Empreendedorismo: Os principais desafios de quem empreende sozinho

Empreendedorismo

Empreender exige muita dedicação, conhecimento e persistência, principalmente quando se faz isso sem companhia. Quem está sozinho no seu negócio, trabalhando em home office ou em um pequeno espaço profissional, sem contar com colegas de trabalho para repartir as conquistas e dificuldades diárias, passa por muitos desafios.

Você teve uma boa ideia de negócio e pretende encarar o empreendedorismo solitariamente? Então, veja a seguir alguns dos problemas que o empreendedor individual enfrenta e aprenda com as nossas dicas a como melhor solucioná-los!

Captar os primeiros clientes

Depois de criar seu produto ou serviço e colocá-lo no mercado, chega o difícil momento de se conseguir os primeiros clientes, aquelas primeiras pessoas que vão apostar no que você tem a oferecer. O processo de captação pode demorar um pouco, mas não desista: identifique seu público alvo e intensifique as estratégias de divulgação para aqueles com quem seu produto mais combina e a quem ele traga mais benefícios.

Lidar com a falta de companhia

Em um ambiente de trabalho padrão há pessoas que lhe estimulam frequentemente. Mesmo que não exista um apoio emocional evidente, a existência de um clima organizacional e a companhia de colegas no cumprimento das tarefas já diminuem as quedas de motivação. O isolamento não é impedimento para um bom rendimento profissional, mas pode ser complicado de se superar. Para conseguir lidar melhor com isso, seja disciplinado em seus afazeres diários do trabalho e não deixe de ter momentos de lazer que incluam a convivência com outras pessoas.

Ter toda a responsabilidade mas não contar com feedbacks

Ao mesmo tempo em que tem total liberdade para escolher qual caminho seguir, a falta de apreciações, críticas ou opiniões pode trazer ao empreendedor solitário uma certa dose de insegurança em suas decisões. Por isso, não fique desatualizado das notícias diárias, estude bem o mercado e observe as experiências de outras pessoas na mesma atividade, antes de tomar uma decisão crítica. Além disso, quem melhor que seus clientes para analisar seus serviços? Peça a eles o feedback de que você precisa. Além de fazer com que eles se sintam importantes para o seu negócio, você terá a avaliação de que você precisa.

Dar conta de muitas tarefas

Quem está sozinho tocando a empresa precisa realizar os serviços encomendados, atender ao telefone, responder e-mails, organizar a mesa e o ambiente de trabalho. É necessário dar conta de muitas tarefas, algumas ao mesmo tempo. Desse modo, é importante ser organizado e cumprir as pautas do dia, estruturando seu tempo para evitar as rupturas que tiram a atenção.

Uma boa dica é usar a tecnologia ao seu favor. Por exemplo, um software que organize reuniões com clientes e suas tarefas diárias, enviando notificações, poderá ser de grande ajuda para não perder prazos. O mesmo vale para aplicativos de planejamento, para otimizar seu tempo.

Ter foco na gestão financeira

Esta é uma das principais áreas estratégicas para o bom funcionamento do empreendimento. Afinal, se não há entrada de recursos e controle dos gastos, a empresa pode vir a desmoronar no futuro. Portanto, não basta focar apenas no conhecimento específico para a sua atividade, você também terá que fazer um controle rigoroso das entradas e saídas financeiras, aprimorando a gestão financeira de seu negócio com as melhores informações e ferramentas.

E você? Quais são os seus maiores desafios como empreendedor que atua sozinho? Você tem outras dicas de como lidar com este tipo de empreendedorismo? Deixe um comentário!

banner_rodape

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.