Guia do empreendedor: Como contratar o primeiro funcionário?

02F66899

Muitos empreendedores começam a fornecer seus produtos ou serviços de forma autônoma, sozinhos ou com sócios. Com o passar tempo, um trabalho de qualidade ganha espaço no mercado, cativa clientes e precisa se preparar para atender mais pessoas e de uma forma melhor do que já faz. Nesse sentido, além de profissionalizar o empreendimento, é necessário contar com a ajuda de extra de uma outra pessoa.

Seja para os assuntos financeiros, de marketing, design ou TI, fazer uma contratação sempre envolve uma escolha. Para que essa opção seja sempre pelo melhor profissional, listamos algumas dicas que podem fazer a diferença na hora da primeira contratação.

Esteja seguro de que realmente precisa de um funcionário

Antes de mais nada, faça uma avaliação para verificar se você realmente precisa da ajuda de outro profissional em tempo integral. O mercado já oferece profissionais de todas as áreas que trabalham como freelancers, prestando serviços ocasionais de qualidade e sem a necessidade de vínculos empregatícios. Considere essa opção antes de contratar.

Defina a identidade da sua empresa

Caso você esteja seguro de que precisa de alguém ao seu lado, então será preciso achar uma pessoa com o mesmo perfil da empresa, que tenha afinidade com a marca e acredite em seu trabalho. Para isso, porém, é preciso definir qual a identidade da empresa: bem como ela funciona, como se posiciona no mercado, qual o público que pretende atingir, qual o regime de trabalho. Tudo isso define a cara da empresa e, consequentemente, a do funcionário que irá trabalhar ali.

Trace o perfil e as habilidades necessárias para a vaga

Quando você definir a identidade da empresa e, consequentemente, do funcionário que deseja contratar, passe para a próxima etapa. Isso significa definir o perfil, as habilidades, competências e objetivos necessários para a vaga que irá oferecer. Desde conhecimentos técnicos, passando por experiências anteriores, até o perfil psicológico e emocional do seu futuro colaborador: tudo deve ser previamente pensado.

Ative o seu network

Comece a pesquisar, dentro da sua rede de contatos, por pessoas que tenham aquelas características. Muitas vezes, uma boa indicação pode ser mais útil do que um processo seletivo. Mas além disso, não deixe de divulgar sua vaga na internet, em sites e comunidades específicas à área do futuro contratado.

Seja criterioso na hora da seleção

Caso opte por fazer um seleção tradicional de candidatos (que pode ser intermediada por profissionais terceirizados de Recursos Humanos), seja atencioso e preste atenção em cada detalhe, desde a forma como se apresentam, passando pelos conhecimentos técnicos, até a forma como falam e se portam. Outra dica importante é escutar mais do que falar e pensar se aquele perfil é o mesmo que você está procurando.

Conte com a ajuda de contadores e advogados

Depois de escolher o melhor candidato, chegou a hora de formalizar a contratação. É sempre bom contar com a ajuda de profissionais que poderão de orientar sobre todos os documentos e procedimentos necessários para assinar a carteira de trabalho do seu primeiro funcionário. Lembre-se que não seguir essas orientações pode resultar em problemas maiores no futuro.

Agora que você já sabe o que fazer, comece a colocar as dicas em prática e impulsione seu negócio com a ajuda de um ótimo profissional ao seu lado.

Gostou das dicas? Deixe um comentário!

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.