Entenda o que é e como emitir nota fiscal de serviço

por 14 ago 2015Gestão Financeira

Publicado em 14 de agosto, 2015 | Atualizado em 28 de outubro, 2022

Se você é empreendedor, provavelmente já sabe que a Receita Federal do Brasil não impõe um formato padrão de nota fiscal a que todo MEI deve aderir, certo? Assim, o MEI acaba desobrigado a emitir nota fiscal nas transações com pessoas físicas, enquanto se prestar serviços a pessoas jurídicas deve, sim, emitir o documento. Nesse caso, como exatamente fazer sua emissão? Pois confira e aprenda:

Conteúdo

Nota fiscal avulsa

Esse é um modelo de nota fiscal que o MEI pode utilizar na prestação de serviços. A nota fiscal avulsa deve ser solicitada no site da SEFAZ por meio de um cadastramento prévio e gratuito. A solicitação também pode ser feita na própria sede da SEFAZ, mas, nesse caso, é cobrada uma taxa.

O empreendedor deve enviar a fatura para a cidade onde se dará a prestação de serviço ou o comprador pode pegar suas faturas diretamente no site da SEFAZ.

Banner baixar planilha gratuita - Modelo de orçamento para empreendedores. Um template simples e eficiente para você formalizar a proposta para seus clientes.

Nota fiscal eletrônica

Há também outro tipo de nota fiscal que pode ser utilizada pelo MEI: o modelo eletrônico. Armazenada digitalmente, essa nota tem o mesmo valor que o documento impresso, tendo surgido como uma iniciativa do governo para evitar a evasão fiscal e melhorar a qualidade e a rapidez na emissão das notas.

Benefícios da nota digital

A nota eletrônica é um documento oficial que prova a existência da transação comercial ou da prestação de serviço. Esse documento é emitido para satisfazer as exigências da coleta dos impostos e o trânsito de mercadorias, confirmando as transações comerciais entre compradores e fornecedores.

Viu como não só é muito simples emitir notas fiscais para a prestação de serviços como há mais de uma alternativa para isso? Ficou ainda com alguma dúvida? Comente e compartilhe seus questionamentos conosco!

Simplifique o recebimento de cobranças com o Asaas