação de recebíveis é uma alternativa viável para a sua empresa? Neste post, você vai entender o que é antecipação de recebíveis, como essa linha de crédito pode ser útil e qual o passo a passo para obtê-la.

Conteúdo

O que é antecipação de recebíveis?

A antecipação de recebíveis é uma linha de crédito que possibilita que um dinheiro a ser recebido no futuro seja transferido para o caixa da empresa antes do prazo. Em outras palavras, essa operação permite que o empreendedor adiante o dinheiro das vendas à vista e parceladas, sem que ele precise esperar dias e até meses pelo pagamento.

Imagine que você possui uma loja de doces artesanais. Em um belo dia, você recebe uma grande encomenda de ovos de Páscoa de uma empresa, que deseja presentear os funcionários nessa data comemorativa. 

Como se trata de um pedido de alto valor, você acaba negociando um parcelamento especial, dividido em 4 prestações. Isso significa que você receberá o valor total da venda somente daqui a 120 dias. 

Caso você não tenha dinheiro suficiente para arcar com a compra da matéria-prima, pode ser melhor solicitar uma antecipação de recebíveis do que perder a venda ou, no pior cenário, deixar de pagar seus fornecedores e ficar inadimplente.

Como toda linha de crédito, a antecipação de recebíveis é intermediada por um banco ou fintech (nome dado às startups que são instituições de pagamento). Em contrapartida ao crédito antecipado, o empreendedor precisa pagar uma pequena taxa, que varia conforme a instituição, o índice de inadimplência do negócio e o histórico financeiro da empresa. Depois da aprovação, a instituição fica com o título e, após o vencimento, recebe o valor no lugar do empreendedor.

banner 8 perguntas e respostas sobre Antecipacao de Recebiveis

Antecipação de recebíveis vs. Empréstimos

Diferentemente de um empréstimo, a antecipação de recebíveis repassa um dinheiro que é de direito do empreendedor e cuja fonte de recursos já é bastante clara. O empréstimo, por sua vez, é uma operação completamente diferente. 

Ele é, basicamente, uma concessão de determinado valor que será devolvido de forma parcelada ou em uma única vez, dependendo do tipo de serviço, acrescido de uma taxa de juros que pode variar de acordo com o valor e o prazo de pagamento escolhido.

Ou seja, no empréstimo, a empresa pega um valor que não pertence a ela e devolve ao banco com acréscimo de juros. Na antecipação, você cede para a instituição o direito sobre um valor e ela assume o risco de recebê-lo, cobrando um percentual por isso.

Outra diferença significativa é a taxa de juros cobrada nas duas operações. Nos empréstimos, dependendo do grau de risco, esse percentual pode ser extremamente alto, chegando a ser abusivo, em muitos casos.

Na antecipação de recebíveis, o valor dos juros e taxas cai severamente, apresentando-se como uma opção mais barata para obter recursos. Com a redução do risco para a instituição credora, essas taxas tendem a ser menores.

 

 

Vantagens da antecipação de recebíveis

Confira o que você ganha ao optar pela antecipação de recebíveis como linha de crédito:

1. Agilidade em obter capital

Ao optar pela antecipação de recebíveis, será muito mais rápido obter dinheiro para lidar com imprevistos ou expandir o negócio. Como o risco de inadimplência é menor, o processo de análise e concessão de crédito costuma ser mais rápido e sem burocracia. Afinal, se trata da antecipação de um dinheiro que pertence ao empreendedor, portanto, o crédito já possui uma fonte de recursos bem definida.

Depois de feita a análise de crédito, as instituições conseguem liberar as próximas antecipações em poucas horas. Isso faz uma grande diferença, se você levar em consideração que os pagamentos de cartão de crédito, por exemplo, demoram em média 1 mês para serem repassados pelas operadoras. Além disso, os tradicionais empréstimos levam dias até a aprovação do pedido.

2. Liquidez de caixa

Com a antecipação de recebíveis, o empreendedor tem mais autonomia para tomar decisões que envolvem o financeiro do negócio. Esse dinheiro pode ser utilizado para expandir a empresa, fomentar o capital de giro, negociar descontos com fornecedores e, é claro, substituir empréstimos no caso de alguma emergência ou imprevisto.

