Perfil empreendedor: Elon Musk

elon muskHá poucos anos, pagar contas com um dinheiro virtual, utilizar energia solar e ter um veículo elétrico eram coisas dignas do dia-a-dia dos Jetsons. Até hoje pode parecer coisa de roteiro de filme de ficção científica, não é mesmo? Mas para o empresário sul-africano Elon Musk, pensar em coisas do presente nunca foi a melhor maneira de empreender.

Musk foi a inspiração para a adaptação do gênio bilionário Tony Stark para os cinemas, no filme Homem de Ferro. O empreendedor destaca-se como um dos maiores visionários da atualidade e investe no que acredita, mesmo que, inicialmente, não pareça ter muito sentido para os outros.

Conheça a trajetória de Elon Musk e aprenda algumas lições com este grande empreendedor!

Invista em suas paixões

Contra a vontade dos pais, Elon Musk foi para os Estados Unidos e desenvolveu projetos nas áreas que tinha mais interesse: internet, exploração espacial e energia limpa. Formado em Física, foi cofundador de uma empresa que processava pagamentos via e-mail e questões financeiras on-line, que em 2001 deu origem ao PayPal Inc. Em 2002, a empresa foi comprada pelo eBay em uma transação de 1,5 bilhão de dólares, na qual Musk recebeu 10%.

Ainda em 2001, os planos do empreendedor já eram pequenos para este planeta – ele queria colonizar Marte.  Após constatar que as viagens espaciais tinhas custos bilionários por conta da pouco desenvolvida tecnologia de foguetes, o empresário criou sua própria empresa de exploração espacial, a SpaceX. Ela é a única companhia privada do mundo a lançar foguetes produzidos com tecnologia própria. Seus parceiros de mercado são os próprios governos e suas agências espaciais. Aliás, Musk fechou um contrato de US$ 1,6 bilhão para transportar cargas da Nasa em 12 futuras viagens. A meta é que até 2020 a SpaceX consiga levar o homem ao planeta vermelho.

Economia sustentável

Com as pesquisas em tecnologia espacial a todo vapor, Musk voltou seus olhos a alternativas para preservar a vida humana no próprio planeta. “Quais são os problemas que mais afetarão o futuro da humanidade?”, pensou. E, em 2004 fundou a Tesla Motors, a primeira companhia a construir um carro elétrico e viável comercialmente. Mirando em um transporte sustentável, Musk encarou uma briga com todo o mercado petrolífero mundial e defende que, sim, podemos dirigir sem precisar dos postos de gasolina.

A Tesla criou um sistema de baterias de íon-lítio capaz de alimentar um carro potente sem explodir e lançou no mercado o veículo Roadster, por cerca de R$91 mil. Com o lucro da venda do primeiro modelo da companhia, Musk financiou o desenvolvimento do sedã Tesla Model S, mais barato e acessível. Paralelo a essa pesquisa, Musk fundou com seu irmão a empresa SolarCity, fornecedora de painéis solares que, atualmente, já é a maior empresa de equipamentos de captação de energia solar dos EUA. A ideia é audaciosa: Musk acredita que em breve poderemos depender apenas da energia solar, inclusive para o carregamento dos carros elétricos.

Acredite em seus projetos

Em entrevista ao TED, o empresário afirma que para inovar, precisamos descobrir coisas que parecem ilógicas:

“Durante maior parte da nossa vida raciocinamos por analogia, que basicamente significa copiar o que outras pessoas fazem com pequenas variações. (…) Mas quando você quer fazer algo novo, você tem que aplicar a abordagem da Física. Física é, na verdade, imaginar como descobrir coisas novas que são contra-intuitivas, como a mecânica quântica”.

Para inovar, não é preciso criar uma comunidade em Marte ou substituir todos os carros movidos a combustível do mundo. Analise o mercado, pense diferente, enxergue obstáculos como oportunidades! E siga o segredo de Elon Musk, revelado na mesma entrevista ao TED: trabalhe muito.

O que você achou da história de Elon Musk? Compartilhe suas experiências e sugestões conosco!

banner_rodape

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.