Conheça 5 indicadores para ficar de olho em negócios SaaS

conheca-5-indicadores-para-ficar-de-olho-em-negocios-saas.jpeg

 

Os negócios SaaS, ou seja, que oferecem softwares como serviços, possuem um determinado nível de dificuldade. Por isso, as métricas empregadas nas empresas comuns, a fim de avaliar o desempenho delas, não funcionam quando se trata de SaaS. Os empreendimentos Software as a Service podem funcionar por meio de contrato de adesão ou de aluguel.

Que tal conferir alguns indicadores que podem ajudá-lo bastante? Continue a leitura!

1- Churn (Índice de Cancelamento)

Reter clientes é tão importante quanto captá-los. Quanto maior a quantidade de consumidores, mais difícil substituir um número elevado dos que cancelam sua assinatura.

Para exemplificar, considere que seu negócio conquistou 500.000 clientes e a taxa de rotatividade mensal do churn gira em torno de 3%. Isso significa que seu negócio está perdendo 15.000 consumidores por mês — um valor alto que não pode ser mantido. Para calcular o churn, divida o número de cancelamento mensal pela quantidade de clientes ativos.

2- MRR (Receita Mensal Recorrente)

O MRR corresponde ao valor adicionado ou subtraído nas previsões mensais de faturamento. Esse indicador deve, necessariamente, ser um pouco maior que o churn (em volta de, no mínimo, 5% a mais).

O cálculo do MRR é feito assim: subtraia a quantidade de cancelamentos da quantidade de contas ativas e pontuais (clientes que pagam). Depois, multiplique a diferença pelo valor mensal que cada consumidor paga. Se, ao final de um mês, sua empresa apresenta 500 clientes ativos e 50 cancelamentos, sendo o valor mensal de R$ 200,00 por consumidor, então:

  • (500 – 50) x 200 = 90.000

3- LTV (Valor do Tempo de Vida do Cliente)

Este indicador mede o valor de um cliente ao longo do tempo. Geralmente, o consumidor satisfeito continuará comprando e valendo sempre mais para a empresa.

Por meio do churn, é possível saber qual é o tempo médio de permanência do cliente com seu negócio SaaS. Por exemplo, se o consumidor permanece, em média, 24 meses pagando mensalidades de R$ 200,00, ele teria LTV de R$ 4.800,00 (tempo de permanência multiplicado pela receita mensal média do cliente).

4- CAC (Custo de Aquisição de Clientes)

Mede o quanto é gasto para adquirir consumidores para sua base de clientes. Essa medição se dá, principalmente, por meio da análise de custos com marketing. O objetivo do CAC é reduzir gastos com publicidade sem comprometer sua eficiência.

Se o CAC é muito alto, é hora de mudar as estratégias publicitárias. Para calcular o CAC, some todos os custos mensais que teve com publicidade e vendas e divida pela quantidade de clientes novos no mesmo mês. O quociente corresponde ao custo médio por cada consumidor (gastos com captação de clientes/ número de consumidores novos = CAC).

5- NPS (Nível de Satisfação do Cliente)

É um método prático e eficaz de medir satisfação e fidelidade do cliente. O NPS avalia as respostas de uma pergunta única.

Como há uma padronização numérica, fica muito simples comparar seu negócio com outras empresas. As perguntas podem ser feitas em forma de questionário, enviado ou entregue diretamente ao consumidor. Por exemplo:

  • Em uma escala de 0 a 10, que nota você daria ao atendimento desta empresa?

Considere:

  • 0-6: (insatisfeitos);
  • 7-8 (neutros);
  • 9-10 (satisfeitos).

Considere que, ao todo, foram 1.500 respostas.

  • Coloque-as na planilha;
  • Separe os grupos e some as respostas ( 1º G: 300; 2º G: 300; 3º G: 900);
  • Obtenha o percentual de cada um (1º G: 20%; 2º G: 20%; 3º G: 60%);
  • NPS = 1º G – 3 º G = 60 – 20;
  • NPS = 40%.

Isso significa que 40% dos clientes estão satisfeitos com o atendimento. O 2º G, por ser neutro, foi desconsiderado.

Já usa algum desses indicadores em seu SaaS? Para mais informações sobre SaaS e otimização de vendas, clique aqui e leia mais dicas neste post!

O Autor
Vice-presidente no Asaas
Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.