É possível manter o emprego e ter o próprio negócio?

Happy businessman working with laptop

Muitos profissionais com espírito empreendedor deixam de investir nos negócios de seus sonhos por considerarem essa empreitada muito arriscada, envolvendo muitos custos financeiros e incertezas quanto ao futuro do empreendimento. No entanto, é importante lembrar que não é necessariamente preciso sair do emprego regular para passar a empreender em um negócio próprio! Aliás, muitas histórias de sucesso comercial começam em casa, conciliando muito planejamento com a possibilidade da manutenção do emprego. Quer saber como fazer isso? Então confira já algumas questões cruciais sobre o tema:

Seu trabalho toma mais do que 8 hora do seu tempo?

Essa é a primeira pergunta que você deve fazer ao cogitar esse tipo de rotina dupla de trabalho. Empregos que exigem muitas horas de dedicação por dia acabam consumindo todo o tempo que se teria para desenvolver as ideias de um empreendimento próprio, tornando-se inviável o paralelismo. Além disso, a qualidade das atividades que você realiza acaba sendo prejudicada em ambos os trabalhos.

O estresse de rotinas diárias com muitas horas de trabalho e a mistura de atividades em lugares diferentes leva muitos profissionais a desistirem de seus sonhos de empreender. Por isso é que se faz importante traçar um planejamento minucioso do tempo que poderá ser efetivamente dedicado a cada negócio.

Sobra tempo para se especializar na área do empreendimento?

Especializar-se na área de interesse é essencial, principalmente se você procura empreender em uma atividade distinta da que trabalha atualmente. O ideal é procurar manter seu emprego enquanto adquire as habilidades técnicas, acadêmicas e profissionais necessárias para ter o próprio negócio.

A compensação financeira vale a pena dos dois lados?

Garantir uma remuneração compatível com as horas de trabalho prestadas é imprescindível para quem quer empreender e, ao mesmo tempo, manter o emprego. Se um dos lados dessa balança não estiver compensando financeiramente, é preciso colocar todos os custos — e benefícios — em um minucioso planejamento orçamentário.

A longo prazo, há perspectiva de aumento da remuneração com o negócio próprio? Vale a pena esperar esse prazo? As respostas para essas perguntas são fundamentais para que você, como empreendedor, não se sinta desencorajado a prosseguir com os planos do negócio próprio durante sua execução. Como é vital que valha a pena, estabeleça logo os limites mínimos de remuneração para essa empreitada e mãos à obra!

Freelancers conseguem empreender e manter o emprego?

É, sim, possível empreender e ainda assim manter o emprego regularmente. Mas não se engane: é preciso muita disciplina e organização para que prazos sejam cumpridos e para que a qualidade do seu trabalho não seja afetada a médio e longo prazos. Freelancers devem aprender a separar não apenas as horas do seu dia, de acordo com cada atividade, como também os ambientes de trabalho e a dedicação necessária a cada tarefa.

Quanto planejamento é necessário?

Planejamento é simplesmente essencial para que a tarefa de empreender fora do horário de trabalho realmente dê certo. Assim, planeje as horas de dedicação a cada atividade, os valores que serão necessários como investimento inicial, bem como as estratégias de prospecção de clientes e de organização de tarefas.

Se você teve respostas satisfatórias para todas essas perguntas, provavelmente já está pronto para manter o emprego e empreender no próprio negócio! Ainda tem dúvidas ou sugestões? Deixe aqui seu comentário e as compartilhe conosco! Participe!

 

 

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.