Microempreendedor: vale a pena investir em e-commerce?

Microempreendedor vale a pena investir em e-commerce

Uma dúvida que costuma ocorrer entre alguns microempreendedores é: será que vale a pena investir em um e-commerce ou devo me preocupar em abrir uma loja física? Em tempos em que a tecnologia predomina e tem modificado muitas relações comerciais, analisar essa questão com calma faz parte do processo de decisão de empreender.

Pensando nisso resolvemos criar o artigo de hoje, em que vamos falar um pouco mais sobre o e-commerce e quais são suas principais vantagens. Confira agora mesmo:

Boas perspectivas para o mercado

Com o aumento da utilização da tecnologia e suas possibilidades, bem como o conforto oferecido pelo e-commerce a seus consumidores, a perspectiva é que esse mercado mantenha um ritmo de crescimento, principalmente quando comparado ao varejo tradicional.

Espera-se que, em 2015, esse setor alcance um crescimento de 20%, o que representa uma movimentação de 43 bilhões de reais.

Baixo investimento inicial

O custo do investimento inicial de um e-commerce comparado ao investimento inicial de se abrir uma loja física é bem pequeno. Enquanto a loja física requer aluguel do espaço, reformas, aquisição de estoques, mobiliário e equipamentos, o e-commerce exige apenas o custo com a criação da loja virtual — que envolve programação e design — e o custo com hospedagem do site (visto que, pelo menos a princípio, o estoque pode ficar a cargo do fornecedor, dependendo do acordo que for realizado).

Custos reduzidos

Além do investimento inicial ser menor para um e-commerce, os custos operacionais totais também ficam bem abaixo dos custos de uma loja física. Isso porque não é necessário gasto com energia elétrica, consumo de água, aluguel, pagamento de funcionários, além do pagamento de alguns tributos específicos (como IPTU, por exemplo).

Quer melhorar a sua gestão financeira? Confira agora mesmo 7 dicas de gestão financeira para microempreendedores individuais!

Maior disponibilidade

Enquanto uma loja física possui horários de atendimento — normalmente de segunda a sábado das 8:00 às 18:00 — um e-commerce fica aberto todos os dias da semana, 24 horas por dia. Ou seja, seus clientes poderiam realizar suas compras a qualquer hora do dia, sem ter que se preocupar com o horário de fechamento da loja.

Maior alcance geográfico

Outro ponto diferenciado do e-commerce é a respeito do alcance de sua loja virtual e seu atendimento. Se você possui condições de realizar contratos com boas transportadoras, é possível estender suas vendas, inclusive, para mercados internacionais – enquanto a loja física se limita a um raio geográfico bem pequeno em volta do seu comércio e suas filiais, caso elas existam.

Como se pode ver, um e-commerce possui diversas vantagens quando comparado à uma loja física, principalmente no que diz respeito aos custos envolvidos e à disponibilidade de atendimento. Contudo, como em qualquer negócio, também possui algumas desvantagens – como o fato de não possuir o contato direto com o cliente, sendo a venda realizada em ambiente digital. Portanto, a decisão de investir ou não em um e-commerce deve ser avaliada cuidadosamente, uma vez que é o seu dinheiro que está em jogo.

O que achou desse artigo? Aproveite os comentários e nos conte se você já conhecia todas essas vantagens de um e-commerce. Participe da conversa!

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.