Perfil empreendedor especial mês da mulher: Lorrana Scarpioni, do Bliive

Pretty, young business woman giving a presentation in a conferen

Lorrana Scarpioni é, na juventude de seus 24 anos, CEO e co-fundadora do Bliive, maior rede colaborativa de troca de tempo do mundo. Em abril de 2014 seu nome apareceu na lista dos 10 brasileiros mais inovadores com menos de 35 anos da revista de inovação Technology Review, do Massachusetts Institute of Technology (MIT). Desde então, Lorrana faz parte das mulheres empreendedoras de maior sucesso nos negócio do país tupiniquim.

Neste post especial do mês da mulher, conheça a história dessa brilhante jovem e se inspire em seu perfil empreendedor para transformar, de uma vez por todas, sua própria vida profissional! Então vamos lá?

O despertar para o sucesso nos negócios

Lorrana nasceu na Bahia, mas foi criada no Paraná, onde recentemente concluiu duas graduações cursadas simultaneamente: Relações Públicas, na Universidade Federal do Parana (UFPR), e Direito, na Unicuritiba. A jovem conta que, desde muito nova, pensava em criar uma ONG ou abrir uma escola no futuro, mas ela mesma acreditava que esse sonho só seria realizado quando tivesse mais experiência e dinheiro para financiar os custos do negócio.

O empurrão que faltava para o desenvolvimento de seu perfil empreendedor aconteceu em 2012, depois que Lorrana assistiu a dois documentários: um que falava sobre economias alternativas e sobre como o uso do dinheiro pode ser mais saudável e responsável, e o outro que abordava a colaboração on-line e o couchsurfing. Com eles, Lorrana descobriu que poderia, sim, ser uma empreendedora, mesmo que com poucos recursos ainda em mãos.

Os primeiros passos para o Bliive

Ainda influenciada pelos documentários, Lorrana foi dormir pensando sobre o que poderia fazer que fosse, ao mesmo tempo, lucrativo e impactante no âmbito social. O resultado foi uma noite insone e a ideia que, tempos depois, deu origem ao Bliive, uma plataforma que permite o compartilhamento de tempo entre pessoas de todo o mundo.

A ideia é bem simples: imagine que uma pessoa é capacitada e pode oferecer uma hora de aula de inglês em troca de créditos ou por alguma outra atividade, como alguém para passear igualmente por uma hora com seu cachorro. Assim, quem está disposto e é capacitado para exercer tal função e, por sua vez, precisa de uma aulinha de inglês, pode fazer esse escambo, lucrativo para ambas as partes.

As dificuldades encontradas pelo caminho

Para transformar esse sonho em realidade, Lorrana recorreu primeiro aos amigos e a parcerias. A tentativa, infelizmente, não deu muito certo. O primeiro sócio não quis fazer a ideia acontecer e as grandes empresas cobravam um grande investimento para a criação da plataforma. Assim, a jovem empresária resolveu contratar um programador por conta própria que, em 6 meses inteiros de serviço, não apresentou sequer uma linha de código programada. O mundo simplesmente parecia conspirar contra a concretização do projeto, não é verdade?

A impressionante e persistente reviravolta

Mas Lorrana tem algo em comum com todas as mulheres empreendedoras de sucesso nos negócios: perseverança. Acreditando piamente em sua ideia empreendedora, Lorrana pegou o dinheiro que seus pais haviam reservado para seu baile de formatura e o investiu em o que viria a ser seu sucesso nos negócios. Na mesma época, os designers Murilo Mafra e José Henrique Fernandes entraram como sócios de Scarpioni, o que fez o Bliive começar a deslanchar de vez. Em maio de 2013, a rede colaborativa era lançada oficialmente.

Em outubro do mesmo ano, depois de receber o Creative Business Cup Brasil e viajar para a Dinamarca, Lorrana e seus sócios decidiram que valia a pena entrar de cabeça no mercado europeu. E sua intuição empreendedora estava, mais uma vez, certíssima. O Bliive foi selecionado como um dos 30 negócios mais promissores pelo Sirius Programme, um programa do governo da Inglaterra de aceleração de empreendimentos.

O empreendimento por meio da colaboração

Mas o Bliive não é simplesmente mais uma história de sucesso nos negócios, viu? Lorrana conseguiu diferenciais que outras plataformas on-line baseadas nesse mesmo conceito do banco de horas não conseguiram. O Bliive é uma rede social que, como Lorraine faz questão de destacar, acrescenta um imensurável valor positivo aos usuários, o que nasce da colaboração. E é possível transformar o mundo com a colaboração? Os mais de 15 mil adeptos da plataforma espalhados por cerca de 60 países parecem acreditar que sim.

Viu como, assim como Lorrana, muitas vezes é preciso passar por muitos contratempos até atingir o sucesso nos negócios? Então se inspire no espírito empreendedor dessa jovem brasileira e invista você também no seu sonho! E não deixe de comentar aqui para compartilhar conosco suas impressões!

 

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.