Startup: Encontre as métrica que importam para o sucesso.

startupUma das atividades mais importantes em uma startup é estabelecer as métricas a serem acompanhadas. Sem dúvida alguma, uma empresa de sucesso deve ser construída sobre uma base sólida de números, porcentagens e conversões. Sem esses dados reais o empreendedor acaba confiando em achismos e hipóteses sem valor.

Por outro lado, não se deve confiar em todas as métricas. Isso se deve ao fato de que, muitas delas, servem para algumas empresas, mas não servem para outras. E é fundamental entender quais são as métricas que realmente importam na sua startup antes de tentar acompanhar todas.

Esse raciocínio gera uma porção de dúvidas entre empreendedores. E não é incomum que muitos deles acabem seguindo dicas de outros empreendedores sem nem ao menos estabelecer o que realmente precisa ser medido. Pensando nisso, abaixo listamos algumas dicas para você descobrir a métrica que importa na sua startup.

Antes de mais nada, evite “métricas da vaidade”

Mesmo empreendedores mais experientes possuem o hábito de basear suas empresas em métricas que não refletem o sucesso da startup, nem seu desempenho. Número de pageviews ou likes no Facebook, além de outras medidas do tipo “o meu é maior do que o seu” não significam, na maioria dos casos, que a empresa está funcionando ou mesmo validando suas hipóteses.

Dessa forma, antes mesmo de focarmos em procurar pela métrica que realmente importa, precisamos deixar a vaidade de lado e perceber que esse tipo de métrica, em geral, não nos responde se nossa estratégia está correta ou se precisamos fazer alterações no curso. Talvez sejam ótimas métricas para enviar à sua assessoria de imprensa, mas certamente não funcionam para se tentar descobrir se as hipóteses estão corretas ou não.

Em busca da métrica perfeita

Descobrir a métrica que realmente importa é um grande desafio. Primeiro porque não há uma regra para todas as empresas, mesmo entre aquelas de um mesmo setor. Além disso, ela não é permanente. A métrica que está funcionando neste mês talvez não funcione no próximo. Dito isso, a primeira coisa a se ter em mente é que é fundamental estar sempre acompanhando e testando os resultados.

O segundo passo é estabelecer o fator de sucesso mais importante na sua startup. Provavelmente seja algo envolvendo o faturamento ou o número de usuários. Mesmo startups que ainda não possuam um modelo de negócios claro devem estar sempre tentando aumentar o número de usuários dentro dos seus serviços. A partir desse fator é que poderemos descobrir qual a métrica que mais impacta e focar em melhorá-la.

Serviços com modelo premium, por exemplo, onde apenas uma pequena base de usuários paga pelo serviço, depende muito das conversões entre usuários gratuitos e pagos. Se sua conversão for baixa, pouco importa os outros números. Já plataformas de conteúdo dependem muito mais do tempo que o usuário passa dentro da plataforma do que outras métricas.

A partir dessa descoberta é que o empreendedor poderá concentrar seus esforços em otimizar os números, seja na forma de melhorias de usabilidade, novos canais de marketing ou reduções de preços. Os resultados dessas mudanças é que indicarão se estamos olhando para a métrica correta. Caso contrário, é fundamental reiniciar o exercício.

Você já descobriu a métrica que realmente importa na sua startup? Aproveite os comentários abaixo para nos contar sua experiência.

 banner_rodape

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.