Planejamento estratégico: o que é e como fazer na sua empresa?

O planejamento estratégico é um processo que consiste na elaboração de uma estratégia, de modo que a empresa possa definir os meios para sua implementação e os resultados esperados. Sendo assim, esse procedimento é muito importante para que estratégias sejam adotadas de acordo com a real situação da empresa, permitindo que sejam feitas projeções futuras e que o novo processo funcione conforme o esperado.

Portanto, o planejamento estratégico é como um GPS, que o guiará para os melhores caminhos na implementação de qualquer atividade ou método. Sem ele, seria como andar sem rumo, ou andar sem planejar uma rota.

Então, se você precisa melhorar os processos na sua empresa, confira, a seguir, como realizar o planejamento estratégico no seu negócio sem complicações. Acompanhe.

Defina os objetivos e metas da empresa

O primeiro passo para qualquer tipo de procedimento é definir os objetivos e metas esperados com uma estratégia. O que você pretende? Aumentar 18% do faturamento em até cinco anos? Qual a sua estratégia para isso? Investir em marketing, novos produtos e adotar processos para maior retenção e fidelização de clientes? Quanto você tem para investir nessas projeções?

Nesse primeiro momento, você deverá pensar no propósito do seu negócio, abordando a cultura e a missão da empresa, aonde pretende chegar e os meios que pretende usar para fazê-la crescer.

Ou seja, a primeira etapa é determinar a identidade da sua empresa, mas essa definição é ignorada por muitos gestores, principalmente por acreditarem que ela não influencia na implementação de um processo. Porém, conhecer e estabelecer as características, metas e objetivos de um negócio ajudará nas próximas etapas, o que influencia no futuro de uma organização.

No entanto, é preciso ter os pés no chão, aceitar as suas limitações e a realidade. Não será nada produtivo definir metas que estejam fora de alcance no momento. Portanto, estabeleça objetivos razoáveis e que possam ser mensurados.

Faça um diagnóstico interno e externo

Depois de organizar o que pretende com a estratégia e o futuro da empresa, é o momento de estudar o mercado e as condições do negócio. Afinal, é preciso que você conheça os recursos que a sua empresa tem e como ela poderá sofrer influências positivas e negativas dos possíveis acontecimentos externos, ou seja, do mercado.

Para que o seu estudo de mercado seja eficiente e tenha um bom panorama das informações necessárias, é imprescindível que você identifique o seu público-alvo e os seus concorrentes. Depois, é preciso definir a técnica para o recolhimento desses dados e incluir os resultados no seu plano de negócio, de modo que auxilie nas melhores decisões da sua estratégia.

Por exemplo, você entenderá como os seus concorrentes funcionam, setores que apresentam boas oportunidades e perspectivas e aqueles que apresentam falhas e retornos negativos. Ah! E não se esqueça de avaliar tanto os aspectos quantitativos quanto os qualitativos.

Já o diagnóstico interno, também conhecido como organizacional, é fundamental para identificar e viabilizar melhorias e chances de crescimento do negócio. Para isso, busque o máximo de informações que conseguir por meio dos funcionários, parceiros e todos os setores da empresa. Em seguida, analise as informações e identifique os principais pontos.

Um método muito utilizado é a análise SWOT, que é bem eficiente para avaliar e identificar as características e condições internas e externas. Essa técnica é resumida em:

  • força: pontos fortes do seu negócio no momento;
  • fraquezas: pontos fracos da sua empresa no mesmo momento de análise;
  • oportunidades: oportunidades que os pontos fortes podem gerar no futuro;
  • ameaças: ameaças que os pontos fracos podem gerar no futuro.

Construa um plano de ação

Depois de definir os objetivos e fazer um bom estudo interno e externo que lhe mostre as ameaças e oportunidades, a próxima etapa do planejamento estratégico é construir um plano de ação, ou seja, determinar meios para a implementação da sua estratégia ou processo.

Para tal, existem alguns indicadores e ferramentas que lhe auxiliam nesse passo de adotar uma ação e meios eficientes para alcançar o que foi definido nos objetivos e metas, como a metodologia 5W2H. Ela se baseia nos seguintes pontos :

  • 1. o quê?: o problema a ser solucionado;
  • 2. por quê?: motivo pelo qual deseja solucionar esse problema ou adotar a estratégia;
  • 3. como?: como o seu plano de ação será executado;
  • 4. quem?: quem será o responsável por implementar e acompanhar o plano de ação;
  • 5. quando?: período que a ação, ou estratégia, será executada. Aqui, é importante determinar início, meio e fim;
  • 6. onde?: onde a tarefa será executada;
  • 7. quanto?: quais serão os gastos envolvidos.

Não é imprescindível que você preencha todos esses campos. Entretanto, é importante ter em mente os fatores principais e o que é essencial no momento. Normalmente, o que (ação), quem (quem será o responsável) e quando (prazo) são os pontos mais avaliados.

Envolva toda a equipe

É muito difícil que qualquer projeto, melhoria, método ou estratégia sejam implementados em uma empresa sem que toda a equipe esteja alinhada quanto aos objetivos e envolvida nessa mudança. Portanto, crie um ambiente saudável em que todos tenham a oportunidade de expor as suas opiniões e dificuldades, bem como permita que os colaboradores percebam os benefícios da estratégia.

Sendo assim, motive os seus funcionários e delegue objetivos para cada um, de modo que as tarefas e processos da empresa tenham uma nova meta e um novo sentido. Assim, a sua equipe, além de se sentir valorizada, perceberá que pertence à empresa. A participação e o engajamento de todos são fundamentais para que as melhorias, projetos e o seu planejamento estratégico sejam eficientes e funcionem conforme o planejado. Lembre-se: o sucesso da empresa deve ser coletivo.

Mensure os resultados

Tão importante quanto a adoção do planejamento estratégico, o estudo organizacional e de mercado e a adoção de um plano de ação é avaliar os resultados. Durante as análises de resultados e comportamentos do seu projeto, podemos fazer revisões e adequações, já que nem sempre as coisas seguem conforme o planejado.

Nessa etapa, que deve ser feita periodicamente, será observada a evolução e como a sua estratégia está se comportando, avaliando a eficácia do seu plano de ação. Para isso, será possível usar alguns indicadores e ferramentas, como o Indicador Balanceado de Desempenho, que é utilizado para acompanhar a visão estratégica que foi definida no início do seu planejamento.

O planejamento estratégico é um processo muito eficiente na implementação e acompanhamento. No entanto, é importante manter disciplina quanto às etapas que citamos para que a sua estratégia traga bons resultados.

Você já conhecia o planejamento estratégico ou ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Então, deixe sua pergunta ou comentário!

O Autor
Vice-presidente no Asaas
Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.