Pix internacional: como vai funcionar o sistema de pagamentos instantâneo mundial

por Pix

Publicado em 29 de dezembro, 2023 | Atualizado em 29 de maio, 2024

O Pix rapidamente se tornou o principal meio de pagamento no Brasil. Porém, essa solução não é exclusiva do nosso país. Em outros territórios também existem modelos diferentes de sistemas para pagamentos instantâneos.

Sendo assim, uma medida que tem sido discutida ao redor do mundo, é criar um modelo de pagamento instantâneo e internacional – que consiga conectar contas de clientes em diferentes países e superar as barreiras do câmbio.

Mas como esse Pix internacional funcionaria? Descubra tudo sobre esse assunto no nosso artigo. Continue lendo!

O que é o Pix Internacional?

O Pix Internacional é uma forma que os brasileiros estão chamando o “projeto Nexus”, que é uma iniciativa da BIS (Bank for International Settlements), instituição que é conhecida como o “banco central dos banco centrais” e ajuda na regulação do comércio internacional.

A ideia do projeto Nexus é conectar o sistema de pagamento de mais de 60 países diferentes

Atualmente o projeto está em fase de teste chamada de Prova de Conceito (POC). Nela são realizadas simulações para verificar a viabilidade das transações em grande escala. Hoje, três sistemas de pagamento estão sendo testados: Cingapura, Malásia e Zona do Euro pelo Banco da Itália.

Por que ter um Pix Internacional?

Um sistema de pagamento conectado no mundo todo é fundamental para aumentar a eficiência das operações financeiras de forma global, e pode impactar positivamente a economia nacional.

Além disso, o Nexus também pode oferecer uma infraestrutura para agilizar transações e negociações entre pessoas físicas e contas PJ. Com mais eficiência, tudo acontece mais rápido, com maior transparência e menor custo. 

O Pix brasileiro é internacional?

Não, é fundamental ressaltar que o Pix brasileiro, como conhecemos e utilizamos na nossa rotina financeira, é um modelo apenas nacional.

Porém, é possível afirmar que o Pix foi uma grande inspiração para o projeto Nexus, já que foi amplamente adotado pelos brasileiros, e em pouquíssimo tempo.

Como funciona o Pix no Brasil atualmente?

A utilização do Pix hoje no Brasil é um procedimento simples e pode ser realizado por meio de um aplicativo bancário ou instituições financeiras autorizadas.

Ao realizar uma transferência, basta fornecer o valor desejado e a chave Pix do destinatário. Após a confirmação dos dados, a transferência ocorre instantaneamente, com o montante creditado na conta do destinatário imediatamente. 

Vale ressaltar que as transações podem ser realizadas a qualquer momento, inclusive aos finais de semana e feriados.

O Pix não se limita apenas a transferências entre pessoas físicas e jurídicas, ele também se destaca como uma opção para efetuar o pagamento de compras em estabelecimentos comerciais.

  • Pix Saque: é um serviço que permite a retirada de dinheiro em espécie utilizando o Pix como forma de pagamento. 
  • Pix Troco: é uma funcionalidade que permite aos clientes pagar por suas compras em estabelecimentos comerciais e receber o troco em sua conta bancária, através do Pix.
  • QR Code Pix: é uma forma de pagamento que utiliza a câmera do celular do cliente para realizar o pagamento diretamente da sua conta bancária. Existem dois tipos de QR Code Pix: o QR Code Pix Estático e o QR Code Pix Dinâmico. 
Modalidades de transferência Pix

Como vai funcionar o Pix internacional?

No geral, os conceitos do Nexus ainda estão sendo definidos e existem muitos desafios a serem enfrentados, como câmbio entre moedas diferentes, checagem de informações para evitar pagamentos ilícitos e diferentes linguagens dos sistemas operacionais.

A proposta deve conectar o remetente e os destinatários em tempo real, seguindo o padrão visto aqui pelo Pix: 24 horas por dia, sete dias por semana e em até 60 segundos.

Além disso, os relatórios da BIS definem as principais finalidades do Nexus como:

  • Conectar vários sistemas de pagamentos de diferentes países: ao invés de um sistema de pagamento estabelecer conexões personalizadas para cada novo país ao qual se integra, a ideia é que o Nexus integre todos igualmente.
  • Coordenar o câmbio entre diferentes moedas: o sistema Nexus deve ter a capacidade de realizar a conversão entre diferentes moedas de maneira mais eficiente do que os métodos convencionais de transferências internacionais utilizados atualmente. 
  • Ênfase no varejo: o projeto também terá ênfase em transações de varejo, abrangendo transferências entre pessoas físicas, entre empresas, e entre pessoas e empresas, incluindo operações em e-commerces e até mesmo em maquininhas de cartões.

Qual a previsão de lançamento do Pix internacional?

Ainda não existem informações oficiais sobre o lançamento do Nexus. Os testes do projeto acontecem desde 2022 e devem seguir em novas etapas nos próximos anos. Cabe ao BIS anunciar quais serão os passos que o projeto irá tomar.

O Nexus tem relação com o Swift?

