Saiba analisar quando a antecipação de recebíveis é viável

saiba-analisar-quando-a-antecipacao-de-recebiveis-e-viavel.jpeg

 

A antecipação de recebíveis é uma modalidade de crédito frequentemente oferecida por bancos e financeiras, e são formas comuns de empresários conseguirem capital para seu negócio.

Há, entretanto, muita dúvida sobre a viabilidade dessa operação e sobre seu funcionamento. Para um empreendedor, especialmente quando se fala em pequenas empresas, é imprescindível analisar as condições da antecipação para entender se ela é ou não aconselhável.

Neste post, selecionamos algumas informações sobre a antecipação de recebíveis. Confira!

Como funciona a antecipação de recebíveis?

Um empresário normalmente possui, em suas mãos, títulos e valores a receber. Quando ele tem compromissos a honrar ou precisa de capital, é possível optar por antecipar esses títulos em uma instituição financeira, deixando-os como garantia de pagamento e recebendo seus valores à vista.

De forma simplificada, o banco empresta a você um percentual dos seus recebíveis e, no vencimento, ele credita na sua conta, fazendo o débito correspondente ao pagamento do crédito que ele antecipou.

Podem ser antecipados, entre outros:

  • Recebíveis de vendas a prazo em cartões de crédito
  • Cheques pré-datados
  • Duplicatas

Assim como outras modalidades de crédito — cheque especial, empréstimos e financiamentos, por exemplo —, a antecipação de recebíveis é uma operação sobre a qual incidem impostos, juros e possíveis taxas bancárias.

Quando solicitar esse crédito?

Desde que você possua títulos a receber, você pode pensar em realizar essa operação no seu banco. A antecipação de recebíveis pode ser solicitada quando sua empresa precisar de capital para o funcionamento ou para alguma ação específica, como por exemplo:

  • Dispor de capital de giro e garantir suas operações
  • Saldar compromissos com fornecedores
  • Cobrir outras operações com juros mais altos
  • Aproveitar alguma boa oportunidade de investimento

É importante, entretanto, avaliar a viabilidade desse negócio, assim como de qualquer operação financeira que você pretende fazer, afinal, é a continuidade e a estabilidade do seu negócio que está em jogo — principalmente quando se é uma microempresa, por exemplo.

Como analisar se a antecipação é viável para o meu negócio?

Para começar, uma dica básica é realizar qualquer operação financeira exclusivamente para alimentar seu negócio de alguma forma — como nas circunstâncias acima citadas. Nada de pegar empréstimos ou antecipação de títulos para usar com gastos pessoais, afinal, você compromete a rentabilidade do seu negócio. Além disso, uma regra básica para o sucesso de qualquer empresa é separar os gastos pessoais dos corporativos.

Nessas circunstâncias, você vai precisar comparar a taxa de juros da operação com a de outras linhas de crédito disponíveis. Sempre busque juros mais baixos, mas lembre-se de considerar:

  • O percentual de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras)
  • Taxas e tarifas bancárias inclusas na operação
  • O prazo de pagamento, que pode onerar a dívida caso ela se estenda por muito tempo

Também garanta que você terá mais saldo, além dos títulos que está dando ao banco como garantia, pois, como veremos a seguir, um risco dessa operação é a inadimplência dos seus clientes.

Quais são os riscos da antecipação de recebíveis?

A princípio, essa é uma operação mais segura que outras, já que você não está necessariamente tomando dinheiro emprestado, mas antecipando algo que já é da sua empresa, certo? Entretanto, o risco principal consiste na possibilidade de os emissores dos títulos não honrarem seus compromissos.

Por exemplo: cheques dados em garantia podem ser devolvidos por falta de fundos. Nesse caso, quem arca com a responsabilidade de pagar ao banco é você.

Portanto, escolha apenas os melhores e mais seguros títulos, com base no histórico dos seus clientes e na garantia dos próprios créditos. Assim você minimiza a possibilidade de ter dores de cabeça com seu banco.

Ficou claro como funciona a antecipação de recebíveis? Você já utilizou essa modalidade de crédito? Compartilhe suas impressões e experiências conosco nos comentários!

O Autor
Vice-presidente no Asaas
Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.