Venda a prazo: como e por que oferecer para seus clientes

por Logística e Vendas

Publicado em 2 de janeiro, 2020 | Atualizado em 29 de novembro, 2022

Em um mercado cada vez mais exigente, para se manter competitivo é necessário oferecer diferentes formas de pagamento. É nesse cenário que as vendas a prazo se tornam tão importantes.

O cartão de crédito é o mais popular entre os brasileiros nas opções de venda a prazo. O que oferece muitas oportunidades, por um lado, também requer alguns cuidados por parte das empresas.

Segundo o SPC, os parcelamentos significam aumento nas vendas, em comparação aos negócios que não possuem essa alternativa. Porém, exigem maior planejamento e controle para que o fluxo de caixa permaneça equilibrado. 

Neste post, explicaremos o que é uma venda a prazo, e como você pode utilizar essa modalidade para impulsionar seu negócio com segurança e eficiência. Vamos lá?

Conteúdo

O que é uma venda a prazo?

Vender a prazo é permitir que seu cliente adquira um produto, dividindo o pagamento em parcelas. A principal vantagem de conceder esse crédito, é permitir maior flexibilidade ao seu consumidor.

Ao contrário de uma venda à vista, onde o cliente realiza o pagamento em uma única parcela, nas vendas a prazo existe um risco maior para a empresa. Nessa modalidade, os valores serão recebidos de forma parcelada. 

Para o cliente, isso significa mais flexibilidade e autonomia. Porém, para o negócio, isso exige mais planejamento e um bom fluxo de caixa das empresas, entendendo como preencher a falta daquele valor total.

Vantagens da venda a prazo

Existem muitos motivos para oferecer a opção de venda a prazo dentro do seu negócio. Segundo o SPC, 52 milhões de brasileiros têm o cartão de crédito como opção de pagamento e, desse total, 47% optam pelo parcelamento.

Se o objetivo da sua empresa é atender à demanda da maioria dos compradores, aceitar o parcelamento por cartão de crédito é fundamental. Ao oferecer a opção de vendas parceladas, sua empresa estará abrangendo uma das formas de pagamento mais populares no país. 

Isso também pode ser usado como um diferencial competitivo. Oferecer parcelamento sem juros ou com maior quantidade de parcelas, pode expandir seu público.

Como funciona uma venda a prazo?

O princípio de como vender a prazo é bastante simples: basta oferecer uma forma de pagamento que permita ao cliente parcelar sua compra.

Existem diversas formas de realizar uma venda a prazo, já que existem diferentes modalidades de cobrança e pagamento. É fundamental que você entenda cada uma dessas modalidades para propor as que mais façam sentido para sua empresa.

Assim, você pode criar uma estratégia para vender parcelado com segurança, sem deixar de atrair clientes que buscam por compras a prazo.

Possibilidades de venda a prazo

Diferentes produtos ou serviços podem se encaixar melhor com uma modalidade específica de parcelamento, e definir esses meios é parte importante do momento de negociar com seu consumidor.

Antes de entender quais são as formas de pagamento parcelado, você precisa saber quais são suas possibilidades de venda a prazo.

Venda no crédito à vista (em 1x)

Esse formato é muito comum, no qual o cliente paga pelo serviço ou produto uma única vez. Bens de consumo duráveis, com ticket médio baixo ou serviços não recorrentes, por exemplo, são algumas opções que se encaixam bem no crédito à vista.

Essa opção pode trazer um retorno mais rápido para você. Mas, oferecer apenas essa modalidade de parcelamento, pode impactar na fidelização de clientes, impedindo que tenham contato mais longo com a sua empresa. 

Esse modelo é muito popular e utilizado por restaurantes, prestadores de serviço, lojas e academias. Facilita o pagamento para muitos clientes que não possuem a capacidade de pagamento via débito, e podem utilizar o crédito mesmo que à vista.

Venda parcelada em mais de 1x

Essa é a forma mais usual de cobranças a prazo, já que possibilita, dividir em parcelas, o preço final cobrado por um produto ou serviço.

Dividir o valor de um produto ou serviço ajuda seu consumidor a comprá-lo, porque aumenta as chances das parcelas se adequarem à sua situação financeira. 

Ao mesmo tempo, é justamente essa modalidade que exige compreender bem seu fluxo de vendas e garantir o capital de giro. Assim, você garante que não vai faltar dinheiro no fim do mês.

Formas de pagamento a prazo

É Importante considerar que essa modalidade exige responsabilidade por parte do cliente, além de uma relação de confiança e transparência. 

Afinal, dependendo da forma de cobrança, como no caso do boleto bancário, não existe um intermediário entre você e seu cliente. Então, o pagamento está sob o critério dele, ocorrendo o risco de inadimplência. 

