SaaS: O desafio de multiplicar o tamanho de um negócio

SaaSO modelo de Software as a service (SaaS) vem crescendo mundialmente nos últimos anos. Essa tendência já era esperada, pois as empresas precisam, cada vez mais, de soluções de software completas e atualizadas para aumentar sua competitividade, sempre com custos reduzidos e dispensando a infraestrutura de hardware.

Um levantamento recente realizado pela Gartner mostra que, entre 2011 e 2012, esse modelo de negócio cresceu 57%, atingindo uma receita de mais 30 bilhões de dólares. Além disso, o estudo constatou que 71% das empresas já utilizam aplicações de SaaS em todo o mundo e que 80% delas, no Brasil, ainda planejam aumentar seus investimentos nos próximos dois anos.

Nesse cenário, onde as oportunidades para as startups de SaaS são inúmeras, é fundamental contar com um plano de negócios estruturado para que o crescimento sustentável seja alcançado.

Confira algumas questões fundamentais que podem fazer com que sua startup de SaaS esteja mais preparada para enfrentar os desafios do mercado:

Olhos voltados para o cliente

No segmento de SaaS, é natural que os clientes esperem um serviço sempre disponível, sem interrupções. Essa demanda significa que investimentos em infraestrutura são indispensáveis para garantir uma plataforma confiável e capaz de crescer junto com a empresa. Também é comum que os usuários queiram uma interface intuitiva, fácil de usar e que permita personalizações.

Para manter seus consumidores sempre satisfeitos, as empresas de SaaS devem criar canais de comunicação para escutá-los, como pesquisas de opinião, grupos focais, entre outros. Somente assim será possível entender o que os clientes valorizam e o que não está trazendo resultados.

Lembre-se, também, que ao atuar no mercado de SaaS sua startup não está apenas comercializando um produto, mas sim oferecendo um serviço completo que requer suporte e manutenção constantes. Essa perspectiva do negócio é fundamental para que a equipe de vendas possa abordar o cliente da forma adequada.

Atenção às possíveis parcerias

O mercado exige que empresas de todos os setores estejam sempre atentas às tendências para que se tornem competitivas. Uma das formas tradicionais de fazer isso é o benchmarking, por meio da pesquisa, acompanhamento e comparação de dois ou três concorrentes do serviço oferecido.

Mas além de ficar de olho no jardim do vizinho, outra maneira de estar mais perto das oportunidades quando elas surgem é manter um bom relacionamento com empresas que também atuam com SaaS. Em muitos casos, startups que possuem algum nível de troca de informação identificam possíveis sinergias entre dois aplicativos completamente diferentes, oferecendo mais valor para seus clientes e obtendo vantagens do conhecimento do parceiro.

Captação de investimentos

Levantar recursos pode ser crucial para que uma startup alcance seus primeiros objetivos. Mas antes de sair pedindo dinheiro, é importante que os empreendedores saibam se a empresa já tem maturidade suficiente para conquistar a confiança de possíveis investidores. Além disso, também é útil conhecer a fundo os tipos de financiamento específicos para empresas iniciantes e aqueles voltados para o desenvolvimento e crescimento em estágios posteriores.

Os investidores-anjo costumam disponibilizar recursos nos estágios iniciais das startups, além de oferecer apoio na gestão. Já as incubadoras e aceleradoras, apesar de diferirem em algumas características, em geral também oferecem recursos para empresas iniciantes, além de infraestrutura básica como local de trabalho e apoio à gestão financeira.

Essas opções podem ser extremamente úteis para os empreendedores que possuem talento e boas ideias, mas ainda não contam com recursos ou experiência para transformar seus sonhos em realidade.

Outra opção disponível no mercado é a captação de recursos por meio da participação em programas nacionais ou internacionais direcionados a startups.

Equipe com perfil de startup

Toda startup sonha em contar com profissionais que tenham conhecimento, habilidades e atitudes para enfrentar os desafios do dia-a-dia. Apesar de parecer fácil, essa etapa pode se tornar um grande obstáculo quando os recursos para contratar pessoas de alto desempenho são escassos.

Pensando nisso, o empreendedor deve desenvolver seu poder de convencimento, mostrando aos candidatos que a startup de SaaS poderá se tornar um sucesso, atraindo profissionais capacitados e promissores. Não se esqueça que benefícios como a flexibilidade de horários e a possibilidade de ter participações sobre os lucros ou na composição acionária podem atrair trabalhadores em busca de boas opções no mercado.

Para que a startup de SaaS se mantenha nos trilhos desde o início do projeto, ela poderá se beneficiar de um profissional de finanças para evitar que a empresa entre no vermelho e outro de marketing para desenvolver o produto e contribuir nas vendas. Além, é claro, dos profissionais que irão trabalhar diretamente no desenvolvimento do sistema e na experiência do usuário.

Multiplicar o seu negócio só será possível a partir de dedicação e foco no que o cliente precisa. Siga estas dicas e trilhe um caminho rumo ao crescimento da sua startup!

 banner_rodape

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.