Como aumentar suas vendas online em 5 passos

Por Redação Asaas
Publicado em 1 de outubro, 2021 | Atualizado em 1 de outubro, 2021

É difícil encontrar uma empresa que não esteja inserida nas plataformas digitais. Basta fazer uma pesquisa para encontrar diversos produtos, com marcas e modelos diferentes. Nesse espaço competitivo, é importante que você saiba como aumentar as vendas online. 

Se antes as compras pelo e-commerce causavam receio, essa realidade vem mudando há alguns anos e se intensificou muito após o início da pandemia e do isolamento social. Com o comércio fechado e diversas pessoas em casa, muitos empreendedores experimentaram pela primeira vez o mercado digital. 

De acordo com dados do relatório feito pela NeoTrust, em 2020 esse segmento ganhou R$ 20,2 milhões de novos usuários, gerando um aumento de 36,7% em comparação ao ano anterior. Outros dados da empresa animam os empreendedores, já que no primeiro trimestre deste ano foram gastos R$ 35,2 bilhões em compras, entre janeiro e março.

Para acompanhar o crescimento do setor e registrar bons números, aproveite para conferir alguns passos que vão melhorar as vendas online.

Conteúdo

5 passos para aumentar suas vendas online

Agora que você já sabe que o e-commerce está em ascensão, esse é o momento de conferir dicas que fazem a diferença. Vamos lá?

1. Conheça o seu público-alvo

Este é, sem dúvidas, o primeiro passo que pode direcionar o seu negócio para o sucesso ou fracasso. Isso porque conhecer o público é fundamental para pensar na forma correta de comunicar e vender

O problema é que muitas empresas acabam não conhecendo seus clientes, fator que pode influenciar diretamente nos lucros e metas de venda. 

Por isso, é importante ter contato com aqueles que já consomem o seu produto ou serviço. Ao coletar algumas informações principais, como idade e gênero, será possível traçar alguns perfis de quem se interessaria pelo seu negócio.

Contar com uma definição das personas, saber a forma de comunicação ideal, quais são as dores e os produtos que eles buscam são etapas cruciais para o sucesso.

Lembre-se: todos esses tópicos precisam ser construídos com a ajuda de quem já consome algo oferecido pela empresa ou que está interessado em consumir. Caso contrário, não será possível ter uma amostra real.

2. Invista em boas plataformas

Todos nós já vivenciamos aquela experiência de gostar de um produto, mas não conseguir realizar a compra pela internet, não é mesmo?

Na maioria dos casos, o erro está relacionado com a plataforma escolhida para anunciar os produtos. Demora para carregar, acessibilidade reduzida ou dificuldade para preencher dados são algumas das barreiras mais comuns. 

Outro fator que pode atrapalhar — e muito — as vendas online é a queda do servidor, ou seja, aqueles momentos em que o site não está disponível.

O ideal é contar com um servidor estável, que possa ser acessado pelo computador ou celular. O tempo de espera para carregar, a facilidade nas etapas do cadastro do cliente e a segurança também são fatores importantes. 

Para os empreendedores que atuam por meio das redes sociais, é essencial estar atento aos cuidados necessários em cada uma das plataformas. Outra possibilidade para quem não pode investir em um site próprio é expandir as vendas para outros marketplaces, como Mercado Livre, Amazon ou o Mercado Asaas, por exemplo.

3. Pense na divulgação

A divulgação é a alma do negócio, principalmente quando o assunto são as vendas online. Com tantos concorrentes a cliques de distância, é essencial utilizar alguns mecanismos para deixar seu negócio mais visível.

Anúncios pagos, cartões de visita, publicações nas redes sociais e divulgações pelo WhatsApp são alguns dos formatos disponíveis e que podem impactar positivamente o cliente. 

Antes de optar por uma dessas ferramentas do marketing digital, é fundamental voltar lá no primeiro passo e conhecer o seu público! Assim será fácil saber em qual ou quais opções a sua empresa deve marcar presença.

Atualmente, o sucesso está relacionado com a facilidade que as pessoas têm de encontrar o seu negócio na internet. Então, estar bem colocado no Google e nas redes sociais pode ser um diferencial.

4. Ofereça um atendimento multicanal 

Rapidez, praticidade e facilidade de acesso são fatores que fazem toda a diferença para o consumidor que opta por comprar online. Por isso, é importante oferecer um atendimento omnichannel, ou seja, oferecer diversas opções para o cliente entrar em contato para tirar dúvidas ou resolver qualquer problema.

Já se foi o tempo em que tudo era resolvido por telefone ou e-mail. Esses canais de contato ainda são importantes, é claro, mas você também precisa pensar nos clientes que preferem enviar um direct no Instagram, uma mensagem no WhatsApp ou até mesmo conversar pelo chat da loja online.

Um atendimento multicanal (omnichannel) faz com que o cliente fique mais satisfeito, consiga suas respostas com mais rapidez e decida fazer a compra ou se torne um cliente fiel — além de indicar seu negócio para outras pessoas.

Porém, atenção: se o cliente entra em contato, ele espera um retorno o quanto antes. Por isso, não adianta oferecer dezenas de canais de atendimento se você só conseguir estar presente em dois ou três. Pense bem sobre o que está ao seu alcance e em como você pode oferecer a melhor experiência para o usuário.

5. Diversifique as formas de pagamento

Você já deixou de comprar algo por não encontrar a forma de pagamento que você queria? Mesmo com as mudanças tecnológicas, muitas empresas ainda atuam apenas com o cartão ou boleto. 

O resultado: alguns clientes podem deixar de consumir, seja por não possuir um cartão ou por não encontrar a modalidade de pagamento que desejava. E, nesses casos, de nada adianta todo o passo a passo anterior se essa opção não for atraente, não é mesmo?

Por isso, mesmo que você tenha um micro ou pequeno negócio, vale a pena investir em diferentes possibilidades para atender as preferências do cliente. Cartão de crédito (com parcelamento), boleto, Pix, link de pagamento, cartão de débito… Você pode contar com uma plataforma de cobranças que centralize tudo isso de forma prática.

Quer saber mais sobre o assunto? Então aproveite para conferir o guia completo sobre gestão de cobranças!

No Asaas você tem emissão automática de notas fiscais