Gestão de pagamento

Como funciona o pagamento: conheça todas as etapas deste processo

Publicado em . Atualizado em
Por Jeferson Leandro Kortbein . Tempo de leitura: 8 mins
Mulher está testando como funciona o pagamento de uma padaria.

O pagamento é uma parte importante para a estabilidade financeira de qualquer negócio. É preciso garantir segurança e facilidade neste processo, para obter a satisfação de seus clientes e o bom gerenciamento do seu dinheiro.

Dessa forma, sua empresa conseguirá se manter financeiramente saudável, conseguindo crescer e expandir seus negócios com estabilidade.

Para te ajudar nesta jornada, vamos te mostrar como funciona o pagamento, mostrando o que acontece em cada etapa deste processo. Continue a leitura!

Como funciona o pagamento?

Ter uma boa gestão de pagamento é fundamental para o funcionamento de qualquer comércio, seja ele físico ou digital. Por isso, é importante entender como funciona o pagamento, para garantir que ele seja realizado de forma eficiente e segura.

Abaixo vamos mostrar as etapas desse processo.

1. Iniciação da Transação

Esta é a primeira etapa do processo de pagamento. Aqui, o cliente seleciona os produtos ou serviços que deseja adquirir e procede para a finalização da compra. Este passo pode envolver:

  • Seleção dos Produtos/Serviços: O cliente escolhe o que deseja comprar.
  • Carrinho de Compras: Em plataformas online, os itens selecionados são adicionados a um carrinho de compras.
  • Escolha do Método de Pagamento: O cliente escolhe como deseja pagar (cartão de crédito, débito, transferência bancária, carteira digital, etc.).
  • Fornecimento de Dados: O cliente fornece os dados necessários para o pagamento, como número do cartão, data de validade, código de segurança, ou outras informações dependendo do método escolhido.

2. Autorização do Pagamento

Nesta fase, o pagamento precisa ser autorizado pela instituição financeira do cliente (banco ou emissor do cartão). Os dados fornecidos são verificados para garantir que são corretos e válidos. O processo geralmente inclui:

  • Verificação de Saldo/Crédito: O banco ou emissor do cartão verifica se há saldo ou limite disponível para cobrir a compra.
  • Autenticação: Medidas de segurança adicionais, como a autenticação por dois fatores (2FA), podem ser usadas para confirmar que a transação está sendo realizada pelo legítimo dono do meio de pagamento.
  • Autorização: Se tudo estiver correto, a transação é autorizada, e um código de autorização é gerado e enviado ao comerciante.

3. Confirmação e Registro da Compra:

Após a autorização, o comerciante recebe a confirmação de que o pagamento foi aprovado. Ao mesmo tempo, o cliente recebe uma notificação (na tela, por e-mail ou SMS) confirmando que a compra foi realizada com sucesso. A partir disso:

  • Registro da Transação: A transação é registrada no sistema da sua empresa, atualizando o inventário e gerando um recibo ou nota fiscal.
  • Processamento de Pedido: Para compras online, isso pode incluir o início do processamento e envio do pedido.

4. Transferência dos Fundos:

Uma vez que a transação é confirmada, a transferência real dos fundos ocorre entre as instituições financeiras envolvidas. Este passo inclui:

  • Liquidação: O valor da compra é transferido do banco do cliente para o banco do comerciante.
  • Taxas de Serviço: Podem ser deduzidas taxas de processamento cobradas pelas redes de cartão e bancos.

5. Conciliação e Segurança:

Esta etapa envolve a reconciliação das transações e a garantia da segurança de todo o processo. O comerciante verifica se todas as transações foram processadas corretamente e se os valores estão conforme as vendas registradas. 

Nesta etapa, é importante:

  • Prevenção e Segurança: Monitoramento contínuo para identificar e prevenir fraudes. Ferramentas de detecção de fraude podem analisar padrões de compra suspeitos.
  • Auditoria e Relatórios: Relatórios financeiros e auditorias são realizados para garantir a precisão e conformidade com as normas regulatórias.

Como funciona o recebimento de pagamento automatizado?

Em um sistema financeiro completo, como o Asaas, que oferece diversas formas de receber cobranças e um processo de pagamento simples, é possível desfrutar de recursos como:

Link de pagamento

O link de pagamento permite às empresas realizarem vendas mesmo sem possuir um site. Com essa ferramenta, é possível disponibilizar um link para converter vendas através das redes sociais ou WhatsApp.

API de pagamento

A API de pagamentos é um recurso que visa aumentar a eficiência das plataformas de vendas online, através da integração com ferramentas externas. Com elas, você otimiza a jornada de venda de clientes, melhorando o nível de satisfação dos clientes.

