Aprenda a separar os gastos pessoais dos gastos da empresa

aprenda-a-separar-os-gastos-pessoais-dos-gastos-da-empresa.jpeg

Um grande erro de muitos empreendedores é misturar os gastos pessoais com os gastos da empresa e acabar perdendo o controle do caixa. A consequência disso pode ser grave, portanto, a primeira coisa a entender é que trabalho e vida pessoal devem ficar cada um no seu canto, e isso vale especialmente para as contas.

Seja por inexperiência ou por falta de cuidado, confundir as finanças é mais comum do que se imagina. Para te ajudar a fugir desse erro, listamos alguns motivos para não fazer isso. Confira:

Os prejuízos de misturar os gastos pessoais com o da empresa

Não é porque você é dono do negócio que pode pegar o que quiser no caixa imaginando que vai repor depois, pois isso não acontece. E quando chega a hora de pagar as contas é que vem a surpresa: não há dinheiro disponível. É assim que começam as temidas dívidas.

Para não ficar com as contas pendentes, é possível recorrer a um empréstimo, mas como esse fato provavelmente vai voltar a se repetir, tenha certeza de que as contas não vão parar de crescer. Por isso, é preciso que você defina exatamente qual será o seu “salário”, chamado de pró-labore, e não pegue nada além dele — defina um valor suficiente para os seus gastos pessoais e que não prejudique a viabilidade do negócio.

Outro problema será na hora de pagar os tributos, pois sem um controle adequado fica bastante difícil fazer um imposto de renda e conseguir comprovar os seus custos. Nessa hora começam a surgir os problemas com o Fisco, que podem resultar em multas e sanções pesadas no futuro.

Como organizar as contas

Para evitar essa situação, é preciso ter um bom controle das contas, começando por separá-las. É preciso que a conta bancária da empresa esteja totalmente desvinculada da sua pessoal, pois assim fica fácil saber o valor que se tem em caixa, quais são os gastos da empresa e projetar as ações estratégicas futuras.

Uma boa dica é procurar o seu banco e verificar quais são os produtos que eles têm a oferecer para sua empresa. No caso dos pequenos negócios, as taxas e os benefícios costumam ser bem atrativas.

O mesmo vale para os gastos, que não devem ser levados de um lado para outro. Nada de querer pagar as contas da casa junto com as da empresa só porque são da mesma operadora! Evite problemas.

Para organizar todas essas as contas, somente uma planilha eletrônica pode não ser suficiente. Procure por softwares mais avançados que vão garantir uma melhor precisão dos resultados e que sejam mais fáceis de manusear.

Mas se o seu problema é não ter nem ideia de por onde começar ou o que tem que ser feito, é melhor pedir ajuda. Hoje já existem consultores especializados em separar os gastos pessoais dos gastos da empresa, e eles são muito úteis nessa hora. Então busque suporte profissional sempre que preciso e deixe seu caixa em ordem.

Gostou dessas dicas? Curta nossa página no Facebook e fique por dentro de muitas novidades e dicas para deixar suas finanças mais saudáveis!

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.