5 erros comuns de como empreender com e-commerce (e como evitá-los!)

X_erros_comuns_de_como_empreender_com_e-commerce_e_como_evitá-los.jpg.jpeg

 

A nova era digital mudou completamente os hábitos de compra do consumidor brasileiro. Em 2015, mais de 70% das pessoas compraram produtos na Internet. O e-Commerce tupiniquim faturou R$41,3 bilhões no mesmo período, através de 106,5 milhões de pedidos.

Todos esses dados são da CVA Solutions. Sem mencionar que quem não compra por e-commerce, pesquisa nele para ir até a loja física.

Este setor ainda tem muito a crescer. Com isso em vista, os empresários buscam este ambient para empreender.

Mas como empreender online? Se você não é um hard user de internet, talvez encontre diversas dificuldades. Elas devem ser evitadas para que o negócio dê certo. Confira alguns erros que você deve evitar a todo custo!

1- Prejudicar a experiência no e-Commerce

Nada pior que entrar em um site de compras e se deparar com uma interface nada amigável. Não há preço bom que garanta o fechamento do negócio se a navegabilidade do seu site é horrível. As coisas devem ser facilmente acháveis. Muitos banners piscantes e pop-ups atrapalham a experiência e afastam o visitante.

O consumidor online, e offline, gosta de pesquisar e garantir a melhor compra. Então forneça um bom sistema de filtro para que ele possa listar as ofertas por preço, relevância, avaliação de outros usuários e etc.

2- Pedir cadastro na hora errada

Segundo a Forrester Research, 23% dos compradores desistem do negócio quando é exigido um cadastro no site. Imagine então, quantos param de comprar ao esquecer o login e senha necessários para fechar o pedido. A saída é oferecer um sistema de compras para visitantes. No qual, somente na última etapa é solicitada as informações do usuário.

Lembre-se de que ninguém gosta de formulário intermináveis. Então peça somente o necessário para garantir a sua venda.

3- Não salvar dados

Seu e-Commerce precisa estar em constante evolução. Para isso, é fundamental salvar todos os dados de navegação. Saber o que está dando certo e o que não está funcionando é fundamental. Analise a fundo a sua taxa de rejeição, tempo de permanência em cada produto, páginas mais acessadas e então cruze informações. Esses dados, se bem analisados, podem ser base para alterar o site e garantir mais vendas.

4- Surpresas no pagamento

A pior coisa a se fazer em um site de compras é exibir um preço e na última hora aparecer algumas surpresas no somatório final. Então seja claro sobre o frete, possíveis juros e taxas de mediação. Se o consumidor chegou até a última etapa, é porque ele quer o seu produto. Mas se surgir uma surpresa dessas, talvez ele nunca mais retorne.

5- Não fornecer diversas formas de pagamento confiáveis

Um bom e-Commerce não fornece apenas o básico como forma de pagamento. A maioria dos sites já oferecem boleto bancário, crédito, débito e etc. Mas poucos possibilitam combinar essas opções. Imagine que o cliente está sem muito dinheiro na conta e com pouco crédito, ele fechará o negócio com você se puder combinar os dois. Se o seu e-Commerce possui produtos acima de R$500, talvez seja uma boa ideia implementar esse sistema de pagamento.

Lembre-se de que todos desconfiam da internet quando o assunto é dinheiro. Então tenha um sistema seguro e conte com a parceria de algum mediador como PagSeguro ou Paypal.

O que achou deste material? Deixe o seu comentário logo abaixo!

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.