Como o autoconhecimento influencia seu negócio?

autoconhecimento

Está pensando em abrir seu próprio negócio, dar asas a uma nova ideia ou ao menos iniciar o planejamento para que a genialidade saia do papel? Se você já começou a pesquisar, certamente entendeu que, para ser um empreendedor de sucesso, não basta apenas manter a organização financeira, escolher o nicho certo e trabalhar arduamente. Antes de tudo, você precisa se conhecer!

Para que seu empreendimento alcance o sucesso esperado, é preciso entender que dedicar tempo e esforço ao autoconhecimento é já investir no próprio negócio. Conhecer-se por completo envolve tanto a análise de suas aptidões — e, por que não, de seus pontos fracos — como de suas preferências mais íntimas e pessoais. Seu negócio deve refletir seus ideais. De nada adianta buscar uma boa oportunidade em um determinado segmento, se ele não representa seu estilo de vida. A empresa deve ser a cara do dono!

Quer saber como se enveredar por esse percurso de descobertas pessoais e como usá-las a seu favor? Então confira nosso post e aumente suas chances de sucesso antes mesmo de efetivamente começar:

Resiliência

Este é o ponto de partida para a descoberta da aptidão empreendedora. Ser resiliente é ter a capacidade de se superar em meios às adversidades — que, no caso do empreendedorismo, podem ser constantes e, por vezes, desanimadoras. Então reflita: você lida bem com obstáculos e dificuldades? Costuma superar as barreiras com facilidade e convicção ou acaba se deixando abater?

Liderança

Saber se você está pronto para ser um bom líder é um passo primordial nessa fase inicial. Quando se é subordinado, você é simplesmente guiado pelas coordenadas e direções da chefia. Mas e se você é a chefia? Um líder precisa, dentre outras coisas, controlar, direcionar e analisar o fluxo do trabalho. Você está disposto a arcar com todas essas responsabilidades?

Trabalho

Um grande erro cometido, principalmente, pelos jovens empresários é a falta de análise real relativa à carga de trabalho exigida por um negócio próprio. É bem possível que o empreendedor precise, por exemplo, abdicar de férias, feriados e finais de semana prolongados em prol do bom andamento do empreendimento. E se você é do tipo de que tem como sagrados os dias de folga, é preciso reavaliar seus conceitos antes de resolver se aventurar nessa empreitada.

Pontuar suas principais qualidades e analisar seus defeitos pode ser uma tarefa um tanto quanto complicada. Porém, esse conhecimento aprofundado é essencial na busca pela constante superação e melhoria — tanto pessoal como profissional. Portanto, trate de se autoanalisar para conseguir definir se você tem mesmo potencial para se tornar um grande empreendedor. Aposte em questionamentos cujas respostas sejam referência para um maior e contínuo desenvolvimento. Lembre-se de que acreditar em seus ideais e suas propostas é essencialmente importante durante todo esse processo. Não perca o foco!

E então, já deu para sentir se o empreendedorismo é um bom caminho para você? Já tem consciência de suas metas, de suas qualidades e seus defeitos? Comente aqui e compartilhe seus questionamentos conosco. Participe!

banner-rodape-post-blog

 

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.