5 coisas que você não pode negligenciar para abrir uma startup

Depositphotos_91561766_m-2015.jpg.jpeg

 

Começar um novo empreendimento vai muito além de obter um CNPJ. É preciso ter organização, planejamento, tempo, energia e muita vontade de trabalhar. Isso é ainda mais evidente quando estamos falando de abrir uma startup, que é um negócio que foge às regras da maioria das empresas.

Ao contrário de uma loja ou de um restaurante, por exemplo, as startups atuam baseadas em inovação e potencial de crescimento. Por outro lado, também lidam com um ambiente de incerteza e, por causa disso, exigem um cuidado extra. Para ser realmente escalável, isto é, conseguir crescer sem perder rentabilidade, as startups precisam ter bases sólidas.

Pensando nisso, separamos 5 questões que você não pode negligenciar ao abrir uma startup. Confira as dicas e comece seu empreendimento com o pé direito!

1. Ideia

Toda startup nasce de uma ideia. Por isso, antes de qualquer coisa, você precisa se certificar de que possui uma ideia inovadora, mas não só isso: ela deve ser capaz de gerar receita. Um erro muito comum de novos empreendedores é achar que uma grande ideia basta, independentemente da vontade dos consumidores.

Na prática, você precisa saber se as pessoas estarão dispostas a pagar pelo que você tem a oferecer. Para ajudar, procure responder aos seguintes questionamentos: quem vai vender; quem vai comprar; por que vai comprar; e como os consumidores vão pagar por isso.

2. Plano de negócio

Você não precisa de um plano de negócio absolutamente completo para começar sua startup. Entretanto, a maioria dos investidores vai querer ter acesso ao plano antes de fechar qualquer contrato.

No plano de negócios, você vai definir objetivos, estratégias e ações. Uma dica para trabalhar com metas é usar a metodologia SMART. Nela, sua meta deve ser: detalhada (specific), mensurável (mensurable), possível de alcançar (attainable), trazer realização pessoal (relevant) e ter um prazo para ser cumprida (time-based).

3. Equipe

Parece óbvio dizer, mas a sua equipe começa pelos sócios. Empreender sozinho é muito difícil, mas empreender com os sócios errados é tão complicado quanto. Geralmente, uma startup é formada por um tripé: o hacker, o vendedor e o designer de produto.

Ao mesmo tempo, é fundamental ter uma equipe de qualidade para executar os projetos. Nem sempre essa equipe precisa ser formada por funcionários. Às vezes, podem ser fornecedores ou até profissionais freelancers. O importante é tratar todos como parceiros de longo prazo, pois, assim, você criará relações de confiança, fortalecendo a empresa.

4. Local de trabalho

Uma das grandes questões ao abrir um startup é o local de trabalho, já que ele interfere nos custos, na produtividade e no valor agregado. Ao iniciar, é comum ficar em dúvida entre alugar um espaço ou até mesmo começar na casa de um dos sócios.

Porém, uma ótima dica é investir em coworking, espaços que ajudam com um ambiente produtivo e de baixo custo. Nesses escritórios, você pode fazer reuniões com clientes, usar o endereço para correspondências e ter acesso a uma série de recursos, como internet, impressora, entre outros.

5. Plataforma de gestão de assinaturas

Uma das grandes tendências para o empreendedor moderno é trabalhar de forma enxuta. Isso significa usar ferramentas que facilitam e automatizam uma série de tarefas.

Dentro desse espectro, você não pode deixar de contar com uma plataforma de gestão de assinaturas. Startups que trabalham com o modelo de assinatura têm muito mais chances de crescer de forma exponencial. E, atualmente, já é possível encontrar soluções para melhorar a eficiência dos processos de cobrança da empresa.

O mercado de inovação está bastante aquecido e você também pode tirar proveito disso. Mais do que nunca, o Brasil e o mundo estão em busca de iniciativas e de ideias únicas, fazendo com que esse seja um dos melhores momentos para abrir uma startup. Quem souber estudar as oportunidades vai se dar bem, contanto que não deixe de lado os pontos essenciais para crescer de forma saudável e sustentável.

Gostou deste artigo? Então conheça as vantagens de implementar uma solução SaaS.

 

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.