Cartão de crédito para empreendedores: por que ter um e como solicitar o seu

Por Diego Contezini
Publicado em 27 de maio, 2021 | Atualizado em 14 de setembro, 2021

O cartão de crédito é um dos meios de pagamento mais utilizados no Brasil. No caso dos empreendedores, o acesso a crédito é importantíssimo para poder comprar matéria-prima, adquirir equipamentos e investir no negócio, promovendo o crescimento da empresa.

Segundo balanço da Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), no primeiro trimestre de 2021 foram movimentados R$ 558,3 bilhões usando cartão, sendo que, deste valor, R$ 335,9 bilhões foram transacionados através de cartão de crédito.

Juntos, os brasileiros fizeram 6,5 bilhões de transações com cartões no primeiro trimestre de 2021. Isso equivale a 50 mil pagamentos por minuto. Mas como escolher o cartão de crédito mais adequado para você, empreendedor? Confira o post pra tirar essas e outras dúvidas!

Conteúdo

Como funciona um cartão de crédito

O cartão de crédito é uma espécie de “empréstimo”: o banco ou fintech libera uma quantidade X de dinheiro que você pode gastar. Ao fim do período combinado, que pode ser de até 40 dias, o consumidor precisa devolver o dinheiro emprestado ao banco ou fintech, respeitando a data de vencimento da fatura.

Os cartões de crédito podem ou não ter anuidade, dependendo da instituição. Além disso, na hora de contratar um cartão de crédito, é necessário verificar principalmente a taxa de juros e demais tarifas. Caso você preze pela praticidade, também existem cartões múltiplos que vêm com a função débito e crédito em um único cartão.

Para usar, você pode inserir o cartão na maquininha ou, caso ele seja contactless, aproximá-lo. Também é possível usar o cartão de crédito para compras online: basta preencher os dados solicitados pela loja ou marketplace.

Leia também: Como funciona o cartão de crédito? Veja 7 dicas para não se endividar

Tipos de cartão de crédito: como escolher o melhor para você?

Existem vários tipos de cartão de crédito no mercado, com algumas características diferentes e que podem se sobrepor. Na hora de escolher o mais adequado para seu perfil, leve em consideração os seguintes pontos:

Nacional vs. Internacional

O nome é autoexplicativo: enquanto um cartão de crédito nacional pode ser usado apenas em compras no Brasil, o cartão de crédito internacional permite adquirir produtos e serviços do exterior. 

O cartão internacional pode ser muito vantajoso se você precisar, por exemplo, comprar produtos e equipamentos de fornecedores de fora. Alguns cartões oferecem benefícios, como o acúmulo de milhas que podem ser trocadas por viagens aéreas. O limite de crédito do cartão internacional também costuma ser maior.

Enquanto isso, os cartões nacionais são mais indicados para empreendedores que acabaram de obter um cartão de crédito e ainda estão se acostumando e se educando financeiramente. Alguns deles oferecem cashback, programas de fidelidade e descontos em parceiros.

Pré-pago vs. Pós-pago

O cartão de crédito pré-pago, como o próprio nome sugere, é um cartão cujo limite de crédito está relacionado a uma recarga que o dono do cartão faz. Seu funcionamento é bem parecido com um plano de celular pré-pago: em vez de ter um limite pré-aprovado, você define o limite do cartão de acordo com a recarga. 

Ele é interessante principalmente para quem não tem muito controle financeiro e para quem precisa melhorar seu score de crédito, afinal, em muitos casos, não é necessário comprovar a renda mínima. Dessa forma, com um histórico favorável, fica muito mais fácil obter crédito pré-aprovado e empréstimos no futuro.

O cartão de crédito pós-pago, por sua vez, é o cartão de crédito tradicional: o banco ou fintech avalia seu histórico de crédito e aprova um limite, que é um teto de valor que você pode gastar. Ao fazer uma compra parcelada no crédito, seu limite fica comprometido e é liberado aos poucos, conforme as parcelas são pagas.

