4 mitos sobre investimento financeiro (e como não cair neles)

 

Você trabalhou duro durante um bom tempo e conseguiu reunir algum dinheiro. Agora, precisa que essa quantia também faça alguma coisa por você, ou seja, gere rendimentos que o ajude a complementar a renda ou realizar algum sonho. No entanto, na hora de escolher o melhor investimento financeiro são muitas as dúvidas.

Onde aplicar? Qual a melhor opção de investimento? Para piorar, existe uma série de mitos que cercam esse assunto e acabam por confundir quem não está familiarizado. Veja quais são esses mitos e como você pode evitar cair neles!

Conheça os principais mitos sobre investimento financeiro

O mercado financeiro é para poucos: renda fixa, renda variável, bolsa de valores, ação ordinária, ação preferencial, bônus de subscrição e derivativos. Esses e outros termos que fazem parte do universo das finanças podem fazer com que se pense que esse é um assunto para especialistas.

Mas, na verdade, não é bem assim. Você pode aprender como funcionam as aplicações financeiras, conhecer as opções disponíveis e descobrir como aplicar fazendo pesquisas na Internet.

Existem muitas fontes confiáveis e que utilizam uma linguagem acessível. Qualquer pessoa pode fazer um investimento financeiro e algumas aplicações exigem um valor inicial baixo.

A aplicação para quem não acompanha o mercado

A poupança sempre foi e sempre será a aplicação ideal para quem não deseja acompanhar o mercado financeiro. Talvez por ser a mais antiga forma de aplicação financeira no Brasil, a poupança continua sendo o principal investimento financeiro procurado pelos investidores.

Ela tem suas vantagens: seus rendimentos são livres de imposto de renda para pessoas físicas e não exige carência, ou seja, permite saques em qualquer data, independente da data de aniversário. Além disso, tem a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) até o valor de R$250.000,00.

No entanto, há tempos que sua rentabilidade tem sido superada por outras aplicações. A LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) e a LCI (Letra de Crédito Imobiliário) são exemplos de produtos que têm obtido melhor rendimento e que também são isentos de imposto de renda e garantidos do FGC.

Outros produtos financeiros além da poupança

Investir no Tesouro Direto é seguro e tem retorno garantido. Nos últimos tempos, muito se tem dito sobre investir no Tesouro Direto.

O Tesouro Direto é um programa do Tesouro Nacional, que tem como objetivo vender títulos públicos federais para pessoas físicas na Internet. Por estar vinculado ao Tesouro Nacional, essa opção de investimento passa a ideia de segurança e solidez.

No entanto, alguns títulos do Tesouro Direto são tão ou mais arriscados que outras opções do mercado. É o caso das NTN (Notas do Tesouro Nacional) e das LTN (Letras do Tesouro Nacional).

Negociar o título antes do vencimento

No caso das LTNs, se você precisar negociar o título antes do vencimento, o Tesouro Nacional pagará o seu valor de mercado naquele momento, o que significa que a rentabilidade pode ser menor do que aquela contratada na hora da compra. Por isso, fique atento para conciliar a data do vencimento do título com as suas necessidades de resgate da aplicação. Só contrate determinado prazo se tiver certeza de que não vai precisar do recurso antes.

O mercado de ações funciona como uma loteria

O mercado de ações é o que mais inspira mitos e o principal deles é que é preciso ter sorte para investir. Mas não.

Não se trata de loteria, na qual ganha quem fizer a aposta premiada.  Para investir nesse mercado é preciso conhecimento e o conhecimento está ao alcance de qualquer pessoa que se disponha a estudar o assunto.

Pesquise em sites confiáveis e descubra como funciona o mercado de ações. Pode ser que você se sinta atraído por essa forma de investimento financeiro. Agora que você desfez alguns mitos sobre investimento financeiro e descobriu como não cair neles, poderá fazer suas escolhas com mais segurança, sem se prender a ideias preconcebidas e ultrapassadas.

Qual é a probabilidade de você fazer um investimento financeiros após a leitura desse post? Existe algum outro mito de que você já ouviu falar e que não mencionamos aqui? Comente abaixo!

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.