Com medo da crise? Veja o que fazer para que seu negócio não sofra as consequências

Vector piggy bank concept in flat style

Em um cenário de crise, é mais que normal que pequenos e médios empreendedores tenham uma sensação de insegurança em relação aos negócios. Em situações assim, tudo se torna mais difícil, até manter a empresa funcionando. Contudo, não se pode deixar levar pelo pessimismo! É preciso, pelo contrário, saber lidar bem com esses possíveis apuros para conseguir vencê-los.

Aquele empresário que não consegue se planejar em meio à maré agressiva, corre sérios riscos de acabar perdendo o negócio. Já aquele que sabe se planejar bem acaba conseguindo enfrentar a crise e até tirar algum proveito dela. Mas como fazer isso? Pois confira nosso post de hoje e aprenda a evitar que sua empresa sofra consequências em meio à crise!

Explore os pontos positivos da empresa

O empreendedor deve entender que a crise não afeta apenas a sua organização, mas, sim, todo o mercado. Dessa maneira, a empresa precisa reforçar seus pontos positivos e buscar eliminar os negativos, além de explorar os pontos fracos dos concorrentes, para, assim, tirar proveito da crise econômica em vez de sofrer com ela. O empresário deve garantir que sua empresa se fragilize o mínimo possível durante os períodos de crise, quando é normal que as organizações se tornem mais frágeis e suscetíveis a falhas. Portanto, esse é o momento da busca pelo espaço, já que a falha do concorrente pode ser sua brecha para o sucesso!

Reduza gastos e foque nos melhores talentos

Infelizmente, as crises costumam demandar cortes de gastos, certo? Pois então, em vez de encarar esse cenário com desânimo, o empreendedor pode enxergar aí uma boa abertura para reduzir custos desnecessários, não concorda? Aproveitar esse momento para enxugar os gastos da companhia — eliminando todas aquelas despesas que não valem mais a pena e se concentrando em investimentos mais importantes — é uma ótima ideia e uma oportunidade simplesmente imperdível. Além disso, é fato mais que comprovado que uma crise não dura para sempre. Portanto, também é essencial focar na retenção dos melhores funcionários da empresa para a elaboração de um plano verdadeiramente campeão nos momentos pós-crise.

Mantenha o capital de giro seguro

É fundamental que, especialmente nesse momento, mantenha-se um capital de giro seguro dentro da empresa. Assim, é necessário sempre fazer um bom planejamento para que se tenha uma reserva de dinheiro para possíveis problemas futuros e para segurar a barra no presente. Dessa maneira, caso as coisas apertem ainda mais, o empreendedor ainda terá recursos para manter seu negócio sem ter que buscar soluções mais drásticas, como um financiamento, por exemplo.

Preserve o investimento e diversifique

Na crise, obviamente o consumo dos clientes cai. Mas, de uma maneira ou de outra, eles continuam consumindo! Enquanto isso, a tendência das demais empresas é diminuir — ou até cessar — seus investimentos. Assim, uma organização que se mantém investindo, mesmo durante a crise, acaba se destacando entre as outras. Por isso, o melhor que um empreendedor tem a fazer em momentos como esse é usar seus recursos para investir e diversificar seu negócio, o que irá atrair mais clientes! Mas lembre-se de que esse investimento deve ser feito sempre mantendo o capital de giro da empresa, ok?

Sobreviver à crise pode, em um primeiro momento, parecer impossível, mas, com uma boa gestão e um bom planejamento, as coisas ficam bem mais fáceis, não é mesmo? E, além de tudo, com uma boa organização ainda é possível aproveitar o momento para ampliar o negócio, saindo do sufoco com ainda mais gás e força!

Agora que você já sabe como proceder durante um momento de crise, comente aqui e nos conte se sua empresa já passou por algo assim antes! Como você tem enfrentado a atual crise econômica do país? Compartilhe suas experiências conosco e participe do nosso post!

 

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.