Nesse sentido, um dos principais benefícios da antecipação é justamente proporcionar essa liquidez de caixa, garantindo que o empreendedor consiga obter o dinheiro com urgência, de forma simples e prática. Em outras palavras, é um dinheiro que pode entrar de forma mais fácil do que a venda de um imóvel, por exemplo.

3. Taxas e juros acessíveis

Como dissemos anteriormente, é muito comum que as taxas e juros da antecipação de recebíveis sejam muito menores que a de um empréstimo tradicional. A facilidade na contratação se dá porque o recurso antecipado deve entrar no caixa em breve, assim que o consumidor realizar o pagamento da cobrança. 

Como o dinheiro já pertence ao empreendedor, as chances de inadimplência são menores. Ou seja, mais segurança para o negócio e para a instituição que está concedendo o crédito. No caso de um empréstimo, o empreendedor precisa planejar como obter o dinheiro posteriormente, para devolver a quantia com os juros estipulados.

Como funciona a antecipação de recebíveis na prática?

O processo de antecipação de recebíveis pode variar de instituição para instituição. Mas, em linhas gerais, funciona da seguinte forma:

  • O cliente faz o pedido de antecipação;
  • A instituição financeira realiza a análise de crédito. Para isso, pode solicitar o envio de documentos e a assinatura de um termo de compromisso;
  • Mediante a aprovação da antecipação, o cliente recebe o dinheiro e pode utilizá-lo da melhor forma possível.

Vamos aprofundar melhor cada etapa do processo?

1. Pedido de antecipação

O primeiro passo é fazer o pedido de antecipação junto a uma instituição credora, como um banco ou fintech. No Asaas, por exemplo, é possível antecipar cobranças avulsas e parceladas, seja via boleto ou cartão de crédito. Além disso, para receber o adiantamento você pode ser tanto pessoa física como pessoa jurídica, e as taxas variam de 2% a 4% ao mês. O pedido é feito totalmente online, assim como o envio dos documentos, sem necessidade de comparecer fisicamente ao local.

2. Análise de crédito

Logo após a solicitação, é feita uma análise de crédito, em que a instituição credora analisa o histórico da empresa, as chances de inadimplência, o score financeiro, entre outras informações.

Nesse momento pode ser solicitado o envio de documentos, como notas fiscais, por exemplo. Você também pode ter que assinar um termo de compromisso, declarando que conhece as regras da instituição sobre antecipação de recebíveis. 

Vale lembrar que os limites para antecipação costumam ser individuais, considerando a análise de crédito, o valor do documento a ser antecipado e a data de vencimento. Dependendo da instituição, é possível antecipar o dinheiro de forma parcial (apenas algumas parcelas) ou integral (todas as parcelas).

3. Recebimento do dinheiro

Uma vez que seu pedido de antecipação tenha sido aprovado, basta sacar o dinheiro e utilizá-lo da melhor forma possível! Por exemplo, imagine que a sua empresa tem uma duplicata no valor de R$ 5.000,00 para receber no prazo de 40 dias. Ao realizar o pedido de antecipação dos recebíveis, pode ser descontada a taxa de juros, a taxa de operação e o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). 

Vamos supor que estas taxas totalizem R$ 350,00. Assim, do valor original (R$ 5.000,00) você irá receber a quantia de R$ 4.650,00. Este valor será repassado a você imediatamente. Vale lembrar que algumas instituições cobram apenas o percentual de juros sobre o valor antecipado.

Ah, lembre-se de verificar que a antecipação do valor não vai comprometer seu planejamento financeiro a longo prazo (falaremos mais sobre isso a seguir). Outra dica importante é não fazer a antecipação apenas por fazer, mas ter um objetivo claro para o uso do dinheiro, evitando endividamentos.

Quando solicitar a antecipação de recebíveis?

Existem vários motivos que levam uma empresa a solicitar o adiantamento de dinheiro. Os principais são:

  • Capital de giro;
  • Expansão do negócio;
  • Barganha de preços com fornecedores;
  • Pagamento de contas atrasadas;
  • Aumento de estoque em períodos de alta de vendas (sazonalidade);
  • Imprevistos e emergências.

