As melhores ações para os corretores de imóveis gerenciarem seus recebimentos

Businessman Calculating Tax In Office

A corretagem imobiliária é uma possibilidade real para se conquistar altos ganhos financeiros, mas, como as comissões nem sempre são constantes, o corretor precisa saber controlar muito bem seus ganhos. Por isso é imprescindível que o agente imobiliário preste muita atenção nas suas finanças pessoais, administrando bem os recursos para se salvaguardar diante de possíveis reveses do mercado.

Mas como? Confira nosso post e conheça agora mesmo algumas iniciativas que o corretor pode trazer para o seu dia a dia para realizar uma gestão de alto nível de seu dinheiro. Então vamos lá?

Não gaste mais do que recebe

Existem princípios muito básicos para se ter uma boa saúde financeira, e um dos principais é também um dos mais simples e óbvios: não gaste mais do que recebe por mês. Como há certa volatilidade na obtenção de comissões pelo agente de imóveis, é importante fazer essa checagem em um período maior, com o intuito de saber aproximadamente quanto se ganha em média a cada mês. Faça ainda, e na medida das suas possibilidades, uma reserva financeira para usar em situações de emergência.

Conheça as peculiaridades de cada cliente

Uma importante atitude para aprimorar o relacionamento com os clientes e, com isso, facilitar não só a conclusão do negócio, mas também o recebimento de sua parte na transação, é avaliar bem as necessidades e as condições de cada comprador. Esse expediente integra a formação do perfil do cliente, a ser feito por todo profissional qualificado de corretagem.

Vale ressaltar que o perfil não serve apenas para que o agente consiga determinar qual é o imóvel mais adequado para a pessoa. Ele serve, ainda, para entender suas possibilidades de pagamento e ajustar sua vida financeira para as datas de recebimento das comissões.

Reserve um dia para fechar a conta mensal

É sempre bastante válido fazer um controle de suas receitas e despesas. As entradas financeiras geralmente são mais simples de serem controladas por outros profissionais, porque geralmente correspondem ao salário recebido no final do mês. Todavia, como os corretores de imóveis lidam com comissões muito flutuantes, recomenda-se registrar as quantias e as datas exatas de quando efetivamente ocorreram os aportes de recursos. Reserve um dia de cada mês para fazer seus cálculos e procure fazer disso uma rotina.

Automatize os recebimentos com um software

Fazer o controle financeiro em um software, automatizando e simplificando o processo, pode ser muito prático e seguro. As informações sobre seus recebimentos e suas despesas ficarão muito mais precisas, sendo viável, assim, organizar os lançamentos e visualizar relatórios gerados automaticamente quando e de onde quiser — seja em seu computador pessoal ou em dispositivos móveis, como tablets e smartphones.

Gere boletos de pagamento

Outra dica importante, especialmente quando existem contas parceladas a receber dos clientes, é gerenciar seus processos de cobrança por meio da emissão de boletos de pagamento. Esse recurso, além de facilitar o controle, é um mecanismo mais educado e sutil de trazer o cliente para a adimplência, já que o boleto pode ser enviado por e-mail e lembretes sobre o título a vencer, por SMS.

E você, corretor, já havia pensado nessas dicas para gerenciar melhor seu dinheiro? Como andam suas finanças ultimamente? Qual sua maior dificuldade nesse controle? Comente aqui e nos conte sobre suas experiências!

 

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.