Fazer compras em um e-commerce é seguro?

Safety concept: Closed Padlock on digital background

Você já comprou algum artigo pela internet? Acha que é uma forma segura de realizar transações? O e-commerce, como é denominada essa forma de comércio, é uma realidade cada vez mais crescente em nossas vidas. Como consumidor, essa pode ser uma maneira de reduzir custos e aumentar a comodidade na hora das compras. Ainda assim, é importante verificar se o site de compras é seguro. Para ajudá-lo a proteger suas transações comerciais pela internet, listamos aqui algumas dicas essenciais. Então não perca tempo e confira agora:

Compartilhe somente o estritamente necessário

Ao realizar compras pela internet, é muito comum que os sites o peçam para preencher um cadastro pessoal, com informações variadas — como endereço, número de inscrição no CPF e dados do cartão de crédito, por exemplo. Algumas empresas, porém, aproveitam esse momento para construir um banco de dados sobre seus clientes, que normalmente é utilizado para a formulação de estratégias de marketing e outras finalidades. Entretanto, essas informações também podem estar vulneráveis, razão pela qual você deve se ater às questões essenciais para a finalização da compra. Procure não compartilhar, por exemplo, números de telefone e preferências pessoais. Informe somente o necessário!

Verifique as URLs

Você pode não conhecer muito sobre a internet e como funcionam os navegadores, mas é possível verificar, de forma muito simples, se o site no qual você está navegando é seguro ou não. O primeiro passo é observar se, em todas as etapas do processo de compra, a URL do site — o endereço do site em seu navegador — está precedida das letras “https” e não somente “http”. Esse “s” a mais significa que o site é seguro.

Da mesma forma, desconfie sempre de e-mails que o direcionem para o site de determinada empresa. Por mais que o endereço seja “www.nomedaempresa.com”, é possível que esse link esconda um URL falso. Prefira sempre digitar você mesmo o endereço oficial da empresa no campo específico do navegador.

Desvincule métodos de pagamento de sua conta bancária

Pagamentos por meio de débito automático — redirecionamento direto do site da empresa para o site da sua conta pessoal — são cada vez mais comuns, mas podem oferecer riscos se, por exemplo, sua navegação estiver sendo monitorada. Nesses casos, quando possível, prefira métodos de pagamento desvinculados de uma ligação automática entre o site da empresa e o do seu banco, como boletos bancários. Se houver invasão de sua conta bancária, pode ser mais difícil rastrear e recuperar esses fundos

Proteja sua identidade

Sites de compras frequentemente pedem uma vinculação de seus dados cadastrais como cliente a sua conta em redes sociais — como o Facebook. Além disso, você já percebeu que diversos sites de empresas são anunciados durante sua navegação nessas redes de relacionamento? Isso acontece porque elas coletam informações sobre seu histórico de navegação a partir desses sites e formulam perfis de consumidores, que são, então, ligados às ofertas de anúncios de cada empresa. Evite fazer essa vinculação, protegendo sua identidade nas redes. As falhas de segurança nas redes sociais são constantes e podem oferecer riscos se você não tomar cuidado com sua segurança.

Tomando-se esses pequenos cuidados, navegar e comprar pela internet é, sim, um processo bem seguro. Não precisa ficar inseguro. Só se previna. Use seu bom senso e sua cautela, negocie com empresas idôneas e confiáveis e vá às compras sem medo!

Você já tem o costume de fazer compras on-line? Qual das nossas dicas lhe pareceu mais útil nesse processo? Deixe seu comentário e compartilhe conosco suas experiências!

 

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.