Microempreendedor: por que é importante regularizar seu negócio?

microempreendedor--por-que-e-importante-regularizar-seu-negocio-346

A regularização das atividades profissionais é vista por muitos profissionais autônomos como uma tarefa desnecessária, supérflua ou excessivamente burocrática. A verdade, entretanto, é que a regularização só vem para somar e agregar valor ao negócio, permitindo que resultados muito mais satisfatórios sejam alcançados e que haja maior proteção – do negócio, do empreendedor e dos clientes. Você é um profissional autônomo e ainda não está convencido disto? Então, confira por que é importante regularizar o negócio e quais são as vantagens!

Menor carga tributária

O programa para microempreendedores individuais (MEI) foi especialmente desenvolvido para negócios que faturam até R$ 60 mil por ano. A partir desta perspectiva, há uma tributação especial para o MEI, que segue enquadrado no Simples Nacional. Ao regularizar o seu negócio como MEI, você passa a pagar apenas uma taxa fixa de R$ 35,90 para comércio e indústria, ou de R$ 39,90 para prestação de serviço. Persiste, no caso, isenção dos tributos federais.

Dessa forma, não será necessário se preocupar com o pagamento de impostos sobre os lucros e nem outras obrigações fiscais, como ocorre com empresas de grande porte, garantindo uma boa economia com a carga tributária. Para as microempresas em geral a tributação também é facilitada e consideravelmente menor do que para outras empresas, como forma de incentivo. Além disso, os lucros obtidos em uma microempresa são isentos de tributação do Imposto de Renda, garantindo que você, enquanto pessoa física, tenha que pagar menos à Receita Federal.

Maior confiança dos clientes

Estando regularizado, você se destaca diante de concorrentes que não possuem a regularização e passa a oferecer um serviço muito mais seguro e de mais qualidade para os clientes, como com a emissão de nota fiscal.

Com isso, o seu negócio inspira muito mais confiança em seus clientes, que notam o profissionalismo de sua atividade e, portanto, têm os seus serviços em mente quando precisam.

Controle financeiro exclusivo para o negócio

Uma situação regularizada também permite que você faça um balanço e fluxo de caixa específico e exclusivo para o seu negócio, ou seja, você se livra de ter que identificar cada pagamento na sua conta pessoal, por exemplo. Isso gera muito mais confiabilidade sobre o que efetivamente entra e sai do seu negócio e você consegue, inclusive, planejar o futuro do seu negócio de maneira mais efetiva.

Novas oportunidades e possibilidade de crescimento

Estar com a situação regular também abre muitas portas no mundo dos negócios, permitindo que você tenha acesso a novas oportunidades. Imagine, por exemplo, que surja um cliente com um projeto que pode ser decisivo para a sua empresa, mas que a nota fiscal seja uma exigência do contrato.

Com uma situação regular, você poderá absorver esse cliente de maneira imediata, garantindo que ele tenha o que precisa e que seu negócio cresça e se desenvolva.

Garantias sobre o trabalho

Um dos maiores problemas que envolvem o trabalho informal é o fato de que não existem reais garantias sobre a atividade, como a aposentadoria, por exemplo. Com a regularização da situação, o microempreendedor passa a ser legalmente amparado, conseguindo direitos trabalhistas, melhor planejamento e mais segurança no futuro.

Regularizar o seu negócio como microempreendedor é fundamental porque não apenas garante menos tributação nos impostos e maior confiança nos clientes, mas também permite que você tenha um controle mais otimizado das finanças, mais garantias sobre o trabalho e que possa aproveitar oportunidades e crescer com elas. Restou alguma dúvida sobre o assunto? Não deixe de comentar!

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.