Você sabe o que é empresa na nuvem?

03A13614A computação em nuvem é uma tendência que vem mudando a forma como as empresas gerenciam seus softwares e sistemas nos últimos anos. O mercado de cloud computing  irá crescer 28% anualmente até 2015 e se tornar uma indústria de 95 bilhões de dólares, números que comprovam sua ampla utilização.

Alguns empreendedores, apesar de já utilizarem suas funcionalidades em muitas das tarefas do dia a dia, não possuem um conhecimento mais aprofundado sobre o conceito e as vantagens que a sua adoção pode trazer. Para não ficar de fora dessa onda, saiba mais sobre o conceito de empresa na nuvem:

O que é?

O termo empresa na nuvem define as organizações que utilizam servidores e serviços de armazenamento de fornecedores, acessando todos seus sistemas e aplicações pela internet, sem precisar instalar programas em seus próprios computadores.

Ao invés de manter uma estrutura própria de hardware e software, que exige altos investimentos de implantação e custos de manutenção, a empresa na nuvem opta por pagar uma mensalidade para ter acesso aos sistemas que precisa na rotina dos negócios.

Como funciona?

Atualmente, a computação em nuvem já faz parte de diversas tarefas do nosso dia a dia. Muitas pessoas já utilizam seus recursos no gerenciamento de e-mail, produção de textos e planilhas, compartilhamento de arquivos, entre outras funcionalidades. As empresas, além desses serviços básicos, vão mais adiante utilizando softwares na nuvem para gestão empresarial e telecomunicações, por exemplo.

É possível encontrar sistemas e aplicações na nuvem de forma gratuita na web. No entanto, para usá-los em suas versões mais avançadas, é preciso pagar uma taxa pelos serviços adicionais contratados, como espaço de armazenamento extra, suporte online, entre outros.

Existem quatro tipos de uso da nuvem. O público (disponível para qualquer pessoa na web), o  privado (restrito a uma rede corporativa), o comunitário (compartilhado entre algumas organizações) e o híbrido (fruto de uma combinação entre os três anteriores). A escolha entre uma dessas opções irá depender dos objetivos da empresa com a computação em nuvem e dos perfis de públicos que precisará interagir ao utilizar o serviço.

Quais são as vantagens?

A computação em nuvem não se tornou uma tendência por acaso, trazendo diversas vantagens para as empresas que a adotam. A redução dos gastos com tecnologia da informação é uma das mais importantes: além de não precisar investir em uma infraestrutura de hardware e software interna, a empresa também não precisará pagar por manutenção e atualizações frequentes ou dedicar uma equipe de TI para se manter sempre antenada no mercado.

Outro benefício é que, como as informações são totalmente acessíveis pela web, qualquer funcionário pode trabalhar nos sistemas e aplicações a partir de qualquer lugar, garantindo maior autonomia e agilidade no dia a dia.

Muitos empresários descartam o uso da nuvem ao refletir sobre a segurança de informações cruciais para o negócio. No entanto, o mito de que essa prática é insegura não corresponde à realidade do mercado.

As principais empresas que fornecem serviços de cloud computing são certificadas por normas nacionais e internacionais para armazenamento e gerenciamento de dados de terceiros, além de investirem em tecnologias e profissionais dedicados a manter a segurança das informações mantidas em seus servidores.

Ter sua empresa na nuvem, seja com softwares para área financeira, gestão de informações ou até mesmo de cobranças, pode levar o seu negócio mais longe devido a maior organização dos dados, praticidade e agilidade. Aposte você também em cloud computing!

Seu empreendimento já conta com sistemas na nuvem? Comente!

banner_rodape

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.