A principal vantagem desse tipo de cartão é poder fazer compras de maior valor, pagando apenas um pouco por mês. Dessa forma, você pode comprar equipamentos e insumos para seu negócio sem comprometer sua renda mensal. Ou seja, o cartão pode ser um importante instrumento para aumentar a eficiência do negócio e tirar os sonhos do papel!

Cartão físico vs. Cartão virtual

Com a digitalização dos meios de pagamento, é cada vez mais comum que bancos e fintechs ofereçam cartões virtuais. Esses cartões são de uso exclusivo em transações online e foram criados para oferecer ainda mais segurança e evitar fraudes. Isso ocorre porque é gerado um número diferente do cartão físico, evitando risco de clonagem.

Os cartões físicos, por sua vez, são mais indicados para pagamentos em maquininhas de cartões, mas também podem ser usados para compras online, basta tomar cuidado.

Cartão de crédito para negativados: é possível?

Sim, é possível! Se você está com o nome sujo na praça, a melhor saída é começar a construir um histórico de crédito favorável, mesmo que você ainda não tenha conseguido quitar todas as dívidas. 

Para se ter uma ideia, em 2019, as micro e pequenas empresas bateram o recorde de inadimplência, segundo dados do Serasa Experian divulgados pelo Portal UOL.

Com um cartão de crédito pré-pago, é possível assinar serviços recorrentes — como Spotify e Netflix — e realizar pagamentos em lojas físicas e online. Tudo isso sem parcelamento de fatura e juros rotativos: você só usa o valor que você recarregou ou o valor que está na sua conta vinculada ao cartão.

Como dissemos antes, para adquirir um cartão de crédito pré-pago muitas vezes não é necessário passar por avaliação de score, abrir conta em banco, comprovar renda ou obter aprovação de crédito. Como o uso do cartão está vinculado à recarga, o risco é muito menor. 

Dica: busque fintechs, como o Asaas, que ofereçam esse tipo de serviço e tenham como objetivo a inclusão bancária. Assim, você não precisa comparecer presencialmente a uma agência e consegue fazer tudo pela internet ou pelo aplicativo.

Como fazer um cartão de crédito em 3 passos

O processo de fazer um cartão de crédito varia de instituição para instituição, mas existem alguns passos que são comuns na maioria dos casos. Abaixo detalhamos os três principais pontos aos quais você deve estar atento:

1. Escolha uma instituição

Tanto bancos como fintechs podem oferecer cartões de crédito. A grande vantagem das fintechs em relação aos tradicionais bancos é a facilidade de contratação: você pode fazer tudo pela internet, sem sair de casa: basta usar o site ou aplicativo. Caso seja necessário, você pode contatar a empresa pelos canais de atendimento digitais, como e-mail, chat e telefone.

2. Separe os documentos necessários

Na contratação de um cartão de crédito, é possível que a instituição solicite alguns documentos:

  • Documento oficial com foto (como RG e carteira de motorista);
  • Comprovante de renda (como holerite, IR e extrato bancário);
  • Comprovante de residência (como conta de água ou luz).

Certifique-se de tê-los em mãos para otimizar o processo. Lembre-se de preencher os dados com cautela e preste atenção aos detalhes. Assim, você evita que o cadastro seja reprovado por inconsistências nas informações.

3. Aguarde a aprovação e entrega do cartão

Depois que seu cadastro estiver aprovado, basta aguardar a entrega do cartão no endereço especificado. Certifique-se de que tenha alguém em casa para receber o pacote. Quando tiver o cartão em mãos, fique de olho no aplicativo do banco ou fintech, pois possivelmente as instruções de desbloqueio serão passadas por lá.

Dicas para usar seu cartão de crédito sem dor de cabeça

Como dissemos, o cartão de crédito pode ser uma dádiva ou uma grande dor de cabeça. Se você não souber utilizá-lo corretamente e a seu favor, as chances de ter problemas com endividamento e inadimplência são grandes. Por isso, separamos 6 dicas para você fazer o melhor uso possível do seu cartão de crédito. Confira!

