3 erros de marketing mais comuns em startups

marketingO crescimento da empresa é o objetivo de todo empreendedor. Seja pelo dinheiro, fama ou pela simples satisfação de ver algo seu dando certo. Para atingir os bons resultados, não se esqueça que produto, modelo de negócios, análise do mercado, vendas e marketing precisam estar alinhados na busca do crescimento. E, por isso, é nessa fase inicial de estruturação que os principais erros acontecem.

Como uma startup serve, basicamente, para oferecer soluções e validar hipóteses levantadas durante o período de planejamento, não há problema em cometer alguns erros. Talvez a usabilidade do seu produto ou serviço não seja a melhor ou as vendas não estão indo como deveriam. O problema aqui, comum a muitos empreendedores, é acreditar que as coisas se ajeitarão sozinhas, ao longo do tempo. Ou pior, ir até o fim nas suas crenças, sem se adaptar aos novos cenários.

E é no marketing que mais se vê esse tipo de erro. Muito empreendedores seguem ideias embasadas pelo senso comum e, por desconhecimento, acabam falhando. Abaixo, citamos os erros mais comuns de marketing em startups para que você não caia neles!

1. Confundir anúncios com marketing

Anúncios como AdWords e Facebook Ads são apenas uma forma de marketing, talvez a mais cara delas. Mas fazer marketing é ir além disso. Marketing é definir um processo, ou estratégia, para criar valor e satisfação ao cliente. Todo empreendedor deve saber que uma estratégia de  marketing que gera resultados começa no estudo de mercado, indo até a assistência no pós-venda.

Muitos empreendedores, principalmente aqueles que estão buscando investidores, cometem o erro de dedicar muito dinheiro da startup em campanhas de anúncios que, muitas vezes, trazem usuários que não geram valor. Dessa forma, é fundamental ter uma estratégia completa de marketing, que pode incluir anúncios, mas que também saiba quem e como impactar.

2. Falta de foco

É claro que um volume grande de pessoas navegando pelo site da sua startup, assinando a sua newsletter ou te seguindo nas redes socias é sinal de que algo está dando certo. Mas muitas vezes isso não se reflete em mais vendas. Em geral, a origem desse problema é a falta de foco do marketing.

A primeira coisa ao se estruturar um plano de marketing é entender quem é o seu cliente e onde ele está. A partir disso você consegue focar e otimizar o dinheiro investido. Nesta situação, ser generalista e tentar atingir o máximo de pessoas possíveis sem um rumo claro diminuirá suas conversões, elevando o custo de aquisição de cada novo usuário. Portanto, conheça bem o seu mercado de atuação, seu público e os interesses dele para captar a atenção dessas pessoas para os serviços que sua startup oferece.

3. Não ter métricas claras

Quanto você precisa crescer para ser lucrativo? Qual o custo de um novo usuário? Quanto cada usuário paga e por quanto tempo? Qual é o número de conversões no seu site? São perguntas que muitos empreendedores não sabem responder. Alguns por desconhecimento, outros por simplesmente não medirem ou contar apenas com dados superficiais (como o número de seguidores).

O fato é que esses números norteiam o marketing de uma startup. Sem saber quanto você está pagando por cada novo usuário, não há como saber se as estratégias de marketing estão dando certo. Além disso, sem conhecer o tempo de vida de um usuário, não há como saber se o custo de aquisição é alto ou não.

Apesar de não ser regra, muitas startups sabem que obtiveram resultados com sua estratégia de marketing quando o retorno financeiro de um cliente é três vezes maior que o custo para adquirí-lo. Mas, talvez, você precise de outras métricas para confirmar isso. O mais importante é perceber que o marketing não significa gastar dinheiro em qualquer lugar e conseguir usuários. Uma estratégia de sucesso inclui entender onde seus clientes procuram um produto ou serviço como o seu.

E você, como usa o marketing na sua startup? Aproveite os comentários abaixo para nos contar.

banner_rodape

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.