Qual a importância e como fazer a gestão de preços na empresa?

A gestão de preços é uma das atividades mais importantes para sustentar a parte financeira de uma empresa. É ela que garante que seu empreendimento obtenha lucros, cubra seus custos e, ainda assim, consiga manter a competitividade perante a concorrência no mercado.

Tudo isso, é claro, sem deixar de ser atrativo para o consumidor. Afinal, é ele que compra e se interessa por seus produtos. Da mesma forma que um valor exorbitante assusta o público, um preço muito baixo também prejudica seu negócio. Sendo assim, equilíbrio é fundamental.

Mas você sabe como colocar essas questões em prática? Neste artigo, você tem algumas sugestões para adequar a seu negócio, além de entender melhor sobre a importância da precificação correta. Continue a leitura!

Quais são as vantagens da gestão de preço?

Se realizada de maneira correta, a gestão de preço impacta positivamente em vários aspectos do trabalho da empresa. Ela é um fator fundamental para implementar mudanças na administração e ter uma visão geral acerca da movimentação de dinheiro e investimentos. Veja algumas vantagens que ela garante!

Entendimento sobre faturamento e lucro

É muito comum que empreendimentos se percam em meio a problemas de margens e processos. Tudo porque não conseguem analisar bem quanto é possível tirar de lucro, bruto e líquido, do negócio.

Dessa forma, uma gestão eficiente faz com que essas falhas diminuam consideravelmente. E, a partir disso, você entenda quanto a sua empresa lucra, podendo planejar melhor suas ações em relação a esse montante.

Maior controle dos resultados ao final do mês

Muitos empresários que trabalham com quantidades grandes de produtos ou encomendas mensais acabam por negligenciar o controle de resultados. Ao final de um período, outro problema surge: quais vendas deram prejuízo? E como elas impactaram o caixa da empresa?

Sendo assim, calcular de maneira correta o preço da venda é uma forma de descobrir quais produtos têm boa saída e quais ficam mais caros ainda para serem vendidos. Esse processo permite que você se coloque a frente da concorrência e tenha um estoque inteligente.

Quais são os malefícios de ignorar esse processo?

Deixar de fazer a gestão de preços acarreta uma série de malefícios ao seu negócio. Para começar, se você apresenta valores muito abaixo do mercado, o público pode pensar que seu produto ou serviço também tem uma qualidade bastante inferior. Desse modo, a reputação de sua marca cai, bem como suas vendas.

Por outro lado, preços altíssimos espantam o cliente. Em tempos de crise, a intenção deles é sempre economizar, mas sem deixar de ter algo realmente bom em mãos. Além disso, um preço mal calculado não cobre as despesas básicas do funcionamento da empresa: já pensou em ter que parar de trabalhar por causa disso?

Sem contar que, mesmo que a margem de lucro exista, ela pode não ser suficiente para suas operações. Por fim, ainda vale lembrar que não incluir porcentagens acerca de impostos fazem com que a empresa seja penalizada. E então, mais prejuízo virá.

Como colocá-la em prática?

A gestão de preços passa por algumas etapas para que se chegue a uma conclusão precisa sobre os valores de seus serviços e produtos. Em primeiro lugar, é fundamental calcular o markup, um índice aplicado sobre custo de produção e distribuição em despesas fixas unitárias, variáveis e da margem de lucro esperada.

Depois, é importante mapear concorrentes diretos e indiretos. O que eles fazem e quanto cobram pelo que oferecem? Essa não é uma estratégia para que você copie preços, e sim para que você descubra como fazer ofertas mais atrativas e ações mais inteligentes.

Também é indispensável realizar um rateio de custos, para entender quanto é destinado a cada processo: seja de produção, de desenvolvimento de projetos, entre outros, por exemplo. Essa é uma maneira de entender corretamente quais são seus custos diretos e indiretos.

A sua margem de contribuição, por fim, poderá ser definida a partir disso. Ela se trata da parcela do preço de um produto depois de deduzir certos custos diretos, como a matéria prima. Em resumo, ela é exatamente o valor restante para pagar custos fixos e garantir lucro para o negócio. Com ela em mãos, você chegará, finalmente, ao ponto de equilíbrio.

O cálculo do ponto de equilíbrio é determinante para seu controle financeiro. Ele dirá quantas vendas são ainda necessárias para que as receitas se igualem as despesas. Qualquer quantidade abaixo desse valor é inaceitável, pois significa prejuízo. Cada uma dessas etapas deve ser levadas de acordo com o seu setor de atuação: os preços de uma transportadora não são os mesmos de um restaurante, então vale uma pesquisa específica a respeito.

Como usar a tecnologia para auxiliar na precificação?

Sem dúvidas, a gestão de preços é algo bastante delicado. Além de ser um processo complexo, o que faz com que muitos gestores o deixem de lado. Mas para evitar que isso prejudique a empresa, vale a pena considerar o uso de tecnologia para auxiliar a precificação.

Essa é uma maneira eficiente de manter setores integrados e ter uma noção mais acertada sobre o andamento do negócio. Com uma plataforma adequada, é possível controlar melhor todos os custos, despesas e demais valores que dizem respeito a seus serviços, produtos e operações.

Todos os dados se mantêm atualizados e de acordo com o momento pelo qual a empresa passa. Além disso, é possível consultar registros antigos, fazer comparações da evolução por meio de gráficos e visualizar pontos de falha e de melhoria para ajustar a administração.

Com todas essas ferramentas em mãos, fica muito mais fácil calcular seus valores de venda, sem deixar de assegurar uma margem de lucro satisfatória. E, dessa forma, ainda aumentar a competitividade da marca.

Sendo assim, vale a pena considerar o uso de um software que atenda a necessidade da empresa para passar a fazer uma gestão de preços mais saudável e inteligente. Procure por uma empresa parceira confiável e mãos à obra!

Se esse artigo trouxe dicas úteis para você, compartilhe em suas redes sociais! Com certeza outros empresários e empreendedores farão também um ótimo uso dessas informações.

O Autor
Vice-presidente no Asaas
Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.