Como encontrar o conselheiro certo para sua startup

startupUma startup de sucesso é a soma de vários fatores. Produto bem construído, oportunidade de mercado, equipe de execução, dentre outros, são os principais elementos que dão destaque à empresa. Aliado a eles, há uma outra característica comum entre startups notáveis: boa mentoria.

A descoberta de um mentor ou conselheiro para a sua startup pode ser a chave para o sucesso por um motivo simples: em geral, startups são criadas por empreendedores com muita vontade de trabalhar, porém com pouca experiência. A figura do mentor, nesse contexto, é importante para mostrar o caminho.

Blogs, livros e podcasts

John Maxwell, Seth Godin, Dave Ramsey seriam ótimos mentores para qualquer startup. Infelizmente, eles não estão disponíveis a todas. Porém, os três são reconhecidos por suas publicações em blogs e livros. Apesar de não poderem ser mentores ativos, ainda assim podem ajudar no desenvolvimento da sua empresa.

Dessa forma, procure listar quem você gostaria que fosse seu mentor, ou quem você acha que é o mentor perfeito para a sua startup. Provavelmente, essa pessoa já publica algum tipo de mentoria grátis na internet. Absorva o máximo de conhecimento através destas ferramentas.

Mentoria diária

Ainda assim é possível que você queira alguém próximo, uma pessoa para analisar o dia-a-dia da sua empresa e ajudar na tomada de decisão. Para isso, o método é semelhante ao citado acima: comece com uma lista de pessoas que você segue, que sejam de confiança, e convide-as para serem conselheiros da sua startup.

Apesar de não haver uma fórmula, a intenção é encontrar pessoas que complementem o seu currículo. Mentores que já passaram pelo seu mercado, seja criando uma empresa ou trabalhando no setor, são os mais valiosos. Isso porque eles já enfrentaram problemas semelhantes aos seus e sabem o melhor caminho para a solução.

Aceleradoras de negócios

Com uma metodologia um pouco diferente, mas ainda assim muito valiosa, aparecem as aceleradoras de negócios. Aceleradoras são outras empresas que se disponibilizam a aconselhar sua startup durante um curto período de tempo, de seis meses a um ano, com o objetivo de, ao final do período, captar investimento ou mesmo ver o serviço funcionando com clientes.

A vantagem das aceleradoras é que elas dão acesso a uma rede de mentores difícil de alcançar de forma espontânea. Porém, elas cobram uma porcentagem da sua startup, em geral entre 10 e 15%. Para a escolha de uma aceleradora é importante levar em consideração a experiência dos mentores no mercado que sua startup está inserido, além da participação requerida.

Atravessar esses três estágios de mentoria citados acima significa para muitos empreendedores o amadurecimento como empresário. Isso porque, em geral, o primeiro estágio é destinado àqueles que estão começando e precisam adquirir o máximo de conhecimento, enquanto os outros dois estão mais focados no desenvolvimento do negócio em si.

É fundamental entender a necessidade de ter bons conselheiros na sua startup. Além da experiência que eles vão somar, você também perceberá que alguns problemas são comuns a todos os empreendedores. Entender isso é o primeiro passo para o sucesso.

Aproveite os comentários abaixo para contar sua experiência com mentoria na sua startup.

banner_rodape

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.