Utilize Inside Sales para reduzir os custos da sua empresa!

 

Toda empresa visa reduzir custos e aumentar o lucro, e há diversas estratégias para alcançar tal objetivo. Uma das tendências entre empresas é utilizar o chamado Inside Sales em vez das equipes de vendas tradicionais.

Essa é uma forma mais econômica, mas bastante eficiente de transformar leads em compradores. Saiba mais sobre Inside Sales, como aplicar essa técnica, seus benefícios e se ela é ideal para o seu negócio!

O que é Inside Sales?

Inside Sales pode ser traduzido como “vendas de dentro”. Isso quer dizer que, em vez da empresa prospectar clientes, ela utiliza os leads que chegam até ela e realiza um trabalho de educação e informação para que, aos poucos, o relacionamento seja construído e esses indivíduos transformem-se em consumidores.

Aliada a uma estratégia de marketing de conteúdo, essa é uma boa ferramenta. Os leads que chegam por meio de um blog ou de uma plataforma podem ser acompanhados por meio do um funil de vendas até, finalmente, ser realizado um fechamento.

As reuniões são realizadas remotamente, não sendo necessário o deslocamento para encontrar com um potencial cliente — o que facilita bastante na logística.

Quais são os benefícios dessa prática?

Há redução de custos com logística como gasolina, vôos, deslocamento e almoços com clientes. Isso também aumenta a área de alcance, facilitando a escalabilidade do atendimento.

Diminuído o tempo entre uma reunião e outra, aumenta-se a produtividade e a eficiência. As reuniões tendem a ser mais objetivas, pois os leads que passam por um processo de Inside Sales já conhecem o produto ou o serviço.

As pessoas tendem a ficar mais satisfeitas com esse modelo de atendimento da empresa e tornam-se clientes muito mais próximos e fiéis. Outros benefícios incluem: a possibilidade do uso da computação em nuvem com diversas plataformas, a organização dos dados e a integração com a gestão do relacionamento com o cliente (CRM).

Como aplicar o Inside Sales?

O primeiro passo é a capacitação e o treinamento do vendedor. Para qualificar os leads, o ideal é adotar uma estratégia de marketing de conteúdo.

Para reuniões remotas com o cliente é possível utilizar o Skype for Business, que é uma plataforma mais robusta do que o Skype tradicional, ou mesmo o Google Hangouts.

É importante ressaltar que uma equipe de Inside Sales deve ser bastante qualificada, pois o cliente já saberá muito mais do produto por ter passado pelo processo de educação ao longo do funil de vendas. Deve-se reconhecer quais são as características específicas daquele cliente pelas informações adquiridas durante o processo, e para isso, um software de CRM é de grande importância.

Cuidado para não confundir o atendimento remoto com aquele realizado em serviços de telemarketing! Por telefone, são utilizadas abordagens frias, enquanto no Inside Sales, o relacionamento com o cliente é construído de forma sólida e gradual.

O Inside Sales é bom para o meu negócio?

Se a sua empresa tem gastado muito com equipes de vendas e não tem tido sucesso com as estratégias adotadas, pode ser um bom momento para aplicar essa metodologia. É uma ótima alternativa para negócios que pretendem escalar o atendimento a clientes, sem necessariamente aumentar custos.

O Inside Sales, entretanto, pode não ser tão eficiente se o empreendimento não possui uma estratégia de marketing digital adequada e se a equipe de vendas é pouco qualificada para o processo. Apesar disso, com o tempo, a adoção de novas estratégias de marketing e o treinamento adequado, as empresas só tendem a ganhar quando adotam esse modelo de vendas.

Gostou das nossas dicas sobre Inside Sales? Restou alguma dúvida sobre o assunto? Deixe um comentário!

O Autor
Vice-presidente no Asaas
Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.