Como a empresa de comida saudável pode cortar custos?

Cut cost

Já pensou que oferecer um serviço de qualidade e uma alimentação de alto padrão para os clientes não precisa custar caro para o seu negócio? Pois saiba que com apenas pequenas mudanças na atitude tanto dos gestores como dos colaboradores já é possível gerar uma redução considerável de custos e melhorar o atendimento ao cliente. Quer saber como? Então confira agora mesmo nosso artigo:

Crie um cardápio semanal

Ao criar um cardápio semanal, você pode otimizar os alimentos que serão utilizados ao longo do período sem desperdiçar sobras. O arroz, por exemplo, que eventualmente seria jogado fora, pode se transformar em deliciosos bolinhos ao fim da semana ou ser aproveitado como ingrediente da massa de uma torta salgada.

Escolha alimentos da época

Dar preferência a legumes, verduras e frutas da época garante uma boa economia na hora da compra e satisfaz suas necessidades de alimentos saudáveis e frescos diariamente. Sendo época de colheita, os preços ficam mais baixos e a oferta é maior, ampliando seu poder de negociação.

Faça compras diárias ou a cada dois dias

Com essa estratégia você evita estocar muitos alimentos que podem vir a estragar rapidamente e ainda oferece a seus clientes alimentos sempre frescos, o que é um enorme diferencial para quem vende comida saudável.

Compre equipamentos adequados

Investir nos equipamentos adequados para preparar os alimentos também ajuda a reduzir custos e melhorar a qualidade dos alimentos. Uma fritadeira industrial, por exemplo, ajuda muito na economia de óleo de cozinha e deixa a comida mais saudável, com menos gordura.

Sirva em vasilhames menores

Muitos restaurantes que oferecem comida self-service acreditam que oferecer quantidade equivale a mostrar qualidade. Mas a verdade não comprova essa teoria. Reduzindo os vasilhames dos alimentos expostos no buffet você garante comida quente a toda hora e evita desperdícios, já que comida servida é comida jogada fora.

Aumente o número de reposições

Ao servir os alimentos em vasilhames menores, você aumenta o número de reposições, podendo perceber quando é hora de parar de preparar. Alimentos com pouca saída também devem ser servidos com menos frequência, evitando, mais uma vez, o desperdício de alimentos.

Armazene os alimentos adequadamente

Armazenar os alimentos adequadamente proporciona uma vida útil maior à comida, contribuindo para a otimização dos recursos. Saladas, por exemplo, podem ser picadas e acondicionadas em potes plásticos na parte baixa do freezer, permanecendo viçosas e próprias para consumo por até uma semana.

Dê preferência a copos

Sirva bebidas em copos em vez de garrafas, latinhas ou jarros, evitando que as pessoas deixem restos na mesa. Dar a opção de repetir a dose ou ainda considerar um preço menor para quem consome bebidas em copos pode ser uma boa estratégia.

Faça grelhados sob demanda

Carnes grelhadas devem ser feitas de acordo com os pedidos dos clientes, evitando o preparo em demasia e consequente descarte posterior. Ter uma carne do dia também auxilia no preparo e na conscientização do cliente em relação ao consumo exagerado, evitando desperdícios.

Reduzir custos na culinária depende basicamente de organização e criatividade para reaproveitar os alimentos de maneira adequada, com o preparo de pratos sempre diferentes e saborosos. Contar com uma nutricionista para auxiliar no dimensionamento dos alimentos também contribui para que sua empresa de comida saudável seja mais rentável sem perder a qualidade.

E então, pronto para colocar nossas dicas em prática e economizar no seu negócio? Tem alguma sugestão a dar para enriquecer nossa listinha? Comente aqui e divida conosco suas opiniões! Participe!

 

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.