Veja como gestores de bens podem organizar as finanças do negócio

Business analysis

Gerir bens de outras pessoas exige muita responsabilidade e comprometimento, já que a relação é baseada na confiança que o cliente deposita no gestor. Nesse sentido, ter um controle fiel dos bens sob sua tutela e manter um registro confiável dos clientes, com todas as informações necessárias de contato e cobrança, são algumas das medidas a serem tomadas pelo gestor de bens para que seu trabalho fique mais organizado e seguro.

Nesse ramo de negócio, ter as finanças bem organizadas também auxilia na prestação de um serviço personalizado e atento às necessidades do cliente, e é por isso que resolvemos listar essas 6 dicas de como manter as finanças do seu negócio em dia. Então confira já:

Monte um fluxo de caixa

O fluxo de caixa é uma ferramenta essencial para qualquer tipo de negócio, servindo para controlar tanto as entradas como as saídas realizadas dentro de um determinado período. Ter um fluxo de caixa diário permite que você acompanhe o desempenho financeiro do seu negócio com maior detalhamento, possibilitando a realização de projeções de curto, médio e longo prazos.

Controle as contas

Organizar as contas a pagar e a receber é uma forma de mensurar como será sua movimentação financeira mensal, permitindo que você planeje retiradas pró-labore ou reinvestimentos, por exemplo. O controle das contas pode ser projetado por um período de um ano, por exemplo, facilitando bastante a análise do desempenho do seu negócio.

Inventarie os bens

Todos os bens em seu poder têm valor de mercado e não só podem como devem fazer parte de um inventário, constando as características de cada um dos bens, os respectivos prazos de tutela e valores de mercado, por exemplo. Lembre-se que, caso haja alguma perda ou dano, significa prejuízo para o seu negócio. Portanto, mantenha esse controle sempre bem organizado e atualizado.

Providencie um histórico dos clientes

Ter um histórico de relacionamento com seus clientes permite que você classifique os mais fiéis, os inadimplentes e, ainda, os que estão apenas começando um relacionamento com você. Tenha os registros bem guardados e obtenha o máximo de informações possível a respeito de cada cliente, pois isso o ajudará no atendimento mais personalizado às suas necessidades.

Estabeleça a lucratividade do negócio

Para estabelecer uma taxa de lucratividade para o seu negócio, observe as boas práticas do mercado e estabeleça juros de acordo com as instituições financeiras. Se um banco cobra uma taxa de juros de 10% ao mês, por exemplo, como você também realiza uma forma de empréstimo, pode praticar os mesmos valores.

Use uma plataforma de gestão

Para ter um dia a dia mais tranquilo e focar na sua atividade-fim, você pode utilizar uma plataforma de gestão de clientes e cobranças, otimizando seu trabalho para obter resultados ainda mais efetivos. Seu custo de aquisição costuma ser bastante reduzido, ficando perfeitamente viável para seu negócio manter uma solução que contribua para a melhoria da prestação de serviços.

E então, pronto para organizar de uma vez por todas as finanças do seu negócio? Ficou ainda alguma dúvida? Comente aqui e compartilhe conosco suas impressões e seus questionamentos!

 

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.