Verifique se o site é seguro

Na hora de fazer compras online com seu cartão de crédito, certifique-se de que o site realmente é confiável. Procure por pistas, como selos de segurança e avaliações de clientes, e confira o domínio e a URL. Uma boa tática é verificar se, ao acessar o site da empresa pelo navegador, há um cadeadinho ao lado da URL. Ao clicar no cadeado, você saberá se a sua conexão é segura ou não.

Você também pode procurar pelo nome da empresa no Reclame Aqui e verificar se existem muitas reclamações e qual o principal teor dos comentários.

Não compartilhe sua senha com outras pessoas

Lembre-se de que a senha do seu cartão de crédito é uma informação extremamente sensível. Por isso, por mais próxima que seja a pessoa, não dê a ela sua senha. Ao cair nas mãos erradas, isso pode comprometer a saúde financeira do seu negócio e fazer você contrair dívidas não planejadas.

Use apenas os canais oficiais de comunicação

Caso você precise de atendimento do seu banco ou fintech, utilize sempre os canais de atendimento que a instituição divulga como oficiais. Além disso, não acredite em qualquer e-mail ou SMS recebido: existem muitos golpistas que enviam mensagens enganosas. Desconfie sempre e, na dúvida, confirme com a instituição.

Evite pagar apenas o valor mínimo da fatura

Se, de um lado, o cartão de crédito é uma ótima ferramenta para tirar sonhos do papel, ele também pode ser uma ferramenta para te endividar. Um dos erros mais comuns é justamente pagar apenas o valor mínimo da fatura. Afinal, os juros do rotativo são altos e podem virar uma bola de neve se você não cuidar.

Fique de olho no seu extrato

Busque sempre acompanhar seu extrato para verificar se não foi feita nenhuma compra indevida em seu nome. Por mais que você cuide com as fraudes, eventualmente pode ser que você passe por uma situação assim. Nesses casos, você pode solicitar o chargeback, operação por meio da qual você pode obter a devolução do dinheiro.

Planeje seus gastos mensais

Defina um limite mensal que você pode gastar no cartão de crédito (30% da renda, por exemplo), em vez de utilizá-lo como um segundo salário. Além disso, certifique-se de que não vai faltar dinheiro no fim do mês para cobrir as demais contas e despesas da sua empresa.

Previna-se contra transações não autorizadas

Quem nunca tentou passar o cartão de crédito e teve a transação bloqueada pelo sistema, que atire a primeira pedra. Isso pode acontecer por diversos motivos, entre eles limite insuficiente, falta de pagamento, cartão vencido e até suspeita de fraude (algumas operadoras podem bloquear transações de valor alto, por exemplo, para proteger o consumidor). 

Por isso, é muito importante sempre checar o limite do seu cartão de crédito antes de realizar uma compra, além de manter o pagamento da fatura em dia. Quando a data de vencimento estiver próxima, solicite a troca do cartão para o emissor. Ao realizar compras online, verifique se todos os dados do cartão foram preenchidos corretamente. Inconsistências nos dados da cobrança podem acabar gerando suspeita de fraude.

Conheça o Cartão Asaas Elo

O Asaas oferece aos seus clientes o Cartão Asaas Elo, um cartão de crédito internacional e contactless, que permite realizar compras à vista e assinar serviços recorrentes, como Netflix e Spotify. 

O limite do cartão está diretamente ligado ao saldo da Conta Asaas, ou seja, ao passar o cartão, o saldo é consumido na hora. Assim, você não precisa recarregar o cartão para usá-lo. Tudo isso sem mensalidade ou anuidade: a adesão é totalmente gratuita. Crie sua conta no Asaas e solicite seu cartão!

Simplifique o recebimento de cobranças com o Asaas