O que é negativação e como negativar um cliente devedor?

Por Redação Asaas
Publicado em 5 de novembro, 2021 | Atualizado em 24 de novembro, 2021

Relatos de empreendedores com clientes inadimplentes não são raros. A situação tem se tornado cada vez mais comum, e por isso é importante compreender o que pode ser feito para evitar grandes prejuízos. Mas, você sabe o que é negativação e como negativar um cliente devedor?

Além das histórias, os números comprovam essa triste realidade. De acordo com dados do Mapa da Inadimplência, divulgado pelo Serasa, mais de 62 milhões de brasileiros estavam com dívidas em maio de 2021. A estimativa é de que cada indivíduo deva mais de R$ 3 mil. 

Sendo assim, fica perceptível que diversos negócios estão deixando de receber por serviços ou produtos oferecidos, não é mesmo? A sua empresa está passando por isso? 

Se a resposta foi sim, leia o conteúdo e aproveite para compreender o que é negativação,  como funciona o processo e quando essa deve ser uma opção!

Conteúdo

O que é negativação?

O nome pode até assustar, mas o assunto deve ser discutido entre as empresas, afinal, esse é um mecanismo de segurança que pode ser acionado em diversas ocasiões. 

A negativação nada mais é do que um sistema de cobrança nos casos em que o indivíduo está inadimplente, ou seja, quando não está realizando os pagamentos.

Sendo assim, o nome da pessoa que está devendo é inserido no banco de dados do Serasa, por exemplo, ou outra empresa responsável por gerenciar o processo de negativação.

Após essa etapa, o indivíduo fica impedido de diversas ações e atividades do dia a dia, incluindo opções de financiamento, empréstimo e até mesmo o pedido de cartões. Na maioria dos casos, essas restrições permanecem até a quitação. 

Em relação às normas, esse tipo de procedimento é previsto por meio do Código de Defesa do Consumidor (CDC). Ao detectar uma dívida vencida, é possível atrelar os valores ao CPF (Cadastro de Pessoa Física). O débito fica ativo por até cinco anos.

Vale ressaltar que também existem os casos em que a compra é feita por uma pessoa jurídica, ou seja, de empresa para empresa. Sendo assim,  é possível utilizar o mesmo mecanismo, incluindo os valores no CNPJ. 

Após a solicitação de inclusão na lista de negativados do Serasa, ele tem o compromisso de enviar uma carta, informando sobre a situação.

Quando o comprador não recebe esse documento, seja por causa do extravio da correspondência ou envio para o endereço errado,  por exemplo, a negativação ocorre da mesma forma. 

O prazo para quitação é de dez dias, antes que o nome apareça como “sujo” no sistema. Caso não exista o pagamento, inicia-se o processo de negativação.  

O  tempo de pagamento pode variar de estado para estado, já que algumas regiões oferecem um prazo de até 20 dias. O comprador pode fazer o pagamento a qualquer momento — os débitos serão retirados do nome em até dois dias úteis. 

Lembre-se: há diversas maneiras de inibir a falta de pagamentos. Manter o relacionamento com o cliente, enviando lembretes e mensagens, por exemplo, é uma das maneiras de evitar que o pagamento seja esquecido. 

Por mais que a negativação seja um direito da empresa, é possível optar por opções mais rápidas e amigáveis, contribuindo com o fluxo de caixa.

Quer saber como evitar os temidos “calotes”? Então confira o conteúdo sobre inadimplência zero e veja nove dicas.  

Como negativar um cliente devedor?

Agora que você já sabe o que é negativação, esse é o momento de compreender o passo a passo dessa solicitação.

Como mencionado acima, assim que  o processo é iniciado, o Serasa ou outra empresa que atua no mesmo segmento recebe a notificação. O próximo passo é o contato com o envolvido.

A plataforma atua com a análise e aprovação de créditos, utilizando informações que são enviadas por lojas, bancos e financeiras. O objetivo é formar uma base de dados para realizar a avaliação de cada indivíduo, levando em consideração as dívidas vencidas e pendências que pode haver em um CPF/CNPJ.

Sendo assim, o Serasa fica responsável por atuar com as validações do nome de cada cidadão e das restrições que podem existir. Sabendo da importância da consulta Serasa, como é possível realizar a negativação?

Quando a compra é feita pelo cartão de crédito, o dever de cobrar é da financeira, afinal, a sua empresa estará recebendo o valor normalmente, sem preocupações. Todas as etapas jurídicas, nesse caso, serão assumidas pela bandeira do cartão. 

Já nas situações em que a compra foi feita pelo carnê ou boleto, o procedimento é diferente. O primeiro passo é disponibilizar as informações básicas, incluindo o nome completo, RG, CPF, endereço e telefone. 

Anotar as informações do produto ou serviço vendido, incluindo data, valor e vencimento é o segundo passo. Também é preciso guardar os boletos e carnês que foram gerados. 

É válido ressaltar que a negativação deve começar após as tentativas de negociação. O indicado é esperar, pelo menos, 30 dias antes de acionar o mecanismo. 

Todo o processo pode ser realizado por meio do site do Serasa, do cartório ou até mesmo pela Câmara de Dirigentes Lojistas da cidade. Lembrando que cada município e estado possuem as próprias exigências. 

Outra opção é contar com uma ferramenta que seja capaz de realizar todas as etapas de forma automatizada, facilitando o dia a dia dos empreendedores. Isso é possível por conta das funcionalidades oferecidas por algumas plataformas. Assim, com poucos cliques, fica fácil iniciar a negativação.

Quer saber mais sobre o relacionamento com o cliente e como assegurar que os pagamentos em dia? Então baixe o guia de cobranças e saiba tudo sobre o assunto!

No Asaas você tem emissão automática de notas fiscais