Pelo cartão de crédito, contudo, a operadora do cartão é obrigada pelo Banco Central a ficar responsável por compensar em caso de inadimplência. Isso acontece porque é a operadora ou banco que fornece o limite de crédito. Confira um pouco mais sobre essas modalidades:

Cartão de crédito

O cartão de crédito é uma das modalidades de pagamento mais populares do país. Isso significa que pode ser essencial oferecer essa modalidade de pagamento para a saúde do seu negócio.

Além disso, grande parte das instituições que processam esses pagamentos possuem sistemas de controle e segurança, como proteção antifraude. Isso cria mais segurança nas transações.

Oferecer a possibilidade de pagamento via cartão também pode fidelizar clientes que já estão acostumados a comprar através dessa modalidade. É importante estar atento ao score dos clientes, para evitar problemas com pagamento.

No Asaas, você também tem a opção de antecipar pagamentos, em vendas parceladas no cartão. Essa vantagem permite manter os investimentos no seu negócio, mesmo oferecendo vendas parceladas no cartão ao seu cliente.

Boleto parcelado (carnê)

O boleto também é uma modalidade muito popular para vendas. Apesar de ser mais conhecido como uma cobrança única, o boleto também pode ser parcelado.

No Asaas, por exemplo, você pode oferecer a opção de parcelamento ou assinatura em cobranças via boleto. É uma forma rápida e segura de garantir suas transações, pagando apenas pelas cobranças recebidas.

Pix parcelado

O Pix é uma modalidade de cobrança recente, mas que rapidamente se tornou uma das principais do país. Muito disso por conta da sua praticidade. 

Segundo o Banco Central, há cerca de 126 milhões de usuários Pix por todo o país. E, assim como as modalidades tradicionais (boleto e cartão), o Pix também possibilita vendas a prazo.

Basicamente, existem dois tipos de Pix parcelado: via cartão de crédito e via linha de crédito. Na prática, no primeiro formato o cliente usa o limite do cartão de crédito para realizar o parcelamento. 

Já no segundo formato é necessário usar uma linha de crédito, quase como um empréstimo pessoal. 

Nesse método de pagamento a empresa continua recebendo o pagamento integral e instantâneo. Porém, o cliente tem a opção de fracionar o valor na hora que envia o dinheiro. 

Essa solução, chamada de “Pix Parcelado” ou  “Pix Garantido”, ainda está em aprovação pelo Banco Central e não foi lançada..

Porém, existem plataformas como o Asaas, que oferecem um serviço equivalente. Você pode oferecer um boleto parcelado (carnê) ao seu cliente, que já possui um QR Code Pix, automaticamente.

Quais as melhores práticas para a venda a prazo?

Os parcelamentos, muitas vezes, significam aumento nas vendas. Porém, é preciso ter muito planejamento e controle financeiro para ser uma opção sustentável.

Separamos algumas boas práticas para ajudar seu negócio a impulsionar as vendas com parcelamento e se posicionar no mercado.

1. Faça um cadastro completo dos clientes

Para ter melhor controle com a venda a prazo, crie um bom e completo cadastro de clientes, que funcionará como um perfil de risco. Aqui você pode registrar todas as principais informações dos compradores. 

Registre se há débitos em abertos e atrasos, se o consumidor é novo ou já comprou na sua empresa. Além disso, é importante ter alguns dados básicos, como dados de contato etc. 

Ter um bom banco de dados evita que você disponibilize crediários para clientes inadimplentes, evitando prejuízos ao seu fluxo de caixa

Além disso, no momento da cobrança, você terá todas as informações necessárias à disposição. Isso agiliza todo o processo e evita erros, como valores errados ou desatualizados.

2. Solicite garantias

Outra prática que pode ajudar a garantir maior segurança nas vendas a prazo é pedir garantias. Essa é uma prática bastante comum em alguns tipos de financiamentos e empréstimos

Você pode adotar essa estratégia no seu negócio para ter uma certeza a mais de que receberá o seu dinheiro da venda a prazo. Entre as garantias mais comuns de serem requisitadas estão:

  • referências pessoais;
  • período mínimo de carteira assinada;
  • comprovante de renda;
  • não ter o nome negativado;
  • 50% do valor como entrada para a compra.

3. Elabore contratos claros sobre a inadimplência

Os clientes devedores significam um grande prejuízo e buraco no seu faturamento. Por conta disso, é muito importante que você tenha processos bem estruturados quando realizar uma venda a prazo. Além de garantias e consultas, é importante que você se atente ao contrato.

Para ter garantias legais e comprovações em casos de ações judiciais, o ideal é que tenha provas contratuais. Sendo assim, um contrato em que constem as penalidades da inadimplência, significa uma cautela a mais para o seu caixa.

4. Consulte órgãos de proteção ao crédito

Os órgãos de proteção ao crédito podem oferecer informações mais completas, além do score de crédito, para completar o seu cadastro de clientes.

Você pode definir um valor aceitável para realizar uma venda a prazo a determinados clientes. Órgãos, como o Serasa, podem te ajudar a avaliar se o seu cliente tem uma vida financeira conturbada ou se é devedor em outros negócios.

