Entenda o CDI e por que ele é importante para sua empresa

Credit cards

Se você frequenta rodinhas que vira e mexe tocam em assuntos ligados a economia e investimentos, é provável que já tenha ouvido falar em um tal de CDI, certo? Pois muito embora essa taxa esteja diretamente relacionada às operações do mercado interbancário, ela pode influenciar vários outros aspectos econômicos, como a liquidez de aplicações e certos financiamentos, por exemplo. Por isso, é muito importante que você saiba do que esse índice se trata e como ele pode ser relevante para seu negócio! Pronto para descobrir? Então acompanhe:

Afinal, o que é o CDI?

Essa sigla, vinda de Certificado de Depósito Interbancário, diz respeito aos títulos emitidos pelas instituições financeiras com o objetivo de lastrear o mercado existente entre os bancos, o que significa dizer que a negociação desses títulos é reservada unicamente ao mercado interbancário.

Para que ele serve?

Os bancos costumam fazer diversas transações diárias, não é mesmo? Pois para que as operações sejam feitas sem qualquer problema, as instituições bancárias precisam ter recursos disponíveis — para lidar com casos em que os clientes querem sacar grandes somas de dinheiro de uma vez só, por exemplo. Assim, é preciso, a fim de evitar o desequilíbrio nas finanças internas, garantir a liquidez de seus recursos. Foi exatamente pensando em assegurar o fluxo dessas reservas bancárias que criou-se o CDI, em meados da década de 1980. Por meio dele, a instituição financeira que traz recursos de sobra empresta para aquela que, no momento, está precisando lastrear determinadas operações e contrapesar a liquidez a curto prazo.

E como isso funciona?

Em geral, a taxa do CDI segue proximamente as variações da SELIC — conhecida como o índice básico de juros da economia brasileira —, mas a aplicação pode gerar rendimentos com base em uma taxa de juros fixa ou variável. As transações feitas entre as instituições financeiras são consolidadas por meio eletrônico e, em seguida, registradas nos arquivos dos bancos participantes e dos terminais da Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos, a CETIP — sociedade sem fins lucrativos regulamentada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e fiscalizada pelo Banco Central que garante a integração do mercado financeiro nacional.

Qual sua importância para as empresas?

Em primeiro lugar, é o CDI que cobre o lastro de operações financeiras que você, como pessoa física ou como gestor de empresa, pode fazer, garantindo a liquidez de aplicações ou a retirada de recursos. Além disso, essa taxa acaba servindo como um importante indicador para diversos outros índices utilizados no sistema bancário. Se o custo de captação de recursos estiver mais alto para os bancos no momento, por exemplo, essas instituições podem optar por aumentar as taxas que incidem sobre os empréstimos e financiamentos que oferecem ao mercado, de forma a conseguirem equilibrar as finanças.

Vale ressaltar que os prazos dos CDIs apresentam variações, mas a grande parte das operações é negociada no período de um dia. Nesse sentido, é sempre válido ficar a par do histórico e da situação atual dos bancos com os quais sua empresa já tem obrigações, pretende fazer empréstimos ou investir em aplicações diversas.

Agora que você já sabe como o Certificado de Depósito Interbancário pode ser importante para sua empresa, comente aqui e nos conte se ainda ficou alguma dúvida! Compartilhe seus questionamentos conosco!

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.