Perfil empreendedor: Luciano Huck

Luciano_Huck

Luciano Huck, um dos mais admirados empresários do país, é atualmente o sexto brasileiro mais popular no Twitter. São impressionantes 10 milhões de seguidores com um detalhe importante: à frente de Huck estão apenas duas cantoras e três jogadores de futebol, o que o torna, de fato, líder entre os administradores e empresários pop. Mas os números superlativos não param por aí. Consta que o Joá, seu fundo de investimento, registrou um lucro líquido de 8,6 milhões de reais em 2013. Já ficou impressionado com essas poucas linhas e estatísticas? Então confira agora mesmo algumas das lições que o super bem-sucedido apresentador do Caldeirão do Huck tem a dar:

Começar e aprender cedo

Huck começou a empreender ainda na faculdade de Direito da USP, em 1992, com o bar Cabral. Por ter começado cedo, cometeu erros também mais cedo e pôde aprender com eles. Além de ter começado cedo a empreender, Huck também descobriu seu nicho precocemente: o público jovem. Começou a trabalhar na estação de rock/pop 89 FM, seguiu para a Jovem Pan, falou de vida noturna na TV Gazeta e trabalhou na revista Playboy. Isso tudo antes de chegar à Band.

Investir na própria força

Huck é o seguidor de uma lição de muitos livros sobre o sucesso: apostar e investir no desenvolvimento das próprias forças em vez de tentar consertar os pontos fracos. Após alguns anos de carreira na rádio e no jornalismo impresso, Huck descobriu que gostava e tinha talento mesmo era para a televisão. Quando isso aconteceu, em meados dos anos 90, ele vendeu todos os negócios que tinha para poder se concentrar no trabalho de apresentador. Só anos depois ele voltaria a empreender.

Diversificar para ter sucesso nos negócios

Luciano Huck diversifica seus investimentos para nunca ter todos os ovos na mesma cesta. Seu Joá tem participações em vários negócios, quase todos com uma pegada jovem ou ousada, como a marca de roupas Reserva e o canal de humor Porta dos Fundos. Quem investe quantias pequenas em negócios que estão começando se protege de perdas — já que o investimento é pequeno —, mas, se o empreendimento der certo, os ganhos são enormes.

Adaptar o perfil

Huck era um apresentador na época do Programa H, na Band, e é outro bem diferente no Caldeirão, na Globo. Uma das adaptações mais importantes foi em relação a seu tom de voz, que passou a ser mais sereno e tranquilo. Afinal, uma coisa é um programa noturno para jovens, outra completamente diferente é uma programação vespertina para a família toda. A lição? Um bom empreendedor deve saber adaptar seu produto para conquistar novos públicos e ter sucesso nos negócios.

Deixar rolar a criatividade

O perfil empreendedor de Luciano Huck sempre foi criativo e inovador. Lançou a Tiazinha, e, depois dela, a Feiticeira, garantindo o sucesso estrondoso de audiência que o levou para a Globo. O olho clínico para as oportunidades ajuda, claro, mas a ousadia e a criatividade dão o pontapé final!

Fazer de cara limpa

Huck faz um perfil empreendedor com o qual nem todo mundo simpatiza: é aberto com sua vida pessoal e suas opiniões. Sua página oficial no Gshow informa que é “paulistano e corintiano de carteirinha”. Apoiou abertamente o candidato Aécio Neves em 2014 e participa, com a esposa Angélica, de comerciais de TV. Foi também expoente do movimento Cansei, cuja bandeira principal era a segurança pública. Ele também pega rapidamente bandeiras como a Somos Todos Macacos. Há quem prefira adotar um perfil mais discreto, mas essa definitivamente não é a pegada de Luciano Huck.

E você, faz o perfil empreendedor do Luciano Huck? Quais são as suas estratégias para ter sucesso nos negócios? Comente aqui e compartilhe suas impressões conosco!

 

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.