O Swift é um sistema global que oferece transações financeiras privadas entre países membros. Por isso, uma grande variedade de instituições financeiras utilizam o Swift: como bancos, empresas e o mercado financeiro de capitais.

Porém, o foco do Swift é institucional e o Nexus não vem para substituir sua função. O seu foco de pagamentos instantâneos é mais voltado para um uso comercial e no varejo.

O Nexus será cobrado?

Ainda não temos informações precisas sobre a estrutura de cobrança para o uso do sistema. O Nexus não assumirá a responsabilidade pela definição de custos, deixando aos bancos a decisão de oferecer o serviço de forma gratuita ou cobrada.

De acordo com o relatório do BIS, é esperado que as potenciais taxas diminuam à medida que a eficiência e a automação dos processos aumentarem.

Pix internacional vai funcionar em quais países?

Segundo informações do BIS, o Nexus pode se conectar com qualquer país que tenha um sistema próprio de pagamento instantâneo e que seja elegível para o projeto. 

Nesse caso, são considerados requisitos mínimos como padrão de experiência do cliente, sistema anti-lavagem de dinheiro e antiterrorismo, etc.

Quais países já possuem sistemas de pagamentos instantâneos?

Além dos três países envolvidos na fase de testes e o Brasil, nações como Índia, China, Coreia do Sul, Tailândia, Reino Unido, Nigéria, Japão, Estados Unidos e México já estão desenvolvendo iniciativas para sistemas de pagamentos instantâneos.

De acordo com um relatório da ACI Worldwide, uma empresa de pagamentos dos Estados Unidos, é estimado que até 2026, as transações em tempo real representem um quarto de todas as transações eletrônicas globalmente.

Como o Brasil participa da criação desse Pix Internacional?

O Banco Central do Brasil acompanha o Nexus como um observador. Ou seja, ainda não faz parte dos testes, embora tenha compartilhado com o BIS as informações sobre o desenvolvimento do Pix e suas operações.

Quais as vantagens do Pix Internacional?

Caso o Nexus se consolide e se torne, de fato, uma versão do Pix Internacional, ele trará muitos benefícios para os consumidores.

Quanto mais eficiente e integrado forem os sistemas de pagamento, como o do Asaas, mais acessíveis serão as compras internacionais, transferências e também as relações entre empresas e clientes ao redor do mundo. Confira:

Taxa de câmbio mais baratas

Uma das ideias do Nexus ou um projeto de Pix Internacional, é que o câmbio fique mais barato também. 

Com a eliminação de alguns custos envolvidos no atual fluxo de envio de dinheiro, além do fluxo financeiro ser mais transparente e garantindo maior compreensão das taxas pelos clientes. Tudo isso pode contribuir para que o Nexus ofereça um câmbio mais em conta.

Maior transparência financeira

A implementação do Pix Internacional promete oferecer maior transparência aos usuários, revelando as taxas de câmbio e os custos associados à transferência antes da conclusão da transação. 

Essa transparência proporciona aos usuários uma compreensão clara dos valores envolvidos, permitindo que tomem decisões informadas e evitem surpresas desagradáveis.

Mais inclusão financeira

A expansão de um modelo como o Pix para o cenário internacional representa um avanço significativo na inclusão financeira. Com um sistema global integrado, mais pessoas em diferentes partes do mundo terão acesso a serviços de transferência internacional. 

Isso amplia as oportunidades de transações transfronteiriças diárias, proporcionando conveniência e eficiência para um número maior de usuários.

Mais segurança para transações internacionais

A segurança é uma prioridade fundamental no Nexus. Para evitar transferências equivocadas e garantir a precisão nas transações, o sistema incorpora medidas rigorosas de verificação. 

Antes da conclusão da transferência, será necessário confirmar os dados do beneficiário, reduzindo o risco de erros e contribuindo para um ambiente mais seguro e confiável para transações internacionais. 

Essa abordagem visa proteger os usuários e garantir a integridade das operações realizadas por meio do Pix Internacional.

Utilize o Pix no Asaas

Enquanto o Pix Internacional não sai do papel, sua empresa pode continuar utilizando o Pix nacional como uma forma de aumentar suas vendas e otimizar os processos financeiros do seu negócio.

Para sua empresa, o Pix pode significar uma disponibilidade maior de recursos para manter a saúde financeira do negócio. Até porque o Pix pode ser utilizado em qualquer horário e durante todos os dias da semana.

Com tantas vantagens, o Asaas oferece o Pix como um método de pagamento para sua empresa, além de diversas outras vantagens que tornam sua rotina financeira mais simples, rápida e dinâmica.

Quer garantir o Pix e outros recursos na sua estratégia de vendas? Abra sua conta no Asaas agora mesmo!

O banner tem a imagem do logo do pix e de moedas e nele está escrito: Adeus, prazo de compensação! Com o Pix você recebe seus pagamentos muito mais rápido. Clique e saiba mais.
O banner tem a imagem de uma mulher e nele está escrito: Receba num (Pix)car de olhos. Seu dinheiro na conta em apenas 10 segundos. Clique e saiba mais.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.