Checkout transparente

Muitas vezes, a desistência de compra acontece pela falta de otimização das páginas de venda, redirecionamentos excessivos, etc. Por isso, o checkout transparente mantém os consumidores dentro do mesmo ambiente para realizar a conversão.

Cobrar Agora

Muitos empreendedores se assustam com as vendas do cartão por conta da necessidade de possuir uma maquininha. Além disso, também existem taxas envolvidas no processo de venda pelo crédito que aumentam as despesas.

Por isso, através do aplicativo Asaas, é possível vender crédito sem maquininha, pagando pouco e aumentando a capacidade de conversão.

Meios de pagamento Asaas.

Quais os tipos de pagamento?

Cada meio de pagamento possui características únicas, vantagens e desvantagens que precisam ser consideradas para garantir uma experiência positiva e segura em cada transação. Abaixo, vamos falar sobre cada uma delas:

Cartões de Crédito

Aumentam as vendas, oferecem segurança e fluxo de caixa previsível, mas possuem taxas. Além disso, o valor da venda é creditado na conta do vendedor em 1 ou 2 dias úteis após a aprovação da transação, podendo variar conforme a operadora do cartão.

Importante! Tenha cuidado com estornos de valores por parte dos clientes. O chargeback pode gerar perdas para sua empresa.

Cartões de Débito

O valor da venda é creditado na conta do vendedor imediatamente após a aprovação da transação. Porém, diferentemente dos cartões de crédito, os cartões de débito não permitem que os clientes dividam suas compras em parcelas.

Transferências Bancárias

Reduzem o risco de inadimplência e evitam taxas, mas dependem da iniciativa do cliente. Além disso, as transferências bancárias podem ter um limite de valor, o que pode restringir algumas vendas.

O tempo de recebimento do valor da venda por transferência bancária pode variar conforme as instituições financeiras envolvidas, mas ocorre geralmente em até 1 dia útil.

Boletos Bancários

Os boletos bancários são acessíveis, permitem prazos para pagamento e podem ser utilizados em lojas físicas e online. Porém, o recebimento pode demorar até 2 dias úteis e pode haver custos para a emissão dos boletos bancários.

Pix 

Recebimento instantâneo 24/7 sem taxas, ideal para produtos digitais. Assim como nas transferências bancárias, o recebimento depende de o cliente realizar o pagamento via Pix

Além disso, pode haver um limite de valor para transações via Pix conforme o horário, o que pode restringir algumas vendas.

Diferença entre os meios de pagamento disponíveis no ambiente online e presencial.

Quais são as tendências do mercado de pagamentos?

O mercado de pagamentos está em constante evolução, impulsionado por avanços tecnológicos, mudanças nas preferências dos consumidores e regulamentações financeiras. As principais tendências de pagamento são:

  • Pagamentos Digitais e Carteiras Digitais: Oferecem conveniência e segurança, permitindo que os consumidores façam pagamentos usando seus smartphones ou dispositivos vestíveis.
  • Pagamentos por aproximação (NFC): Tecnologia contactless que permite pagamentos rápidos e convenientes apenas aproximando o cartão ou dispositivo do terminal de pagamento.
  • Open Banking: Compartilhamento de dados bancários com consentimento do cliente, permitindo novos produtos e serviços financeiros inovadores.
  • Criptomoedas e Blockchain: A descentralização e a segurança inerentes ao blockchain oferecem novas oportunidades e desafios para o mercado de pagamentos.
  • Terminais de pagamento (TEVs): Os Terminais de Pagamento Eletrônico (TEVs) são dispositivos físicos que permitem a realização de transações com cartões de crédito e débito. São comuns em lojas físicas e pontos de venda.
  • Gateways de pagamento: Gateways de pagamento são serviços online que facilitam a comunicação entre o site do comerciante e a instituição financeira. Eles processam transações de cartões de crédito, débito, boletos bancários, entre outros métodos de pagamento.
  • APIs de pagamento: APIs de pagamento são interfaces de programação de aplicativos que permitem que sistemas diferentes se comuniquem e processem pagamentos. São utilizadas para integrar funções de pagamento diretamente em aplicativos móveis, sites e outros softwares.

Abra sua conta agora mesmo e receba seus pagamentos com facilidade!

Compartilhar:
Diretor de Operações Financeiras e Tesouraria do Asaas. Formado em Administração de empresas pela Univille e pós-graduado em Gestão financeira pela FGV, possui mais de 23 anos de experiência no mercado financeiro. Consolidou sua carreira no Bradesco, atuando, por mais de 12 anos, como gerente de negócios.

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notebook e celular exibindo a interface do Asaas e a frente deles um cartão do Asaas.

Asaas: conta digital completa para sua empresa

Emita cobranças, faça transferências, pague contas e gerencie seu negócio em um único lugar.
Conhecer o Asaas