Como começar a investir em busca paga na internet?

Handsome man with laptop illustration

Hoje em dia, com o acesso facilitado à tecnologia da informação, todo e qualquer empreendedor pode ter seu site na web com pouquíssimo esforço e, se quiser, mínimo investimento. Mas se por um lado isso representa incríveis oportunidades de negócio para todos, por outro, a concorrência parece não parar de crescer.

Nesse cenário, uma das áreas em que a competição vem se tornando cada vez mais acirrada está relacionada aos resultados das pesquisas realizadas em mecanismos de busca, como o Google. Aparecer na primeira página pode trazer excelentes retornos em matéria de volume de negócios para qualquer empresa e, por isso, essas posições são disputadas diariamente.

Embora alcançar o pódio não seja nada fácil, o uso de alguns mecanismos — como a busca paga na internet — pode dar uma bela mãozinha. Então confira agora mesmo um pequeno guia para começar a investir nessa iniciativa:

Quando começar?

O uso da busca paga na internet funciona bem para as empresas que precisam atrair, de forma acelerada, mais tráfego para seu site, uma vez que as estratégias de Search Engine Optimization (SEO) costumam trazer maiores retornos somente a longo prazo.

Um anúncio pago no Google também pode funcionar muito bem durante ações e promoções temporárias, pois o senso de urgência costuma atrair mais usuários interessados na oferta e, consequentemente, aumentar a relevância do anúncio.

Quanto investir?

Uma das primeiras decisões na hora de optar por fazer a busca paga na internet é sobre o valor a ser investido. Nos mecanismos de busca mais populares, já é possível começar campanhas com valores tão baixos quanto 10 ou 20 reais.

Por isso, vale a pena fazer uma campanha inicial com um orçamento reduzido para avaliar a quantidade de cliques que sua empresa conseguirá obter, assim como o número de novos negócios fechados. Isso ajudará a compreender melhor o funcionamento da ferramenta e planejar novas ações com uma noção mais clara do retorno sobre o investimento esperado.

As ferramentas dos buscadores costumam funcionar assim: cada clique dado em seu anúncio será subtraído do valor máximo estabelecido para a campanha. E para que os usuários encontrem seu anúncio, será preciso utilizar as famosas palavras-chave.

Como escolher as palavras-chave?

A escolha de palavras-chave é um dos aspectos mais importantes da busca paga na internet. A lógica é simples: quanto mais desejada pelos anunciantes é uma palavra ou uma expressão, maior será seu custo por clique. Por isso, quanto mais genéricas forem, mais caras tendem a ser.

Por isso, definitivamente vale a pena tentar ser bem específico no uso dos termos. Em vez de inserir ‘banda eventos’, por exemplo, uma produtora poderia usar palavras-chave como ‘banda axé casamento’, aumentando as chances de encontrar internautas realmente interessados no anúncio e reduzindo o custo da campanha.

Lembre-se de que você também pode definir um valor máximo a ser pago por cada palavra-chave usada — custo por clique —, o que evita surpresas desagradáveis no orçamento da campanha.

E a segmentação do alcance?

Além do uso de palavras-chave, também é possível segmentar o anúncio para que ele seja direcionado somente para usuários que atendam a determinados critérios estabelecidos por sua empresa — como localização, dispositivo usado (desktop ou mobile), interesses e muitos outros.

Com isso, passa a ser possível criar campanhas bem mais específicas e mensurar seus resultados com maior precisão. Atingir o público certo e ter certeza dos resultados obtidos: não tem como ficar melhor, não acha?

Mas e quanto ao SEO?

Ainda que a estratégia de busca paga seja importante para qualquer tipo de negócio, sua empresa jamais pode deixar de lado o Search Engine Optimization (SEO), ou seja, iniciativas voltadas para melhorar o posicionamento de um site no resultado das buscas orgânicas — não pagas.

Para isso, é preciso caprichar no desenvolvimento da página, na redação dos títulos e das URLS, além de manter o conteúdo sempre atualizado. Somente assim você será capaz de conseguir informações relevantes sob o ponto de vista dos algoritmos dos mecanismos de busca, sendo encontrado com mais facilidade pelos internautas.

Agora comente aqui e nos conte se já investiu em campanhas de busca paga na internet! Como foram os resultados? Compartilhe suas experiências conosco!

 

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.