7 dicas para o profissional autônomo se planejar para o próximo ano

Absorbed pensive mature businessman

Fim de ano sempre merece uma reflexão sobre o que foi cumprido da maneira correta e o que poderia ter sido realizado de alguma outra forma, não é mesmo? E esse hábito se repete, principalmente, em relação às finanças. O processo é importante para o adequado planejamento do ano que bate à porta, possibilitando uma taxa maior de acertos, o investimento no próprio negócio e, assim, o crescimento ao empreendimento.

Para ajudá-lo nessa empreitada, selecionamos neste artigo 7 dicas para ajudá-lo a se planejar financeiramente para o próximo ano. Pronto para colocá-las em prática e ter um ano com muito mais sucesso e dinheiro no bolso? Então confira já:

Faça uma autoanálise

Fazer uma retrospectiva financeira é importante para que se compreenda exatamente onde seu dinheiro foi gasto, o que deu certo e o que deu errado. Faça-se algumas perguntas, sobre, por exemplo, os investimentos de médio ou longo prazo, o montante que conseguiu — ou não — guardar, sobre aquela tão sonhada viagem que prometeu fazer e se conseguiu manter a renda média durante o ano todo. Você vai se surpreender com o caminho que as respostas e esses questionamentos vão apontar.

Avalie bem o mercado

Verificar quais são as expectativas em relação ao seu mercado de atuação no próximo ano contribui para que se crie diferenciais, destacando-se no mercado. Com a economia incerta e a alta do dólar, é preciso ter cautela, investindo, sim, mas com um maior cuidado, procurando sempre manter suas finanças bem seguras.

Fique de olho na concorrência

Dê uma olhada na sua concorrência: como será que estão seus resultados? Acompanhar a competição é importante para que se compare os resultados, tendo, assim, uma ferramenta para medir seu próprio desempenho. Avalie se seu ano foi tão bom quanto o deles ou sobre o que é possível fazer para se destacar no próximo ano.

Trace planos reais

Tendo em mãos dados relevantes sobre seu mercado de atuação, chegou a hora de se planejar. Estabeleça metas e objetivos reais e palpáveis, assim como métricas para acompanhar seu desenvolvimento, dando maior segurança na hora de tomar importantes decisões. A organização é fundamental para que você trabalhe mais tranquilo.

Coloque as contas em dia

Se você ainda tem contas pendentes, procure colocá-las em dia para que não cheguem a afetar seu orçamento do próximo ano. Começando zerado, você tem mais chances de seguir seu os planos com mais qualidade, sem se preocupar com contas antigas pairando sobre seu caixa.

Cresça

É verdade que o profissional autônomo usufrui de diversas vantagens, mas não se pode esquecer das desvantagens. E uma delas é o alto custo tributário que recai sobre esse profissional. Portanto, analisar as possibilidades de criação de uma empresa — seja como Microempreendedor Individual (MEI) ou, ainda, como Empresário Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI) — pode reduzir os gastos com tributos e até permitir que seu negócio cresça adequadamente.

Controle sua gestão

Para não perder seu planejamento de vista, que tal buscar uma ferramenta de controle financeiro? Ter suas finanças sob controle resulta em um melhor acompanhamento dos resultados, de forma profissional e constante, possibilitando que se faça ajustes quando necessário. Assim fica mais fácil se policiar para se manter no caminho certo.

E você, costuma se planejar para os anos seguintes? Segue algum tipo de ritual próprio? Qual das nossas dicas vai ajudá-lo mais? Comente aqui e compartilhe conosco suas experiências e opiniões!

 

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.