Geralmente, esse tipo de solicitação é feito por empreendedores que precisam levantar recursos para fomentar o capital de giro. Por exemplo, revendedores de mercadorias podem utilizar o dinheiro antecipado para comprar mais produtos, mesmo que o pagamento das vendas feitas no mês só seja efetuado pelos consumidores daqui a algum tempo.

Suponhamos que uma determinada empresa ofereça um prazo de 60 dias para receber de seus clientes. Mesmo assim, os impostos, o aluguel, as mercadorias adquiridas e o salário dos colaboradores ainda precisam ser pagos todo mês. Portanto, esse empreendedor pode recorrer à antecipação de recebíveis para obter o dinheiro mais rapidamente e arcar com as despesas.

A antecipação de recebíveis é uma estratégia excelente, entretanto, precisa ser utilizada de forma inteligente. Se você perceber que recorre a essa opção para tapar rombos no caixa com frequência, saiba que isso pode estar escondendo um problema de planejamento financeiro muito maior.

Muitas empresas também utilizam esse crédito para aumentar o estoque em períodos de picos de venda, quando precisam de um grande número de produtos ou materiais para serem comercializados ou utilizados na prestação de serviço. Já outros empreendimentos utilizam a antecipação como fonte de recursos para aquisição de máquinas ou equipamentos.

Cuidados na hora de contratar a antecipação de recebíveis

Como em toda operação de crédito, o empreendedor precisa ficar atento para não cair em ciladas e acabar se endividando. Confira três dicas para antecipar com cuidado:

1. Leia sempre o contrato

Fique atento à cobrança abusiva de juros e taxas. Sabemos que a antecipação de recebíveis é um procedimento realizado por bancos e outras instituições financeiras, em troca de um percentual sobre o valor das faturas.

Nesse sentido, é importante ler bem o contrato e questionar sobre as taxas e juros antes de confirmar a solicitação. Afinal, se os juros descontados forem muito altos, a antecipação de recebíveis pode não ser tão atrativa para o seu negócio.

2. Defina um objetivo claro para o dinheiro antecipado

Cuidado para não tornar o financeiro do seu negócio completamente dependente da antecipação de recebíveis. A longo prazo, atitudes como essa podem comprometer severamente o lucro que a sua empresa poderia ter com as vendas. Também é importante mencionar que é necessário fazer uma cuidadosa e minuciosa avaliação do fluxo de caixa.

Ou seja, é preciso analisar como estará a sua disponibilidade de recursos nos próximos meses e definir o esquema de pagamento das contas. Isso é importante para que você possa vislumbrar se, no futuro, na data em que originalmente receberia o título, seu negócio não sentirá falta daquele recurso que foi antecipado.

O ideal é que sua empresa sempre tenha a capacidade de gerar recursos para manutenção do fluxo de caixa e se utilize da antecipação de recebíveis de forma estratégica. É claro que existem momentos em que é preciso tomar atitudes mais enérgicas para evitar problemas financeiros mais graves. Se isso acontecer, você pode recorrer à antecipação de recebíveis, entretanto, é importante que tenha em mente que esse tipo de situação não deve ser recorrente.

3. Fique de olho nos clientes inadimplentes

Quando você realiza a antecipação de recebíveis, a responsabilidade pelo recebimento do título é transferida para a instituição que ofereceu o serviço. Isso, inclusive, pode ser uma vantagem para você. Entretanto, se a instituição tiver dificuldades para receber de determinados pagadores, ela pode passar a negar os pedidos de antecipação.

Por isso, é interessante escolher bem os títulos a serem antecipados e dar preferência para os pagadores que não costumam atrasar as contas. Isso é uma excelente forma de manter a reputação da sua empresa nesse tipo de operação. Também é interessante mostrar os comprovantes de pagamento de faturas anteriores do cliente cujo pagamento você deseja antecipar.

Viu só como pode ser útil trabalhar com a antecipação de recebíveis em vez dos tradicionais empréstimos? Com o Asaas, você pode antecipar suas cobranças de boleto e cartão de crédito, tudo isso com muita rapidez e um precinho na faixa! Tudo online, sem burocracia e sem estresse. Crie uma conta gratuita no Asaas e mantenha seu caixa sempre no verde!

Simplifique o recebimento de cobranças com o Asaas