Dá para abrir uma empresa com pouco dinheiro?

Man calculating savings and costs

Muitas pessoas sonham em empreender, mas acabam empacando quando chega a hora de analisar o montante de investimento inicial para conseguirem começar o próprio negócio. Vale ressaltar, porém, que empreender pode ser muito mais fácil — e barato! — do que você imagina. Claro que há riscos e que a maioria dos gastos deve ser minuciosamente estudada antes de se realizar qualquer compra efetiva. Mas ainda assim é possível realizar aquele sonho de longa data investindo pouco e transformando de vez os rumos de sua vida profissional. Quer saber como? Então aprenda já a colocar tudo isso em prática:

Crie um plano de negócios

De nada adianta ter uma ótima ideia se ela não puder ser transformada em realidade, não é mesmo? Assim, é imprescindível que você, antes de tudo, monte um plano de negócios abrangente e detalhado, com todas as informações necessárias para a efetiva abertura da empresa, incluindo custos iniciais, investimento em capital fixo, gastos com funcionários, estratégias de marketing, previsão de lucro e amortização de empréstimos iniciais, entre outras informações. Todos esses detalhes servirão para você planejar suas ações, organizando-se financeiramente. Assim, caso seu dinheiro não seja o suficiente para abrir o negócio, você já poderá apresentar essa sua proposta de negócios a investidores, sócios e instituições de financiamento.

Procure conselhos de especialistas

É sempre muito válido aprender com os mais experientes. Por isso, procure o contato de amigos e colegas que empreenderam em áreas afins à que você planeja investir. Busque mais informações sobre o mercado, sobre os produtos que fazem sucesso em seus estabelecimentos e sobre as melhores estratégias de marketing, por exemplo. Esse é um passo muito importante, especialmente nesse início, pois você pode ter acesso a lições extremamente valiosas, que normalmente sé seriam adquiridas por meio de anos de experiência e muitos contratempos ao longo do caminho.

Pesquise bem seu mercado

Entenda bem o mercado em que pretende empreender. Faça uma pesquisa de preços — para o consumidor final e para as matérias-primas utilizadas na produção — e verifique a viabilidade do negócio de acordo com as informações de que você dispõe. Muitas pessoas sonham, por exemplo, ter um restaurante próprio, esquecendo-se, no entanto, de estudar esse modelo de negócio por trás do balcão, sob a perspectiva de um gerente ou de um proprietário. Erro possivelmente fatal!

Foque na prospecção de clientes

A princípio, busque clientes a todo custo, mesmo antes de concretamente abrir seu negócio. Compartilhe a ideia com seus amigos e conhecidos e verifique se realmente há demanda de mercado pelos produtos e serviços que você pretende ofertar. Assim fica mais fácil criar, desde os estágios iniciais, uma cartela de clientes apta a migrar para seu estabelecimento assim que as portas se abrirem. Invista em formas modernas de divulgação, como as redes sociais, por exemplo. Analise seu público e encontre-o onde quer que ele esteja!

Encontre bons sócios

Essa dica é especialmente válida para aquelas pessoas que vislumbram ter um negócio que, infelizmente, vai além de suas capacidades financeiras. Nesse caso, será preciso encontrar um sócio disposto a investir na ideia. Para entrar em contato com sócios em potencial, converse com colegas de profissão e pessoas de sua confiança. Espalhe sua ideia e cultive um networking profissional, para, assim, disseminar as chances de encontrar um parceiro com perfil complementar ao seu e que esteja disponível a bancar sua ideia. Porém, nesses casos, nunca é demais lembrar que sócios dividem lucros e poder de gestão dentro da empresa. Dessa maneira, ao aceitar a entrada de um sócio, é necessário também compartilhar as responsabilidades e o poder decisório.

E então, pronto para começar agora mesmo a desenhar o plano de sua futura empresa? Ficou ainda alguma dúvida ou tem sugestões? Comente aqui e as compartilhe conosco!

 

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.