Empreendedorismo sustentável: por que investir nessa corrente?

Nos últimos tempos, tem-se usado bastante o termo sustentabilidade para indicar que determinados produtos, serviços ou mesmo os empreendimentos não agridem o meio ambiente, usando materiais recicláveis ou se preocupando com seus resíduos. Mas será que sustentabilidade se resume somente a isso? O que realmente faz com que um negócio seja considerado sustentável? O fato de não existir um conceito bem delimitado faz com que as empresas usem esse rótulo sem muita clareza, o que pode acabar confundindo o consumidor. Pois para evitar mal-entendidos, explicaremos neste post o que afinal é empreendedorismo sustentável e por que empresários devem se preocupar com ele. Acompanhe:

O que é o empreendedorismo sustentável?

Embora o termo empreendedorismo sustentável seja comumente relacionado a negócios ambientalmente amigáveis, ele na verdade é muito mais amplo que isso. Quando uma empresa se autodenomina sustentável, ela está dizendo ao público que sua atividade gera bons resultados tanto no âmbito financeiro, como no ambiental e no social.

A Organização das Nações Unidas definiu desenvolvimento sustentável como a capacidade de satisfazer as necessidades da nossa geração sem comprometer as gerações futuras. Isso quer dizer que empreendimentos sustentáveis devem se preocupar em atender, com responsabilidade social e ambiental, a demanda de seus clientes. Além disso, essas companhias não exploram funcionários, fornecedores e colaboradores, mantendo uma política transparente — ou seja, empreendimentos sustentáveis também cumprem direitinho seus compromissos com o governo.

Por que se preocupar com a sustentabilidade?

Organizações que adotam responsabilidade pela sociedade e pelo meio ambiente têm muito mais chances de sobreviver e competir no mercado do que aqueles empreendimentos que só se preocupam com o retorno financeiro, independentemente do que for preciso para alcançar o lucro.

A verdade é que as pessoas estão cada vez mais interessadas nos processos das empresas, considerando o tipo de material usado nos produtos, a forma como as companhias tratam seus funcionários e como elas impactam a comunidade local — se geram empregos para moradores da região, se minam os pequenos negócios e assim por diante. Assim, a vantagem competitiva de empreendimentos sustentáveis está cada vez mais clara, uma vez que segue crescendo a demanda por produtos econômica, ambiental e socialmente amigáveis.

Como ter um empreendimento sustentável?

Depois de entender melhor o conceito sustentabilidade, os empresários devem se perguntar sobre que tipo de realidade gostariam de deixar para seus filhos e netos, além de como a companhia se encaixa nessa realidade. A partir daí, eles devem adotar práticas para reduzir o impacto negativo de seu negócio, tais como:

  • Diminuir o consumo de água e luz na empresa e extinguir o consumo de copos plásticos — com cada funcionário tendo sua própria caneca, por exemplo;
  • Firmar parcerias com instituições que promovam, de alguma maneira, o bem-estar social de grupos de pessoas;
  • Zelar pela qualidade de vida de seus funcionários e colaboradores;
  • Trocar máquinas antigas por equipamentos recentes, que gastem menos energia;
  • Diminuir o volume de embalagens ou trocá-las por materiais recicláveis ou que causem menos impacto ao meio ambiente.

Por mais que o empreendedorismo sustentável ainda não seja um conceito muito bem definido para a maioria dos empresários, é preciso entender desde já que as vantagens obtidas ao se adotar atitudes que contribuam com o planeta vão bem além dos cuidados com o meio ambiente.

Você já pratica alguma atitude sustentável na sua empresa que gostaria de compartilhar conosco? Escreva nos comentários! E aproveite para ler mais sobre como ser um empreendedor otimista e por que todo empreendedor deve ficar de olho nas notícias!

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.