Você também pode consultar o Serviço de Proteção ao Crédito e o Serviço Central de Proteção de Crédito para ter um relatório completo.

Afinal, mesmo que seja com um comprador fidelizado que pague as contas em dia, é importante conhecer o histórico dele no mercado.

5. Use um software de controle e gestão eficiente

Um software de controle pode ser imprescindível para seu negócio. Nele você reúne o cadastro de clientes, consulta as informações do score e mantém todos esses dados atualizados.

Alguns pequenos e médios negócios ainda utilizam planilha para controle de vendas parceladas. Porém, essa é uma ferramenta muito limitada para a complexidade de informações de uma empresa.

Você precisa ter organização e acesso a informações em tempo real sobre a emissão de boletos bancários, parcelas em atraso e em dia e vendas por cartões de crédito

O software certo traz mais comodidade para suas tarefas financeiras. E também evita vendas equivocadas, melhorando seus resultados.

Como vender parcelado com segurança?

Uma vez que seu cliente tenha passado pela aprovação do seu cadastro, você precisa ter as ferramentas certas para oferecer esse serviço. Isso significa que existem diversas formas de como fazer uma venda parcelada. 

Nós já comentamos sobre as formas de pagamento a prazo, como boletos bancários ou cartões de crédito. Porém, cada uma dessas opções possui peculiaridades, especialmente quando diversificamos os canais de venda. Confira algumas opções:

Venda no cartão de crédito com e sem maquininha

O cartão de crédito é a principal opção para vender parcelado no Brasil. Inclusive, você pode optar por realizar vendas a prazo somente no cartão.

No formato mais tradicional, é necessário possuir uma máquina de cartão de crédito. Mas também há alternativas, como oferecer o pagamento através de softwares pela internet. 

Nele você consegue simular o trabalho da máquina dentro da sua loja online, dando mais praticidade para seu cliente. Você também pode utilizar essa função via aplicativo do celular, aceitando cartão de crédito mesmo no seu ponto físico.

Por outro lado, isso integra todas as movimentações dentro do seu sistema financeiro, para que você possa controlar suas vendas no cartão de crédito

Use o link de pagamento para vender online

Utilizar um link de pagamento, que pode ser enviado via redes sociais ou canais como WhatsApp, é uma opção cada vez mais popular no mercado.

A partir desse link, seu cliente pode realizar o pagamento com cartão, boleto ou mesmo via Pix. Isso também dá autonomia para o consumidor, criando alternativas e flexibilidade para sua empresa estar presente em todos os canais de venda.

Ao oferecer o pagamento via link, você pode definir em quantas vezes seu cliente pode parcelar. Assim ele tem autonomia para dividir o pagamento, a partir desta predefinição. 

Por exemplo, caso você defina que a compra pode ser paga em até 6x, ao receber o link seu cliente pode optar por pagar em 1x, 5x ou até 6x.

Realize o controle de vendas a prazo

Como mencionamos anteriormente, ter controle das operações é fundamental para realizar vendas parceladas.

Se você e sua empresa oferecem diferentes canais e formatos de venda, cada um deles precisa ter um controle personalizado. O controle de vendas com cartões exige uma atenção diferente do controle de vendas via boleto.

Por conta disso, o uso da tecnologia pode ser a diferença entre terminar o mês no positivo ou no vermelho.

Use um aplicativo ou sistema de pagamentos automatizado

A automação de pagamentos, utilizando software ou mesmo uma API de Pagamentos, é uma solução com muitos benefícios para sua empresa..  

Essa função permite mais agilidade e segurança nas suas operações financeiras. Com ela você diminui os riscos de erros nas operações, reduz custo e melhora a experiência do cliente.

Utilizar ferramentas que permitem a automatização de pagamentos e cobranças já é uma tendência do mercado. Isso porque gera produtividade, possibilita equipes enxutas e otimiza o tempo da sua empresa.

Você pode usar a antecipação de recebíveis 

A antecipação de recebíveis é uma das principais ferramentas que ajudam a diminuir os riscos da venda a prazo. Afinal, essa funcionalidade permite a você vender parcelado e receber à vista. 

Você pode solicitar uma análise de crédito a uma plataforma de pagamentos que tenha essa função. Se aprovado, você pode receber os valores adiantados de um pagamento que só entraria no caixa em uma data futura.

Esse dinheiro pode ser utilizado para equilibrar o fluxo de caixa, que costuma ser o grande perigo no momento das vendas a prazo. Além disso, também é possível quitar pagamentos pendentes ou redirecionar esses recursos para novos investimentos.

Agora que você entende como funcionam as vendas parceladas, sabe que os cartões de crédito são umas das melhores opções dentro desse segmento. Entenda melhor como você pode vender no crédito ou débito sem uma maquininha de cartão de crédito.

Simplifique o recebimento de cobranças com o Asaas